O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Adeptos do Celtic recordam Fehér

Nuno Gomes enalteceu sobremaneira a atitude dos adeptos escoceses, que prestaram tributo a Miklós Fehér, malogrado jogador do Benfica falecido em 2004.

Apesar da derrota da sua equipa, os adeptos do Celtic saíram de Lisboa com profundo respeito e admiração dos adeptos portugueses depois do “gesto único e maravilhoso” em honra de Miklós Fehér, o malogrado jogador do Benfica.

“Nunca caminharás sozinho”
Fehér faleceu a 25 de Janeiro de 2004 na sequência de um ataque cardíaco durante a partida entre os "encarnados" e o Vitória de Guimarães, pelo que os adeptos do Celtic decidiram honrar a sua memória no encontro de quarta-feira, a contar para o Grupo F, ao mostrarem uma camisola gigantesca com o número 29 e o nome do avançado húngaro estampado com a frase: “Nunca caminharás sozinho (You'll never walk alone").

Entrega da camisola
Após a vitória do Benfica por 3-0, Roddy Mackay, Ritchie Feenie e David McAnsh, adeptos do Celtic, entregaram a camisola ao capitão Simão e a Nuno Gomes. O trio ajudou ainda a reunir cerca de 1500 euros em quatro dias para pagar a camisola e ofereceu a quantia remanescente ao Benfica, para ser doada a uma instituição de saúde de Lisboa que trabalhe questões na área em causa.

“Gesto único e maravilhoso”
"Foi um gesto único e maravilhoso e queremos muito agradecê-lo”, disse Nuno Gomes ao uefa.com. "Não se vê isto muitas vezes e os adeptos de todo o mundo podem seguir este exemplo dos congéneres britânicos. Estamos muito sensibilizados porque todos os dias nos lembramos do nosso amigo Miki Fehér. Ele está sempre connosco. Este é um enorme exemplo de amizade vindo de um clube adversário”, disse o internacional português ao uefa.com.

Elogio de Lennon
Por seu lado, o capitão do Celtic, Neil Lennon, afirmou: "Todos sabem quão apaixonados são estes adeptos, não só pelo seu clube como pelo futebol em geral. É um gesto ímpar de que temos muito orgulho”.