Sporting vence e atrasa Benfica

Um penalty de Rick van Wolfswinkel deu a vitória ao Sporting no derby de Lisboa por 1-0, fê-lo subir ao quarto lugar e deixou o Benfica a quatro pontos do líder FC Porto.

Ricky Van Wolfswinkel (à frente) perseguido por Luisão
Ricky Van Wolfswinkel (à frente) perseguido por Luisão ©AFP/Getty Images

O Sporting venceu esta segunda-feira o Benfica no Estádio José Alvalade, por 1-0, subindo ao quarto lugar da Liga portuguesa e deixando as "águias" a quatro pontos do líder FC Porto.

O Benfica pareceu querer agarrar nas rédeas do derby lisboeta, e até começou melhor, com muita iniciativa, mas o Sporting conseguiu, aos poucos, tapar todos os caminhos para a sua baliza e assumiu o controlo das operações, criando os melhores lance da partida e justificando a vantagem com que chegou ao intervalo.

O primeiro lance de perigo pertenceu ao Sporting, aos seis minutos, com Matías Fernández a atirar ao lado quando estava solto na grande área. Aos 16 foi Javi García a obrigar Rui Patrício a uma excelente defesa e, logo a seguir, o Sporting marcou. Luisão faz falta sobre Ricky van Wolfswinkel na grande área e o holandês converteu o penalty em golo, aos 18 minutos.

O Benfica sentiu o golo e não mais conseguiu ligar o seu jogo, com os "leões" cortarem todas as linhas de passe dos "encarnados". Os cruzamentos para a grande área, à procura de Óscar Cardozo, passaram a ser as opções mais usadas pelos da Luz, enquanto Matías Fernández era o mais perigoso dos homens da casa.

O segundo tempo começou com uma oportunidade flagrante para o Benfica, com a bola a sobrar para Maxi Pereira com Rui Patrício fora da baliza, mas Insúa cortou em cima da linha de golo. respondeu o Sporting, com Schaars a obrigar Artur a defesa apertada. Aos 61 minutos, Wolfswinkel aproveitou um mau passe da defesa benfiquita para se isolar, mas Artur efectuou excelente defesa, numa fase intensa da partida. E aos 63, Izmailov atirou de longe à barra da baliza benfiquista.

O Benfica tinha mais bola, mas o Sporting continuou a ser a equipa a criar mais perigo, pelo que aos poucos, os visitantes começaram a perder a crença, pelo que os "leões" conseguiram, até final, segurar uma vantagem preciosa, que coloca a equipa no quarto lugar. Até final, destaque para o segundo cartão amarelo visto por Luisão, e consequente amarelo, em cima do minuto 90.

Topo