O "site" oficial do futebol europeu

Sochaux quer escapar à despromoção

Publicado: Segunda-feira, 12 de Maio de 2014, 11.07CET
"Se continuarmos a jogar como nos últimos jogos, podemos consegui-lo", disse o treinador Hervé Renard numa altura em que o Sochaux tenta fugir à despromoção.
por Christian Châtelet
de Paris
Sochaux quer escapar à despromoção
Emmanuel Mayuka (FC Sochaux-Montbéliard) ©AFP/Getty Images
Publicado: Segunda-feira, 12 de Maio de 2014, 11.07CET

Sochaux quer escapar à despromoção

"Se continuarmos a jogar como nos últimos jogos, podemos consegui-lo", disse o treinador Hervé Renard numa altura em que o Sochaux tenta fugir à despromoção.

"Quero disputar uma final frente ao Évian [Thonon Gaillard FC] no último dia da temporada", disse, em Outubro, o técnico Hervé Renard após assumir o comando do FC Sochaux-Montbéliard e, depois de um triunfo, por 2-1, no sábado, no terreno do Stade Rennais FC, o seu sonho será uma realidade, pois, na próxima semana, um sucesso poderá significar a manutenção na Ligue 1.

Na zona de despromoção durante a maior parte da época, o Sochaux viu-se, na deslocação deste fim-de-semana à Bretanha, à beira da descida de divisão. Com os resultados empatados 1-1 a 13 minutos do fim, os visitantes pareciam prontos a juntar-se ao AJ Ajaccio e ao Valenciennes FC na queda na Ligue 2, mas tudo isso mudou num instante, com um cabeceamento à boca da baliza de Emmanuel Mayuka deu à equipa de Renard os pontos e o direito a sonhar numa das melhores fugas das últimas temporadas.

O Évian – que venceu por 2-0 na recepção ao OGC Nice durante o fim-de-semana – visita o terreno do Sochaux com o Stade Bonal a registar desde já lotação esgotada, precisando de evitar a derrota para terminar com o recorde de 66 presenças dos anfitriões no principal escalão francês. Para Renard, vencedor da Taça nas Nações Africanas de 2012 pela Zâmbia, de Mayuka, chegar ao último dia da temporada com algo por disputar é um feito assinalável.

"Eles têm jogado pelo seu orgulho nos últimos quatro ou cinco meses", disse Renard, que sucedeu a Éric Hély como treinador do clube, numa altura em que este lutava directamente com o Ajaccio para fugir ao último lugar da tabela. "Há seis semanas, estávamos a oito pontos da linha de água. Sim, é claro que houve alguma descrença em mim, mas o plantel manteve a sua concentração e confiança no seu destino e, no sábado, fizemos o que tínhamos que fazer para ganhar".

O Sochaux está agora numa série de sete jogos sem perder, mas tem que triunfar para completar o seu acto de Lázaro. "Não temos outra hipótese que não seja vencer. Sabemos quão difíceis são as decisões, mas ainda nos falta isso. Se continuarmos a jogar como o fizemos nos últimos jogos, podemos consegui-lo".

Última actualização: 15-05-14 1.19CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Federações membro

http://pt.uefa.com/memberassociations/association=fra/news/newsid=2104734.html#sochaux+quer+escapar+despromocao