O "site" oficial do futebol europeu

Olympiacos alcança "dobradinha"

Publicado: Sábado, 2 de Maio de 2009, 23.38CET
O campeão grego ganhou a "dobradinha", ao bater AEK numa final de Taça inesquecível por 15-14, no desempate por grandes penalidades, com Antonis Nikopolidis a ser o herói dum encontro.
por Vassiliki Papantonopoulou
de Atenas
Olympiacos alcança "dobradinha"
Antonis Nikopolidis marcou o penalty decisivo do Olympiacos ©Getty Images
Publicado: Sábado, 2 de Maio de 2009, 23.38CET

Olympiacos alcança "dobradinha"

O campeão grego ganhou a "dobradinha", ao bater AEK numa final de Taça inesquecível por 15-14, no desempate por grandes penalidades, com Antonis Nikopolidis a ser o herói dum encontro.

O Olympiacos CFP conquistou a "dobradinha" na Grécia, ao bater o AEK Athens FC (pelo qual Geraldo foi titular e Edinho entou no minuto 77) numa final de Taça inesquecível, por 15-14, no desempate por grandes penalidades. Antonis Nikopolidis foi o herói de um encontro que terminou empatado 4-4 no final do prolongamento.

Final emocionante
As duas equipas bateram 17 grandes penalidades cada, com o guardião do Olympiacos, Antonis Nikopolidis, de 38 anos, a converter-se no herói do dia, ao defender o disparo de Agustin Pelletieri e ao assumir a responsabilidade de bater o pontapé da marca dos 11 metros que seria o da vitória. Foi um final apropriado para aquela que terá sido a melhor final da Taça da Grécia de sempre, com o Olympiacos a recuperar de uma desvantagem de 2-0 e a erguer o troféu.

AEK começa bem
Ismael Blanco parecia lançar o AEK para o triunfo ao marcar de cabeça logo aos quatro minutos, a cruzamento de Rafik Djebbour, aumentando a vantagem quatro minutos depois, com um disparo de pé esquerdo. O Olympiacos recuperaria depois do intervalo, com o recém-entrado Matt Derbyshire a reduzir de cabeça na sequência de um cruzamento de Didier Domi e Dudu a empatar no minuto 70, depois de um erro da defesa do AEK.

Galletti marca e é expulso
Tudo parecia ter terminado perto do minuto 90 quando o remate em arco de Nacho Scocco bateu Nikopolidis, mas o inglês Derbyshire – emprestado pelo Blackburn Rovers FC – empataria a cruzamento de Luís Diogo, em período de compensações, mantendo tudo empatado. Luciano Galletti colocou o Olympiacos na frente no minuto 102, mas veria o segundo cartão amarelo e o consequente vermelho depois de tirar a camisola para festejar o golo.

Inesquecível
Avraam Papadopoulos iria ter com o seu colega ao balneário ao ver também o segundo cartão amarelo poucos minutos depois e o AEK tirou partido da vantagem numérica, com Scocco a bisar de pé esquerdo. No entanto, este golo apenas prolongaria a agonia do AEK, que terá a pequena consolação de ter participado num dos mais inesquecíveis encontros da história do futebol grego.

Última actualização: 03-05-09 17.09CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/memberassociations/association=gre/news/newsid=826257.html#olympiacos+alcanca+dobradinha