Tre Penne vence SuperTaça de San Marino

"Nunca ficamos cansados de ganhar títulos" explicou o treinador Marco Protti depois de o Tre Penne bater o La Fiorita por 2-1 e conquistar pela primeira vez a SuperTaça de San Marino.

O Tre Penne faz a festa após vencer a SuperTaça
O Tre Penne faz a festa após vencer a SuperTaça ©UEFA.com

O capitão Enrico Cibelli marcou dois golos e ajudou o campeão SP Tre Penne a bater por 2-1 o SP La Fiorita, detentor da Taça, e a conquistar pela primeira vez a SuperTaça de San Marino, apesar de ter estado reduzido a dez jogadores durante quase uma hora.

O La Fiorita entrou muito bem e criou várias oportunidades para marcar, isto para além de Andy Selva ter atirado à trave na marcação de um livre, mas o Tre Penne ganhou vantagem na primeira vez que subiu ao ataque, com Cibelli a marcar com um remate à queima-roupa.

A equipa de Cibelli sofreu um contratempo quando Moris Tamburini viu o segundo cartão amarelo aos 36 minutos e foi expulso. O La Fiorita aumentou a pressão, mas foi o Tre Penne que voltou a marcar, com Cibelli a concluir um contra-ataque a 12 minutos do final.

Logo a seguir, Selva reduziu na sequência de uma boa jogada individual, mas era tarde demais para o La Fiorita. "Nunca ficamos cansados de ganhar títulos" explicou o treinador do Tre Penne, Marco Protti. "Este triunfo é especial porque nunca tínhamos conquistado a SuperTaça. Os jogadores estiveram muito bem, especialmente depois de ficarmos em inferioridade numérica".

Topo