O "site" oficial do futebol europeu

Gémeos que dão cartas na Europa

Publicado: sexta-feira, 7 de Janeiro de 2011, 14.47CET
Com a transferência de Piotr e Paweł Brożek para o Trabzonspor como pretexto, o UEFA.com passa em revista vários gémeos que dão cartas no futebol europeu.
Gémeos que dão cartas na Europa
Pawel e Piotr Brozek em acção pelo Wisła ©Cyfrasport

Especiais UEFA.com

Presidente da UEFA dá palestra na Universidade de Oxford
  • Presidente da UEFA dá palestra na Universidade de Oxford
  • Um gigante do futebol
  • UEFA de luto pela morte do Presidente Honorário Lennart Johansson
  • Undiano despede-se na final do Porto
  • Sarri confirmado na Juventus: conheça-o melhor
  • Fase Final da UEFA Nations League: Equipa do Torneio
  • Equipa da Semana na Europa League
  • Grandes recuperações na UEFA Champions League
  • Foto: Gerrard e os heróis do Liverpool em Istambul
  • Equipa da Semana da Europa League
1 de 10
Publicado: sexta-feira, 7 de Janeiro de 2011, 14.47CET

Gémeos que dão cartas na Europa

Com a transferência de Piotr e Paweł Brożek para o Trabzonspor como pretexto, o UEFA.com passa em revista vários gémeos que dão cartas no futebol europeu.

Os internacionais polacos Piotr e Paweł Brożek provaram, esta semana, serem mesmo inseparáveis. Os dois irmãos gémeos, de 27 anos, iniciaram as suas carreiras no Polonia Białogon Kielce, antes de rumarem, ambos, primeiro ao SMS Zabrze, depois ao Wisła Kraków e, agora, ao Trabzonspor, o quarto clube que representarão em conjunto.

A 22 de Julho de 2010, os Brożeks tornaram-se nos primeiros gémeos a marcar um golo cada numa só partida das competições de clubes da UEFA, na vitória por 5-0 do Wisła sobre o FC Šiauliai, da Lituânia, a contar para a segunda pré-eliminatória da UEFA Europa League. Pawel, ponta-de-lança, afirmou então ao UEFA.com: "Quando éramos jovens e ainda andávamos na escola jogávamos os dois no ataque e costumávamos marcar em todos os jogos. Mas, chegados ao escalão sénior, o Piotr começou a jogar mais como defesa. É por isso que estou muito feliz por termos conseguido este feito na Europa."

Piotr é cinco minutos mais velho do que o seu irmão - "pelo menos foi isso que a nossa mãe nos disse" - mas eles sempre se consideraram iguais. "Quando éramos rapazes, por vezes brigávamos durante horas, mas, claro, eram coisas de crianças, nada de sério", recordou Paweł. "Não somos apenas irmãos, somos grandes amigos." Jogar lado-a-lado nunca constituiu, por isso, um aborrecimento. "Só consigo ver aspectos positivos", garantiu Piotr. "Sei que posso sempre contar com o meu irmão, dentro e fora de campo."

Na edição desta temporada da UEFA Europa League viveu-se ainda outra história, esta algo diferente, entre irmãos, com os internacionais suíços David e Philipp Degen a tornarem-se nos primeiros gémeos a estarem frente-a-frente numa partida das provas de clubes da UEFA. "Será, naturalmente, um jogo muito especial para nós", referiu David durante a preparação do BSC Young Boys para o embate com o VfB Stuttgart, do seu irmão, a 1 de Dezembro, a contar para a fase de grupos. "Não é todos os dias que dois irmãos gémeos se defrontam nas competições europeias." David acabou por apontar o golo inaugural do encontro, que a formação helvética venceu por 4-2.

A Holanda, por seu lado, deu a conhecer ao mundo do futebol vários famosos pares de gémeos. Os mais recentes foram os irmãos Frank e Ronald de Boer, mas os pioneiros foram René e Willy van der Kerkhof. Começaram a carreira juntos, no FC Twente, e passaram uma década a jogar lado-a-lado com a camisola do PSV Eindhoven, ganhando um lugar na História quando, em 1978, se tornaram nos primeiros gémeos a disputar uma final de um Campeonato do Mundo, na qual a Holanda acabou por perder por 3-1 frente à anfitriã Argentina, após prolongamento.

Por fim, um recorde verificado na Escócia, que constituirá também, certamente, algo de inédito na Europa e no Mundo: a 27 de Abril de 2010, o Livingston FC entrou em campo com quatro irmãos, no triunfo por 2-0 sobre o Albion Rovers FC – Keaghan Jacobs e os seus três irmãos gémeos mais novos, Sheldon, Devon e Kyle. Devon referiu: "A nossa mãe estava na bancada a assistir ao jogo e ter-nos visto aos quatro em campo ao mesmo tempo terá constituído para ela, sem dúvida, um enorme orgulho."

A decisão de Sheldon em deixar o futebol para prosseguir os estudos na Universidade significa que, seguramente, teremos de esperar ainda algum tempo até vermos gémeos triplos a actuarem numa partida das competições europeias de clubes, mas, entretanto, deixamos-lhe uma extensa lista de irmãos gémeos - e irmãs gémeas - que actuam actualmente ao mais alto nível no futebol europeu.

Beslan Adzhindzhal (FC Torpedo Moskva) e Ruslan Adzhindzhal (FC Nizhny Novgorod)
Halil Altıntop (Eintracht Frankfurt) e Hamit Altıntop (FC Bayern München)
Ragna Patawary e Rannvá Andreasen (KÍ Klaksvík)
Aleksei e Vasili Berezutski (PFC CSKA Moskva)
Lars Bender (Bayer 04 Leverkusen) e Sven Bender (Borussia Dortmund)
Paweł e Piotr Brożek (Trabzonspor)
Haydar e Volkan Çekirdek (FC Hansa Rostock)
Fabio e Rafael da Silva (Manchester United FC)
David Degen (BSC Young Boys) e Philipp Degen (VfB Stuttgart)
Jeroen Drost (Vitesse) e Henrico Drost (RKC Waalwijk)
Javier Flaño (CD Numancia) e Miguel Flaño (CA Osasuna)
Arnar Gunnlaugsson (Haukar) e Bjarki Gunnlaugsson (FH Hafnarfjördur)
Dimitri e Geoffrey Hairemans (De Graafschap)
Devon e Kyle Jacobs (Livingston FC)*
Arman e Artavazd Karamyan (no club)
Isabel e Monique Kerschowski (1. FFC Turbine Potsdam)
Dmitri e Kirill Kombarov (FC Spartak Moskva)
Veselin Minev (PFC Levski Sofia) e Yordan Minev (PFC CSKA Sofia)
Marcus Olsson (Halmstads BK) e Martin Olsson (Blackurn Rovers FC)
Flávio e Marco Paixão (Hamilton Academical FC)
Eino Puri (FC Levadia Tallinn) e Seer Puri (Larissa FC)
Ádám Simon (Szombathelyi Haladás) e erás Simon (Liverpool FC)
Aldo Simoncini (Bellaria Marina Igea) e Davide Simoncini (Torconca Calcio)
Kiril e Metodija Stepanovski (FK Renova)
Demetris Stylianou (Aris Limassol FC) e Loukas Stylianou (Dighenis Akritas Morphou FC)
Marcin Żewłakow (GKS Belchatów) e Michał Żewłakow (MKE Ankaragücü)

Se conhece mais alguns que nos tenham escapado, contacte-nos através do e-mail info@uefa.ch .

*gémeos triplos, mas Sheldon retirou-se do futebol

Última actualização: 08-01-11 15.49CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Perfis das equipas

https://pt.uefa.com/memberassociations/news/newsid=1584657.html#gemeos+cartas+europa