O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

A responsabilidade social da UEFA

A UEFA reforçou o seu empenho na área da responsabilidade social durante uma importante reunião que decorreu em Nyon.

A UEFA aproveitou a primeira reunião do novo Comité de Fair Play e de Responsabilidade Social, que decorreu na sede da UEFA, em Nyon, na Suíça, para reforçar o seu empenho na área da responsabilidade social.

Propostas importantes
Este comité surgiu na sequência das alterações efectuadas no último mês de Maio aos estatutos da UEFA e vai funcionar sob a supervisão do vice-presidente da UEFA, Senes Erzik, tendo já gerado algumas propostas importantes. Entre elas conta-se a escolha do Comité Internacional da Cruz Vermelha (ICRC) como parceiro oficial de solidariedade do UEFA EURO 2008™. Há vários anos que o ICRC trabalha com a UEFA, tendo já colaborado numa campanha durante o UEFA EURO 2004™, em Portugal, na qual os árbitros de elite ajudaram a combater o flagelo das crianças na guerra.

Ajuda à Grécia
O Comité propôs também uma doação de aproximadamente 608,600 euros à Federação Helénica de Futebol para a reconstrução das infra-estruturas dedicadas ao futebol, destruídas pelos incêndios que recentemente afectaram a Grécia. As várias propostas vão ser sujeitas à aprovação do Comité Executivo da UEFA, que vai reunir-se em Istambul, a 26 e 27 de Setembro.

Tolerância zero
Na abertura da reunião, o Presidente da UEFA destacou a importância do fair play e da responsabilidade social no Mundo actual. Michel Platini também reforçou a política de "tolerância zero" em relação a toda e qualquer forma de racismo, discriminação ou de violência no futebol. Platini apresentou uma proposta para envolver representantes de associações de adeptos nos trabalhos deste comité, uma iniciativa que mereceu um apoio unânime. O Comité também aprovou o princípio de dedicar cerca de 0,7 por cento das receitas médias da UEFA ao futebol e às actividades de responsabilidade social. (Tendo em conta a receita média anual da UEFA, esta verba rondará os 4.259,740 euros).

Estratégia da UEFA
O Comité também apoiou a Estratégia de Responsabilidade Social e do Futebol da UEFA (FSR). Este projecto visa fortalecer a saúde e a integridade do futebol e da sociedade como um todo. Pretende também ajudar o público e alguns grupos alvo a perceber que, ao zelar pelo futebol, a preocupação da UEFA vai muito para além daquilo que se passa dentro de campo.

Parcerias fundamentais
Ao combinar actividades de comunicação com o apoio financeiro, o programa de responsabilidade social e do futebol da UEFA está centrado num leque de parcerias fundamentais com organizações que estão empenhadas em lutar contra problemas que foram seleccionados estrategicamente. As principais áreas de trabalho são o racismo, a paz e o futebol para todos, assim como o auxílio humanitário. Este leque é complementado por parcerias "ad hoc" e pela entrega anual do Prémio Mónaco.