O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Rede FARE recebe prémio europeu da tolerância

A rede FARE, parceira estratégica da UEFA, e Samuel Eto'o, da Sampdória, foram distinguidos com a Medalha Europeia da Tolerância pelo trabalho contra a discriminação.

Samuel Eto'o recebe a Medalha Europeia da Tolerância das mãos de Moshe Kantor, presidente da ECTR
Samuel Eto'o recebe a Medalha Europeia da Tolerância das mãos de Moshe Kantor, presidente da ECTR ©Getty Images

A rede FARE recebeu a Medalha Europeia da Tolerância, em Londres, devido aos "feitos excepcionais" para erradicar a discriminação do futebol.

A FARE tem sido parceira estratégica fundamental para a UEFA desde que ambas reuniram forças, em 2001. Têm colaborado em actividades destinadas a aumentar a consciencialização sobre a discriminação, incluindo a semanas "Pessoas do Futebol (Football People)", em Outubro, que utiliza jogos da UEFA Champions League, da UEFA Europa League e da Qualificação Europeia para dar destaque à mensagem. A FARE supervisiona também partidas das competições da UEFA em relação aos incidentes. O ponta-de-lança Samuel Eto'o, da UC Sampdoria, também foi distinguido com o prémio atribuído pelo Conselho Europeu para a Tolerância e Reconciliação (ECTR).

"A UEFA está encantada pelo facto de a rede FARE ter recebido esta distinção", disse William Gaillard, conselheiro especial do Presidente da UEFA. "É o reconhecimento dos seus esforços e sabedoria incansáveis na luta contra todas as formas de discriminação, no futebol e mais além. Estamos também agradados com a distinção entregue a Samuel Eto'o; não só um bom jogador, que tem enriquecido o futebol europeu, mas também uma pessoa que tem tentado ajudar à mudança de mentalidades, após ter sido vítima destes flagelos."

A ECTR disse: "Tal como o racismo, o anti-semitismo e o ódio estão mais uma vez a manifestar-se, no campo e nas salas de aulas dos clubes desportivos e das instituições. Samuel Eto'o e a rede FARE são distinguidos pela sua posição forte e acção contra o crescente racismo, anti-semitismo e intolerância no desporto, em geral, e no futebol, em particular."