O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

UEFA e FARE marcam posição contra a discriminação

No arranque das semanas de acção "Pessoas do Futebol", ligadas à campanha "Não ao Racismo", Piara Powar, director-executivo da rede FARE, fala da luta contra a discriminação.

Say no to racism
Say no to racism

A UEFA dá o seu total apoio à mais ampla campanha anti-discriminação da Europa – as semanas de acção "Pessoas do Futebol", organizadas pela rede FARE (Futebol Contra o Racismo na Europa), sua parceira de longa data.

Entre 8 e 22 de Outubro de 2015, serão levadas a cabo uma vasta série de actividades de encorajamento a um futebol europeu livre de racismo, intolerância e xenofobia, as quais abrangerão 40 jogos das competições de clubes da UEFA, bem como encontros da Qualificação Europeia, sendo assim testemunhadas por milhões de adeptos, nos estádios e na televisão.

O director-executivo da rede FARE, Piara Powar, fala sobre o impacto da campanha "Não ao racismo" e dos regulamentos de clubes da UEFA.

O que são as semanas de acção "Pessoas do Futebol", desenvolvidas pela FARE?

Vemo-las como uma celebração. A ideia de que o futebol é para toda a gente, independentemente do seu passado, do local onde vive, da sua etnia, género, das suas deficiências ou da sua orientação sexual.

Qual é a essência da mensagem que procuram passar?

Para nós, a mensagem é só uma e é muito forte: juntos, lutamos contra a discriminação e procuramos dar visibilidade ao problema da discriminação. Mas, ao mesmo tempo, procuramos destacar valores como a solidariedade, a amizade e a compreensão.

Para além dos anúncios "Não ao Racismo" que passam nas televisões, haverá anúncios impressos, crianças a vestirem t-shirts "Não ao Racismo" ao lado das equipas quando estas subirem ao relvado e braçadeiras alusivas à mesma temática para serem envergadas pelos capitães de cada uma das equipas.

Teremos cerca de 2000 actividades; por esta altura, já nem conseguimos saber ao certo quantas serão. É algo que acaba por fugir ao nosso controlo, mas de forma positiva. Estamos muito satisfeitos por isso.

Qual o impacto dos novos regulamentos da UEFA, no que toca às sanções a aplicar aos clubes?

Temos uma série de directrizes e regras bem definidas, com castigos inerentes bem claros. Assim, todos sabem pelo que podem ser sancionados. E os responsáveis por aplicar a disciplina têm ao seu dispor algo concreto com que trabalhar.

Para ouvir esta e outras palavras de Piara Powar, clique no vídeo.

Para ficar a saber mais sobre as semanas de acção "Pessoas do Futebol" da FARE, visite farenet.org.

Para mais informações sobre a campanha "Não ao Racismo" da UEFA, visite UEFA.org.

Diga não ao racismo
Diga não ao racismo