Skomina honrado com nomeação para a final

Damir Skomina está orgulhoso por ter sido escolhido para dirigir a final da UEFA Europa League e o juiz esloveno diz que a sua equipa está determinada num desempenho ao mais alto nível.

O esloveno Damir Skomina irá dirigir a final da UEFA Europa League
O esloveno Damir Skomina irá dirigir a final da UEFA Europa League ©Getty Images

Damir Skomina está a encarar a sua mais recente tarefa – a final de quarta-feira da UEFA Europa League entre o Ajax e o Manchester United, em Estocolmo – com a mesma concentração que o levou até ao topo da arbitragem internacional.

Pai de dois filhos de 40 anos oriundo de Koper, cidade situada na costa eslovena do Adriático e perto das fronteiras com a Itália e a Croácia, descreveu a sua nomeação para o encontro como "uma grande honra".

Árbitro internacional desde 2003, Skomina será coadjuvado em Estocolmo por cinco compatriotas – os árbitros-assistentes Jure Praprotnik e Robert Vukan, pelos árbitros-assistentes adicionais Matej Jug e Slavko Vinčić e pelo árbitro-assistente de reserva, Tomaž Klančnik. A equipa de arbitragem fica completa com o italiano Gianluca Rocchi, que será o quarto-árbitro.

Skomina tem sido uma presença regular na UEFA Champions League e UEFA Europa League há já vários anos e está claramente habituado aos grandes palcos.

Dirigiu a SuperTaça Europeia da UEFA de 2012, entre o Chelsea e o Atlético Madrid, assim como, em 2007, a final do Campeonato da Europa de Sub-21, entre a Holanda e a Sérvia. Foi ainda o quarto-árbitro na final da UEFA Champions League de 2013, que opôs os rivais alemães Borussia Dortmund e Bayern München. Adicionalmente, fez parte da equipa de árbitros no UEFA EURO 2012 e UEFA EURO 2016.

Começou a arbitrar em 1992, com apenas 16 anos. "Jogava futebol, mas, quando tinha 15 anos os médicos disseram-me para parar, porque pensavam que eu tinha um problema de saúde. Então, já com 21 anos, disseram-me que haviam cometido um erro e que eu, se quisesse, poderia voltar a jogar – mas já era demasiado tarde, pois já estava a arbitrar!"

A equipa de arbitragem preparar-se-á para a final da UEFA Europa League nos balneários, com música a tocar em fundo – "Temos uma escolha de músicas de que gostamos", diz Skomina. Concentração e motivação serão totais à medida que o pontapé-de-saída se aproxima.

Parte da preparação de um árbitro de topo envolve estudar as tácticas das equipas e as características dos respectivos jogadores – uma inovação que Skomina saúda entusiasticamente: "Se nos prepararmos bem, desta forma, daremos a nós próprios melhores hipóteses de termos sucesso", considera.

A equipa de arbitragem presente em Estocolmo estará bastante ciente de que estará a ajudar a proteger a imagem do futebol dentro das quatro linhas. "A UEFA tem há vários anos um 'slogan' bastante forte – Respect / Respeito – e haverá muitos jovens a assistir ao encontro. É importante dar o exemplo a esses jovens", explica Skomina.

Skomina e os seus companheiros estão determinados em exibirem-se no máximo das respectivas capacidades na quarta-feira. "Somos uma equipa juntamente com as outras duas em competição", enfatiza.

"Encorajar-nos-emos uns aos outros e transmitiremos uns aos outros aquela sensação 'Estou aqui para ti' – e daremos o nosso melhor para termos sucesso como equipa neste jogo importante."

Topo