Jogadores e UEFA assinam protocolo

A UEFA e a FIFPro assinaram um protocolo em que ficam definidos os papéis de ambos os organismos no futebol europeu.

A UEFA e a organização de jogadores, FIFPro, assinaram um protocolo de entendimento no qual ficam definidos os papéis e posições de ambos os organismos no futebol profissional europeu.

Assinatura no Mónaco
O acordo foi assinado no Mónaco, durante uma cerimónia na qual estiveram presentes o Director-Executivo da UEFA Lars-Christer Olsson, o Presidente da FIFPro, Gordon Taylor, e o secretário-geral daquela organização, Theo van Seggelen.

Para bem do futebol
O organismo responsável pelo futebol europeu afirmou que o acordo "vai criar as bases para um relacionamento entre a UEFA e a FIFPro e permitirá que discutam diversos aspectos do futebol profissional na Europa, para bem de toda a família do futebol".

Valores comuns
Este relacionamento será baseado naquilo que ambas as partes designaram como o "acreditar em valores comuns". Aqui estão incluídas a solidariedade e a redistribuição equitativa da riqueza, graças a uma gestão central dos recursos, a especificidade da carreira de um futebolista profissional, a especificidade deste desporto, a autonomia das federações e ainda o facto de que o futebol é melhor servido pelas estruturas já existentes. Para além disto, ambas as partes concordam que as selecções nacionais trazem "benefícios claros para os jogadores, os clubes, as ligas e as as federações" e "são um complemento essencial e um elemento de equilíbrio para o futebol dos clubes".

Competições fortes
O memorando também apoia a ideia de que campeonatos e competições nacionais fortes são vitais para a existência de um futebol profissional forte. Deve ser estabelecido um equilíbrio entre a legislação laboral e as características específicas do futebol enquanto desporto, devendo o futebol ser capaz de resolver os seus próprios diferendos.

Diálogo permanente
O desejo de UEFA de envolver todos os sectores do futebol europeu no processo de consultas e de tomada de decisões sofreu uma grande evolução nos últimos tempos. A UEFA tem estado envolvida num diálogo permanente com a FIFPro e as Ligas Profissionais Europeias de Futebol (EPFL).

Passo importante
"Este é um passo importante para a UEFA como organismo responsável pela gestão do futebol europeu", afirmou ao uefa.com o director de futebol profissional da UEFA, Giorgio Marchetti. "Sentimos a responsabilidade de falar com todas as partes interessadas e não há nenhuma dúvida de que os jogadores são uma parte importante deste desporto. Sentimos que era necessário criar uma linha de comunicação com os representantes dos jogadores".

Estrutura criada
"Com este memorando, criámos uma estrutura, chegámos a acordo relativamente a uma lista dos valores que partilhamos e todos eles são importantes para o bem-estar do desporto".

Boa cooperação
"Este é um passo muito positivo para uma boa cooperação entre as partes mais importantes deste desporto", afirmou Taylor. "Como a influência dos jogadores tem aumentado, é importante que possamos trabalhar em conjunto para resolver assuntos que são fundamentais para os jogadores, com destaque para o futuro do futebol, a solidariedade, a necessidade de manter a competitividades, boas políticas anti-doping e sobre assuntos onde o futebol pode ter um grande impacto, como a luta contra o racismo".

Topo