Cavani apura Nápoles para as meias-finais

Edinson Cavani marcou dois golos e ajudou o Nápoles a afastar o Inter, detentor da Taça de Itália, agendando encontro nas meias-finais com o Siena, vencedor por 1-0 ante o Chievo.

Edinson Cavani leva 18 golos marcados em todas as provas com o bis pelo Nápoles frente ao Inter
Edinson Cavani leva 18 golos marcados em todas as provas com o bis pelo Nápoles frente ao Inter ©Getty Images

Edinson Cavani bisou na vitória do SSC Napoli por 2-0 ante o FC Internazionale Milano e agendou um encontro com o AC Siena, que afastou o AC Chievo Verona, nas meias-finais da Taça de Itália.

Num jogo aberto, Cavani abriu o activo no minuto 50, de grande penalidade, e colocou um ponto final no resultado com um excelente remate perto do fim, num encontro que podia ter caído para qualquer um dos lados.

A noite do Nápoles poderia ter sido mais descansada, caso Christian Maggio não tivesse atirado por cima quando tinha apenas Luca Castellazzi pela frente, à passagem do quarto-de-hora. Os homens da casa continuaram a dominar e um livre em arco de Walter Gargano, quatro minutos depois, passou perto do alvo, antes de Salvatore Aronica atirar à figura do guarda-redes adversário num lance de contra-ataque logo a seguir. O esperado golo dos napolitanos chegou cinco minutos após o intervalo, quando Cavani converteu um penalty após ter sofrido falta de Thiago Motta.

O Inter reagiu e Wesley Sneijder obrigou Morgan De Sanctis a aplicar-se na marcação de um livre directo, antes de ameaçar de longe em duas ocasiões. O médio holandês assistiu Ricardo Álvarez com um excelente passe, mas o remate do argentino não chegou para assustar De Sanctis. Cavani, no entanto, não se mostrou perdulário ao levar a melhor primeiro sobre Andrea Ranocchia e depois por Castellazzi antes de colocar ponto final na sequência de oito vitórias seguidas dos milaneses.

O próximo adversário dos "partenopei" é o Siena, apurado para as meias-finais depois de bater o Chievo por 1-0, apesar de ter jogado com dez jogadores durante meia-hora. Os visitantes adiantaram-se no marcador no minuto 54, quando Alessandro Gazzi bateu um canto de encontro à cabeça de Mattia Destro, à boca da baliza, pouco depois de ter entrado em campo. Apesar da reacção da formação anfitriã, em especial após a expulsão de Paolo Grossi, o Siena resistiu e segurou a vantagem.

Topo