O "site" oficial do futebol europeu

Muscat bate recorde e termina carreira

Publicado: Domingo, 24 de Agosto de 2014, 23.33CET
O guarda-redes Mario Muscat, do Hibernians, tornou-se no primeiro jogador de Malta a participar em 500 jogos do campeonato e imediatamente pendurou a luvas.
por Domenic Aquilina
de Malta
Muscat bate recorde e termina carreira
Mario Muscat capitaneou o Hibernians no seu 500º jogo Premier League de Malta ©Domenic Aquilina
Publicado: Domingo, 24 de Agosto de 2014, 23.33CET

Muscat bate recorde e termina carreira

O guarda-redes Mario Muscat, do Hibernians, tornou-se no primeiro jogador de Malta a participar em 500 jogos do campeonato e imediatamente pendurou a luvas.

Mario Muscat, antigo guarda-redes da selecção de Malta, tornou-se no primeiro jogador maltês a disputar 500 jogos do campeonato da ilha do Mediterrâneo, atingindo o marco histórico no triunfo deste domingo do Hibernians FC. Logo após o encontro, pendurou a luvas.

O guardião de 38 anos disputou o jogo 500 na Premier League no trinfo do Hibernians, por 2-1, na recepção ao Qormi FC no National Stadium. Muscat aproveitou a ocasião para colocar um ponto final numa carreira brilhante, em que conquistou quatro campeonatos e cinco Taças de Malta, para além de ter sido eleito uma vez jogador do ano de Malta.

Antes do jogo, Muscat, que usou uma camisola com o Nº 500, foi presenteado com lembranças pela Federação de Futebol de Malta (MFA) e pelo Hibernians, o clube de Paola ao serviço do qual marcou um golo nos 488 desafios no escalão principal, desde que se estreou em 1993, com apenas 17 anos.

Edison bisou e ajudou Muscat a despedir-se com uma vitória, com o guarda-redes a afirmar ao UEFA.com no final do encontro: "Não foi fácil despedir-me num estádio onde conquistei tantos títulos com o meu clube e onde disputei tantos jogos importantes pela selecção. Tive de controlar as emoções. Não é fácil atingir os 500 jogos! Será muito difícil qualquer jogador de Malta ultrapassar-me".

Os outros 12 jogos de Muscat no escalão principal foram disputados ao serviço do Vittoriosa Stars FC, quando foi emprestado na segunda metade da época passada. Esta temporada regressou ao Hibernians para atingir este marco histórico nas duas primeiras jornadas da época, tendo disputado 90 minutos frente ao Qormi, depois de no sábado passado ter estado em campo 27 minutos no triunfo por 3-0 no reduto do Floriana FC.

O veterano, que defendeu a baliza da selecção de Malta entre 1996 e 2009, explicou como tomou a decisão de terminar a carreira: "Não foi fácil decidir qual o momento certo para parar, pois ainda me sinto em condições físicas para jogar mais uma ou duas épocas. Ganhei todos os títulos que era possível aqui e estou mais do que satisfeito. O meu próximo passo será iniciar uma carreira de treinador".

Última actualização: 25-08-14 15.50CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Federações membro
Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/memberassociations/association=mlt/news/newsid=2136073.html#muscat+bate+recorde+termina+carreira