Renova vence pela primeira vez a Taça da ARJ da Macedónia

O Renova, que foi formado há apenas nove anos, venceu pela primeira vez a Taça Antiga República Jugoslava da Macedónia ao bater o Rabotnicki, por 3-1, na final de Stip.

Os jogadores do Renova comemoram o primeiro triunfo na Taça da Macedónia
Os jogadores do Renova comemoram o primeiro triunfo na Taça da Macedónia ©FFM

O FK Renova superou os maus resultados averbados recentemente frente ao FK Rabotnicki e bateu o rival por 3-1 para conquistar pela primeira vez a Taça da Antiga República Jugoslava da Macedónia. A proeza merece ainda maior destaque se tivermos em conta que o clube foi formado há apenas nove anos.

O clube da capital tinha batido facilmente o Renova por duas vezes nos últimos dois meses, triunfando por 5-1 e por 3-1, mas à terceira foi de vez para a equipa de Vlatko Kostov, que conseguiu resistir à recuperação do Rabotnicki e garantir o triunfo com dois golos marcados na segunda parte do encontro disputado no Estádio Gradski.

A equipa de Dzepciste estava pela primeira vez na final, mas não mostrou nervosismo e ganhou vantagem aos 12 minutos, quando Muarem Bajrami marcou à boca da baliza na sequência de um pontapé de canto de Argjent Gafuri.

Nove minutos depois, Fisnik Nuhiu desperdiçou uma boa oportunidade para aumentar a vantagem quando, isolado frente ao guarda-redes, rematou ao lado. O Renova dominou todo o primeiro tempo e dispôs de mais uma oportunidade soberana a cinco minutos do intervalo, mas o remate de Goran Siljanovski da entrada da área passou a rasar o poste direito da baliza adversária.

O Rabotnicki só conseguiu criar a primeira jogada de perigo no período de compensação, quando um remate em arco do goleador Borče Manevski tirou tinta à trave. Manevski não falhou à segunda oportunidade, fazendo o empate com um cabeceamento após um cruzamento da direita de Blagoja Todorovski, aos 53 minutos.

O Renova não se desconcentrou com o golo e voltou a ganhar vantagem a meio do segundo tempo, quando Dušan Simovski aproveitou da melhor forma um passe em profundidade de Nuhiu. Gafuri confirmou o primeiro triunfo do clube na Taça com uma boa jogada individual em tempo de compensação.

Com este triunfo, o Renova garantiu um lugar na primeira pré-eliminatória da UEFA Europa League da próxima época, enquanto o Rabotnicki, que disputou a quarta final e tinha conquistado o troféu em 2008 e 2009, vai falhar a participação nas competições europeias pela primeira vez em oito anos.

"Estávamos à espera de um jogo difícil porque tínhamos perdido os dois últimos embates", explicou Nuhiu ao UEFA.com. "No entanto, estivemos ao nosso melhor nível quando foi necessário e merecemos este triunfo histórico. Quero agradecer aos meus colegas, aos adeptos, aos funcionários e principalmente ao nosso treinador, Kostov, que soube sempre preparar e motivar a equipa”.

Topo