O "site" oficial do futebol europeu

Cluj, Dínamo e Sheriff são candidatos

Publicado: sexta-feira, 23 de Julho de 2010, 2.19CET
Este fim-de-semana arrancam mais três campeonatos, com o Cluj, o Dínamo de Zagreb e o Sheriff a serem os principais candidatos aos títulos na Roménia, Croácia e República Moldava, respectivamente.
Cluj, Dínamo e Sheriff são candidatos
Na época passada, Andrea Mandorlini conduziu o Cluj à "dobradinha" na Roménia ©Andrea Cantor / Zoltan Cantor

Especiais UEFA.com

Presidente da UEFA dá palestra na Universidade de Oxford
  • Presidente da UEFA dá palestra na Universidade de Oxford
  • Um gigante do futebol
  • UEFA de luto pela morte do Presidente Honorário Lennart Johansson
  • Undiano despede-se na final do Porto
  • Sarri confirmado na Juventus: conheça-o melhor
  • Fase Final da UEFA Nations League: Equipa do Torneio
  • Equipa da Semana na Europa League
  • Grandes recuperações na UEFA Champions League
  • Foto: Gerrard e os heróis do Liverpool em Istambul
  • Equipa da Semana da Europa League
1 de 10
Publicado: sexta-feira, 23 de Julho de 2010, 2.19CET

Cluj, Dínamo e Sheriff são candidatos

Este fim-de-semana arrancam mais três campeonatos, com o Cluj, o Dínamo de Zagreb e o Sheriff a serem os principais candidatos aos títulos na Roménia, Croácia e República Moldava, respectivamente.

Este fim-de-semana arrancam mais três campeonatos, com o FC Unirea Urziceni e o CFR 1907 Cluj como principais candidatos ao título na Roménia, o NK Dinamo Zagreb a lutar pela conquista do sexto campeonato consecutivo na Croácia e o FC Sheriff a apresentar-se, mais uma vez, como a equipa a bater na República da Moldávia.

O Cluj conseguiu a "dobradinha" na Roménia na época passada e iniciou a nova campanha com a conquista da SuperTaça, derrotando o Unirea, vice-campeão em 2009/10, por 2-0, no desempate, depois de o jogo ter chegado ao final do prolongamento com 2-2 no marcador. A equipa de Andrea Mandorlini, onde continuam os portugueses Nuno Claro, Tony, Ricardo Sousa e Daniel Soares, perdeu uma série de jogadores importantes, como Sixto Peralta, Nei, Nelson Cabrera, Nicolae Dică e Didi, mas as novas contratações prometem fazer esquecer as saídas, com destaque para o médio internacional Sub-21, Ioan Hora, o defesa português Nuno Diogo e o defesa Ionuţ Rada, que já representou o FC Steaua Bucureşti.

O Unirea ficou muito perto do título, apesar do orçamento consideravelmente inferior, pelo que apostou na manutenção da espinha dorsal da equipa, que foi reforçada com o defesa de 36 anos, Petre Marin, que alinhava no Steaua, o atacante Adrian Neaga e o avançado francês Maurice Dale. "Não tínhamos motivos para contratar muitos jogadores”, explicou o treinador israelita Roni Levy, que aos 43 anos assumiu o comando dos romenos. "Todos os treinadores querem sempre mais e melhores jogadores, mas estou satisfeito com a minha equipa".

Os clubes grandes de Bucareste querem voltar a discutir os primeiros lugares, pois estão há três anos afastados do título, embora o FC Vaslui tenha realizado uma boa época que culminou com o terceiro posto no campeonato. O clube contratou Juan Ramón López Caro, antigo treinador do Real Madrid CF, que apostou na contratação de alguns espanhóis, como Rodolfo Bodipo e David Rivas, que já foi capitão do Real Betis Balompié.

O título romeno foi conquistado por quatro clubes diferentes nos últimos cinco anos  enquanto, nesse período, o Dínamo dominou por completo o futebol croata. A equipa de Zagreb sofreu um rude golpe com a saída do avançado Mario Mandžukić para o VfL Wolfsburg, mas a equipa não perdeu qualidade, tendo sido reforçada com o defesa Dario Šimić, que passou muitos anos na Série A e duas épocas ao serviço do AS Monaco FC, enquanto o promissor médio Arijan Ademi, de apenas 19 anos, foi recentemente contratado ao HNK Šibenik.

Os rivais do HNK Hajduk Split são mais uma vez candidatos ao título, tanto mais que conseguiram manter o avançado bósnio Senijad Ibričić. Outros clubes que iniciam a nova época croata com ambições são o Šibenik, HNK Cibalia e NK Varaždin, que antigamente tinha a designação de NK Varteks.

Conteúdos relacionados

Se nos últimos anos o domínio do Dínamo retirou algum interesse ao campeonato croata, o que se poderá dizer sobre a hegemonia do Sheriff na República da Moldávia? A equipa treinada por Andrei Sosnitski foi campeã com 19 pontos de vantagem sobre o segundo classificado, o FC Iskra-Stali, com o treinador do FC Dacia Chişinău, Igor Dobrovolski, a exprimir aquilo que muitos pensam quando afirmou: "Não vamos ter hipóteses de competir com o Sheriff  na próxima época".

Última actualização: 23-07-10 16.52CET

Informação relacionada

https://pt.uefa.com/memberassociations/news/newsid=1507615.html#cluj+dinamo+sheriff+candidatos