CSKA vence Taça da Rússia

Leonid Slutski afirmou que "a sensação é indescritível" após levar o CSKA à conquista da Taça da Rússia pela sexta vez, registo recorde, graças ao triunfo (2-1) sobre o Alania.

O CSKA de Moscovo conquistou pela sexta vez a Taça da Rússia.
O CSKA de Moscovo conquistou pela sexta vez a Taça da Rússia. ©AFP

O PFC CSKA Moskva bateu por 2-1 o FC Alania Vladikavkaz, da segunda divisão, na final da Taça da Rússia e assinalou o seu centenário da melhor forma ao conquistar pela sexta vez o troféu, número que constitui recorde.

O clube da capital russa venceu o encontro disputado em Yaroslavl graças a dois golos apontados por de Seydou Doumbia, com o internacional da Costa do Marfim a inaugurar o marcador aos 13 minutos após receber um bom passe de Vágner Love. O Alania conseguiu responder à equipa do exército e, nove minutos volvidos, fez o empate. Danilo Neco desferiu um remate que sofreu um desvio e tornou inútil a estirada do guarda-redes do CSKA, Igor Akinfeev.

Incrivelmente, este foi o primeiro golo do Alania na prova, já que os líderes da segunda divisão chegaram até à final depois de uma série de empates a zero e de subsequentes triunfos no desempate por penalties. A equipa treinada por Leonid Slutski não vacilou e voltou à liderança da partida a 21 minutos do final, quando Doumbia correspondeu de cabeça a um cruzamento de Keisuke Honda.

"O CSKA nunca teve finais fáceis e a tradição manteve-se este ano", explicou Slutski, que conquistou o primeiro troféu importante da sua carreira. "A sensação é indescritível. Conquistámos a Taça, não vale a pena analisar a qualidade do jogo."

"É um excelente resultado e uma grande vitória, mas quero conquistar mais títulos", explicou Zoran Tošić, médio sérvio do CSKA. "O jogo foi difícil, apesar de o Alania ser uma equipa da segunda divisão, mas foi uma final da Taça. Tive três oportunidades e não consegui marcar, mas conquistámos o troféu e é isso que interessa."

Topo