Regresso ao Jogo: a UEFA está a preparar-se para o regresso seguro das suas competições de elite.
Saiba mais >
 

Fundação Johan Cruyff é sucesso em Espanha

A Fundação Johan Cruyff, vencedora de um prémio da UEFA, formou 16 treinadores para trabalharem em Espanha e continua a promover os seus esforços em prol das crianças e jovens.

Bem-sucedidos treinadores da Fundação Cruyff, em Espanha
Bem-sucedidos treinadores da Fundação Cruyff, em Espanha ©Johan Cruyff Foundation

A Fundação Johan Cruyff – que em Agosto recebeu o Prémio de Solidariedade do Mónaco de 2013 no valor de um milhão de euros – continua a zelar pelo bem estar físico e mental de crianças e jovens, treinando técnicos para ajudarem os mais novos a ganharem o gosto pelo futebol.

A organização, que tem o nome da grande estrela do futebol holandês, cria lugares seguros para as crianças praticarem desporto e organiza eventos para estimular a prática desportiva e a educação - em particular com a construção dos Campos Cruyff, que são pequenos relvados artificiais, em todo o Mundo.

Na segunda-feira, a popular fundação atingiu um marco histórico em Espanha ao qualificar, de forma certificada, os primeiros treinadores da Fundação Cruyff naquele país. Dezasseis pessoas que trabalham nos sete Campos Cruyff em Espanha terminaram os estudos para se tornarem treinadores profissionais. Enquanto treinadores, aprendem a ajudar um grupo de jovens a criar um qualquer evento num Campo Cruyff.

A Fundação Cruyff ganhou respeito e reconhecimento pelo seu trabalho com os jovens - especialmente crianças com deficiências - e projectos dirigidos à comunidade. Foi fundada em 1997 pelo desejo de Johan Cruyff em ajudar jovens a ter sucesso no desporto e no exercício físico. A fundação assegura que o desporto contribua de forma significativa para o bem-estar e desenvolvimento pessoal das crianças, e promova a participação na sociedade de cidadãos com deficiências.

Existem mais de 180 Campos Cruyff em toda a Europa. Todas as semanas milhares de jovens participam em actividades organizadas nestes campos, como por exemplo o torneio de futebol 6 contra 6 dos Campos Cruyff e o Programa Comunitário da Fundação Cruyff. Em todo o Mundo, mais de 20 mil crianças já desfrutaram do 6 contra 6 dos Campos Cruyff e quase 900 crianças estão no Programa Comunitário.

"O Campo Cruyff é de longe o mais importante estágio de desenvolvimento para os jovens", disse Carole Thate, directora da Fundação Johan Cruyff. "Para contribuir para este desenvolvimento, [a fundação] criou o Programa Comunitário. Profissionais aprendem a ajudar os jovens neste projecto específico."

"Um treinador da Fundação Cruyff trabalha com o intuito de ligar os jovens ao seu bairro ou ao seu Campo Cruyff. Até agora, os cursos tiveram lugar na Holanda, Malásia, Caraíbas Holandesas [Bonaire, Sint Eustatius e Saba] e Aruba."

"Hoje, em Espanha, os treinadores também podem trabalhar no programa comunitário. Para expandir o programa na Europa, vamos dar início um curso europeu em Amesterdão em 2014. Desta forma, mais jovens podem desenvolver-se e permanecer activos no seu bairro e nos Campos Cruyff durante um maior período de tempo."

Depois de terminar com sucesso o seu curso e tornar-se num treinador da Fundação Cruyff, o técnico fica responsável por um máximo de 12 jovens com idades entre os 14 e os 21 anos. Durante dois meses, o treinador ajuda os jovens a criarem um evento num Campo Cruyff. Durante o projecto, o treinador supervisiona os passos que o grupo dá e estimula os jovens no seu crescimento individual.

Catorze regras Johan Cruyff - 14 por ser o número que Cruyff tornou famoso ao usar nas suas camisolas do AFC Ajax e da selecção holandesa - são seguidas em todos os Campos Cruyff e são importantes para todas as actividades. Estas regras centram-se no respeito, jogar em conjunto e de forma integrada, bem como em temas como a responsabilidade, o desenvolvimento e a criatividade. Depois de completarem um projecto, os jovens recebem um certificado e podem ser chamados para futuras organizações no seu bairro.

O Prémio de Solidariedade do Mónaco da UEFA trouxe reconhecimento ao trabalho feito pela fundação desde há vários anos e significa que o corpo organizativo pode criar novas iniciativas envolvendo os Campos Cruyff. Um corolário extremamente positivo de tudo isto é que exigindo responsabilidade aos jovens, a sua ambição e auto-confiança crescem também fora dos Campos Cruyff.

A somar a isto, os laços com os seus bairros saem reforçados e eles permanecem envolvidos nas actividades. Depois, o facto de serem treinados para se tornarem num treinador da Fundação Cruyff, pode inspirar gerações futuras a fazê-lo também. Desde segunda-feira, a Espanha é o mais recente país a beneficiar destes treinadores - por isso é motivador saber que o Prémio de Solidariedade do Mónaco da UEFA ficou em boas mãos.

Topo