O "site" oficial do futebol europeu

Revelação Bienvenu cresce no Young Boys

Publicado: sábado, 20 de Novembro de 2010, 1.14CET
Contratado para substituir Seydou Doumbia, ídolo dos adeptos, Henri Bienvenu está a construir o seu próprio legado no Young Boys e a cumprir o sonho de desenvolver-se "como jogador e como homem".
por Michael Schifferle
de Basel
Revelação Bienvenu cresce no Young Boys
Henri Bienvenu (à esquerda) festeja um golo nas competições europeias pelo Young Boys ©Getty Images

Especiais UEFA.com

Presidente da UEFA dá palestra na Universidade de Oxford
  • Presidente da UEFA dá palestra na Universidade de Oxford
  • Um gigante do futebol
  • UEFA de luto pela morte do Presidente Honorário Lennart Johansson
  • Undiano despede-se na final do Porto
  • Sarri confirmado na Juventus: conheça-o melhor
  • Fase Final da UEFA Nations League: Equipa do Torneio
  • Equipa da Semana na Europa League
  • Grandes recuperações na UEFA Champions League
  • Foto: Gerrard e os heróis do Liverpool em Istambul
  • Equipa da Semana da Europa League
1 de 10
Publicado: sábado, 20 de Novembro de 2010, 1.14CET

Revelação Bienvenu cresce no Young Boys

Contratado para substituir Seydou Doumbia, ídolo dos adeptos, Henri Bienvenu está a construir o seu próprio legado no Young Boys e a cumprir o sonho de desenvolver-se "como jogador e como homem".

Nome: Henri Bienvenu
Clube: BSC Young Boys
Estreia: 07/02/10 v FC Basel 1893 (Super League suíça)
Posição: Avançado
Nacionalidade: Camaronês
Data de nascimento: 05/07/88

Um desconhecido, quando foi contratado ao Espérance Sportive de Tunis no Inverno passado, para substituir Seydou Doumbia, de partida para o PFC CSKA Moskva, Henri Bienvenu viveu na sombra da estrela do Young Boys até à Primavera. E enquanto muitos faziam referência às semelhanças na forma de jogar de ambos, o rápido e habilidoso avançado rapidamente se fez notar – marcou cinco golos e fez dez assistências até Junho.

Com a transferência de Doumbia para Moscovo, Bienvenu teve a oportunidade para brilhar sozinho. Já marcou sete golos e fez seis assistências, em 23 jogos esta época, apesar de – tal como o Young Boys, de Berna, que ocupa o quinto lugar da Super League suíça – não estar a ser tão impressionante quanto na temporada passada, altura em que aproveitava o pouco tempo em campo para fazer a diferença.

No entanto, os adeptos na capital federal suíça permanecem confiantes que Bienvenu pode preencher o lugar deixado vago pelo costa-marfinense Doumbia, que facturou 50 golos em 64 jogos do campeonato ao serviço do Young Boys. O seu tento da vitória frente ao Fenerbahçe SK, na terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League, a que se seguiu outro frente ao Tottenham Hotspur FC, no "play-off", mostraram que o recém-internacional camaronês possui características que fazem dele um perigo para a baliza adversária.

Jogo de afirmação
BSC Young Boys 2-1 FC St Gallen
05/05/10, Super League
O golo de Bienvenu, aos 93 minutos deste desafio crucial, tornaram-no querido aos olhos dos adeptos do Young Boys. A precisar de vencer para manter a vantagem de três pontos sobre o Basileia, que viria a tornar-se campeão, a formação de Berna parecia incapaz de o conseguir. O árbitro já tinha o apito na boca quando Bienvenu pegou na bola à entrada da área, fugiu ao seu marcador directo e disparou forte para o golo. Não correu exactamente como tinha planeado, pois escorregou na relva artificial. No entanto, o estranho contacto ainda fez com que a bola terminasse no fundo da baliza. Talvez um acaso, mas nesse momento nascia uma estrela.

Discurso directo:
"Com esta transferência da Tunísia para Berna realizei um sonho. Aqui tenho a possibilidade de conquistar títulos e desenvolver-me como futebolista e como homem."

"Os meus pontos-fortes são a forma com enfrento os duelos, e também a mentalidade e crença de que consigo transformar uma possível derrota em vitória. Mas de resto sou uma pessoa descontraída, que raramente fica incomodada com alguma coisa."

"Os meus ídolos são Cristiano Ronaldo e o Samuel Eto'o."

O que dizem dele:
"O Bienvenu é muito habilidoso, rápido e um finalizador nato. É o jogador ideal para substituir o Seydou Doumbia."
Alain Baumann, director-desportivo do Young Boys

"O Bienvenu tem o talento necessário para que as pessoas deixem de falar sobre o Doumbia. Ainda não o conseguiu na totalidade, mas está no bom caminho. É um jogador de equipa com qualidades mortíferas na hora de rematar à baliza. Possui uma mentalidade muito boa e trabalha bastante. Estou muito agradado com ele, mas ainda tem margem para progredir."
Vladimir Petković, treinador do Young Boys

"Ele já mostrou boa capacidade técnica, é forte e capaz de marcar nas competições europeias. Penso que pode ir muito longe na carreira. Tem apenas 22 anos. Temo que, infelizmente, passe apenas uma ou duas épocas connosco e depois rume a outro clube."
Stéphane Chapuisat, antigo avançado internacional suíço, actual prospector e treinador no Young Boys

"Henri já mostrou o que vale. As suas exibições nas competições europeias têm sido especialmente impressionantes. Mesmo no início, reparei logo na sua qualidade de passe – tem boa visão de jogo e não é nada egoísta. É muito importante para nós e espero que fique por muito tempo."
Marco Wölfli, guarda-redes do Young Boys

Última actualização: 04-01-11 1.42CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Federações membro
Perfis das equipas

https://pt.uefa.com/memberassociations/news/newsid=1565539.html#revelacao+bienvenu+cresce+young+boys