Árbitras italianas convidadas para o jogo da Supertaça Europeia

As árbitras italianas Annalisa Moccia e Giulia Nicastro, que foram vítimas de comportamento sexista nos últimos jogos, foram convidadas pela UEFA para marcar presença no jogo da Supertaça Europeia da UEFA entre o Liverpool e o Chelsea, em Istambul, na quarta-feira.

As árbitras Annalisa Moccia and Giulia Nicastro
As árbitras Annalisa Moccia and Giulia Nicastro ©FIGC

A UEFA convidou duas árbitras italianas que foram vítimas de comportamento sexista em partidas recentes para marcar presença do jogo da Supertaça Europeia da UEFA entre Liverpool e Chelsea, em Istambul, na quarta-feira.

Annalisa Moccia e Giulia Nicastro participaram em partidas domésticas como árbitras assistentes e árbitras quando foram sujeitas a conduta e observações de natureza sexista por um comentador televisivo e um jogador, respectivamente.

A UEFA convidou as duas juízas para representarem as árbitras italianas no jogo de abertura das competições europeias de clubes no Beşiktaş Park.

"Condenamos firmemente qualquer forma de conduta sexista, discriminatória, depreciativa ou abusiva em relação às árbitras, que são dignas do mais alto respeito pela contribuição crucial não apenas para o crescimento do futebol feminino, mas também para o desenvolvimento geral do futebol feminino em toda a Europa", afirmou o Presidente da UEFA, Aleksander Čeferin.

"A UEFA está encantada por convidar Annalisa Moccia e Giulia Nicastro para a partida da Supertaça Europeia em Istambul", acrescentou.

A partida na Turquia será histórica, já que será arbitrada pela francesa Stéphanie Frappart - a primeira vez que uma árbitra dirige uma final das principais provas da UEFA.

A Associação Italiana de Árbitros (AIA) acolheu o convite da UEFA e, em comunicado, defendeu: "O presidente Marcello Nicchi agradece a admirável iniciativa, assim como a sensibilidade demonstrada pelo presidente da UEFA, Aleksander Čeferin."

Topo