Roménia ao rubro

A combinação de inconsistência com enorme optimismo está a levar a um final empolgante do campeonato romeno, prova na qual apenas dois pontos separam os seis primeiros classificados.

O Timişoara sonha com a conquista do primeiro título de campeão romeno
O Timişoara sonha com a conquista do primeiro título de campeão romeno ©Getty Images

O campeonato da Roménia tem sido marcado esta época pela irregularidade das equipas, mas a emoção está garantida até final, pois existem sete candidatos ao título.

Os seis primeiros classificados da prova estão separados por apenas dois pontos, embora o FC Rapid Bucureşti ainda não tenha saído da corrida, uma vez que a equipa do português Ricardo Fernandes ocupa o sétimo lugar, apenas a três pontos dos clubes que a antecedem na tabela. A falta de consistência dos candidatos ao título é garante de emoção e o melhor exemplo vem do líder CFR 1907 Cluj, vencedor de somente dois dos seis jogos disputados em 2010.

A equipa dos portugueses Nuno Claro, Cadú e Dani triunfou nestes dois desafios por apenas 1-0, mas o técnico Andrea Mandorlini encontra aspectos positivos no rendimento dos seus jogadores. "Como é habitual, estamos a criar muitas oportunidades de golo, por isso o problema está nos avançados", explicou o técnico italiano. "Mas não estou preocupado, pois tenho a certeza que vão marcar muitos golos nos próximos jogos ".

Esta combinação de ansiedade com enorme optimismo tem sido tema comum nas conferências de imprensa no final dos encontros dos principais clubes, fruto do facto de a enorme imprevisibilidade dos resultados permitir que os sete primeiros colocados continuem a sonhar com o título. Mesmo o FC Unirea Urziceni, que viu sair o treinador Dan Petrescu e as estrelas Dacian Varga e Tiberiu Bălan na pausa de Inverno, ainda não perdeu a esperança de renovar o título.

O novo técnico, Roni Levy, não teve início fácil pois foi eliminado pelo Liverpool FC nos 16 avos-de-final da UEFA Europa League e, depois, reiniciou o campeonato com desafios frente ao Rapid, FC Timişoara e FC Steaua Bucureşti, três clubes que também estão na discussão pelo ceptro. O Unirea conseguiu quatro empates e apenas uma vitória, por 2-1, face ao condenado FC Unirea Alba Iulia, mas continua na luta.

O Unirea, equipa onde alinha o avançado português António Semedo, defronta na próxima ronda o FC Dinamo 1948 Bucureşti, quarto classificado e que, na semana passada, derrotou o rival Steaua, por 2-0. O Dínamo parece ser a equipa em melhor forma, após averbar quatro vitórias e dois empates desde o início do ano, mas ainda está atrás do inconsistente Steaua e do Timişoara, formação do guarda-redes português Pedro Taborda, no segundo posto e à procura do primeiro título.

O SC Vaslui segue em sexto, mas tem o mesmo objectivo e o seu principal investidor, o antigo árbitro internacional Adrian Porumboiu, resumiu bem o ambiente vivido nesta altura no campeonato da Roménia: "Por vezes somos excelentes, outra vezes decepcionantes, mas não deixa de ser positivo estarem tantas equipas separadas por apenas dois pontos. É garantia de emoção até ao final e todos, incluindo nós, terão a sua oportunidade".

Conteúdos relacionados

Topo