Eterno Semak ainda e sempre forte

"Sorte, muito trabalho e ambição", é assim que Sergei Semak, veterano médio do Zenit, explica o facto de se ter tornado no jogador com mais jogos disputados no principal escalão russo.

Sergei Semak (à esquerda) festeja um golo do Zenit com os colegas Viktor Fayzulin e Aleksandar Luković
Sergei Semak (à esquerda) festeja um golo do Zenit com os colegas Viktor Fayzulin e Aleksandar Luković ©Getty Images

Sergei Semak estreou-se como futebolista profissional a 7 de Novembro de 1993, ao serviço do FC Asmaral Moskva. Pouco menos de 20 anos depois, aos 37 anos de idade e envergando agora a camisola do FC Zenit St Petersburg, atingiu os 453 jogos na Liga russa, tornando-se no jogador com mais encontros disputados no principal escalão do futebol russo. O médio conversou com o UEFA.com sobre o feito e sobre os seus planos para o futuro, com o seu actual contrato a terminar no final de Maio.

"Muitos factores contribuíram para que eu chegasse até aqui", explicou ao UEFA.com. "Sorte, muito trabalho, ambição, mas, claro, também alguma qualidade natural, sem a qual tudo isto teria sido muito difícil. Tenho, também, de agradecer aos meus pais pela minha saúde, que me permitiu evitar lesões graves, e a todas as equipas por onde passei."

Semak representou o Asmaral (13 jogos na Liga russa), PFC CSKA Moskva (289 jogos), FC Moskva (57) e Rubin (61) antes de mudar-se para o Zenit, em Agosto de 2010. É o único jogador a ter conquistado o título de campeão russo ao serviço de três clubes diferentes e capitaneou a selecção do seu país rumo às meias-finais no UEFA EURO 2008.

"Quanto maior a prova, melhor me recordo dos jogos", referiu Semak, que conta ainda com 26 encontros disputados na Liga francesa, ao serviço do Paris Saint-Germain FC. "EURO, UEFA Champions League e jogos decisivos da Liga russa são os que mais depressa me saltam à memória. E, depois, há os que apanhamos as maiores desilusões, que tardam sempre mais a desaparecer das nossas memórias."

Semak celebrou o seu 37º aniversário em Fevereiro. Actualmente, na Liga russa, competem apenas três jogadores mais velhos do que ele e é provável que os três terminem, este Verão, as respectivas carreiras, mas Semak ainda não tomou uma decisão. "O meu contrato termina no final de Maio", lembrou. "Só então decidirei se continuo ou não a jogar. Para já prefiro não pensar a longo prazo."

Topo