Panathinaikos volta a festejar

Djibril Cissé e Sotiris Ninis marcaram os golos da vitória (2-0) do Panathinaikos sobre o Iraklis, resultado que valeu a conquista do 20º título da Grécia ao clube de Atenas e o primeiro em seis anos.

O Panathinaikos FC assegurou o seu primeiro título de campeão grego em seis anos, após um triunfo por 2-0 sobre o Iraklis FC.

Os comandados de Nikos Nioplias iniciaram o penúltimo jogo da época a necessitar apenas de um ponto para conquistarem o título ao segundo classificado e arqui-rival Olympiacos FC. No entanto, o conjunto de Atenas teve um arranque explosivo e abriu a contagem logo aos 34 segundos, quando Djibril Cissé desviou um passe de cabeça do argentino Sebastián Leto.

Tratou-se do 23º golo do internacional francês na presente edição da Liga helénica e deixou o Panathinaikos firmemente no comando do marcador, que subiria para 2-0 à passagem da meia-hora, através de um espectacular remate de longe de Sotiris Ninis.

Após o apito final, os 65 mil espectadores que lotaram o Estádio Olímpico de Atenas puderam festejar a conquista do primeiro título de campeão desde a "dobradinha" de 2003/04 e o 20º da história do clube. O Panathinaikos pode agora concentrar-se na conquista da nona "dobradinha" do seu historial, uma vez que vai defrontar, a 24 de Abril, o Aris Thessaloniki FC, na final da Taça da Grécia.

Quanto ao campeão anterior, Olympiacos, terá de disputar um "play-off" de final da época com o PAOK FC (dirigido pelo português Fernando Santos), AEK Athens FC e Aris para saber quem se juntará ao Panathinaikos como representante grego na próxima edição da UEFA Champions League.

A única questão por resolver na última jornada, que se realiza no próximo domingo, é saber quem irá acompanhar o Panthrakikos FC e o PAS Giannina FC na descida de divisão. O Levadiakos FC ocupa o antepenúltimo lugar, a um ponto do Skoda Xanthi FC.

Topo