O "site" oficial do futebol europeu

Exemplo de Puskás inspira utilizadores da Pancho Aréna

Publicado: Terça-feira, 29 de Abril de 2014, 16.12CET
O primeiro grande estádio a ser construído na Hungria nos últimos 40 anos espera ver despontar o próximo Ferenc Puskás, cuja estátua em redor serve de inspiração aos jovens.
por Matthew Watson-Broughton e Andrew Clark
Exemplo de Puskás inspira utilizadores da Pancho Aréna
Amancio Amaro e José Pirri marcaram presença na inauguração de um busto do ex-companheiro de equipa, Ferenc Puskás ©www.pfla.hu
Publicado: Terça-feira, 29 de Abril de 2014, 16.12CET

Exemplo de Puskás inspira utilizadores da Pancho Aréna

O primeiro grande estádio a ser construído na Hungria nos últimos 40 anos espera ver despontar o próximo Ferenc Puskás, cuja estátua em redor serve de inspiração aos jovens.

"Isto é um investimento nas crianças", disse o antigo seleccionador da Hungria, Lothar Matthäus, na inauguração de um mini-estádio, que coincidiu com o descerrar de uma estátua de Ferenc Puskás.

Um dos quatro estádios da fase final do Campeonato da Europa de Sub-19, a Pancho Aréna, situada em Felcsut, a 25 quilómetros de Budapeste, foi construída com a total aprovação da Federação Húngara de Futebol (MLSZ) e após várias visitas ao local de responsáveis da UEFA.

O primeiro grande estádio a ser construído na Hungria desde o Albert Stadion, pertencente ao Ferencvárosi TC, em 1974, este recinto apresentou, a 24 de Abril, lotação esgotada na final da Taça Puskás-Suzui, entre as equipas Sub-17 do Real Madrid CF e da Puskás Akadémia FC.
Recebeu, dois dias mais tarde, o seu primeiro jogo internacional, quando a selecção Sub-19 da Hungria bateu a homóloga da Turquia por 5-2. O estádio será a casa da equipa principal da Academia Puskás, mas a intenção dos seus responsáveis é que o recinto seja utilizado, principalmente, pela academia.

As celebrações da inauguração de segunda-feira foram antecedidas pelo descerrar, pelo Primeiro-Ministro da Hungria e fundador da academia, Viktor Orbán, de uma estátua de Puskás no exterior do edifício principal da Academia Puskás. A viúva do antigo jogador, Erzsébet, esteve entre os distintos convidados, juntamente com os companheiros de Puskás dos "Mágicos Magiares" dos anos 1950, Jenõ Buzánszky e Pál Várhidi, e os seus ex-companheiros no Real Madrid, Amancio Amaro e José Pirri.

O antigo médio da selecção da Alemanha, Lothar Matthäus, que dirigiu a selecção húngara entre 2004 e 2006, comentou: "Trata-se de um excelente investimento, porque é bom para o futuro, para os próximos 30, 40 e 50 anos. Isto é um investimento nas crianças, para dar-lhes um local para jogarem e verem futebol. Puskás deve ser um ídolo eterno para os futebolistas daqui e isto é algo muito importante."

Última actualização: 29-04-14 23.42CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/memberassociations/association=hun/news/newsid=2098302.html#exemplo+puskas+inspira+utilizadores+pancho+arena