O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Árbitros reunidos para curso de Inverno

A UEFA vai realizar esta semana, em Roma, o curso de Inverno para os principais árbitros europeus, com as árbitras de elite a serem convidadas a participar pela primeira vez.

Os árbitros durante o curso de Inverno do ano passado, que decorreu em Antalya, na Turquia
Os árbitros durante o curso de Inverno do ano passado, que decorreu em Antalya, na Turquia ©Sportsfile

Os principais árbitros europeus vão estar esta semana em Roma para participar no curso anual de Inverno da UEFA. Vão aproveitar para aprimorar as respectivas preparações para as eliminatórias das competições europeias de clubes, enquanto os novos árbitros internacionais vão ficar a conhecer as responsabilidades que passam a ter a nível europeu. Pela primeira vez, as árbitras de elite foram convidadas, pois muitas delas vão estar presentes no UEFA Women’s EURO 2013.

O organismo responsável pelo futebol europeu organiza anualmente dois grandes eventos de arbitragem: um encontro de Verão, onde os árbitros recebem informações para a nova época e instruções específicas para aplicar nos jogos de clubes e de selecções nacionais, e uma reunião de Inverno, destinada a orientar os árbitros na segunda parte da época.

O 21º Curso Avançado para Árbitros de Elite e o 22º Curso Introdutório para Árbitros Internacionais contaram com uma inovação interessante. "Pela primeira vez na história, mulheres e homens vão participar em conjunto nas sessões técnicas e práticas", destacou Pierluigi Collina, responsável pela arbitragem da UEFA, na mensagem de boas-vindas aos participantes nos cursos. "Estou convencido que esta é uma boa iniciativa, pois o futebol feminino e, consequentemente, a arbitragem feminina, são cada vez mais importantes".

O curso introdutório conta com 45 participantes, com os novos árbitros internacionais a representarem 29 federações nacionais. "Vai ser a sua primeira experiência a nível internacional para a maioria deles, embora 17 já tenham participado no programa CORE em Nyon, o que só vem confirmar a importância desta iniciativa para o desenvolvimento da arbitragem", destacou Collina. "Este é o ponto de partida na preparação para que possam dirigir jogos da UEFA. As primeiras nomeações como árbitros internacionais serão para jogos em mini-torneios dos escalões jovens ou pré-eliminatórias das competições europeias de clubes".

Os novos internacionais vão realizar testes médicos rigorosos e serão submetidos ao teste físico da FIFA. Também serão avaliados os conhecimentos de inglês dos participantes, pois esta é a língua mais utilizada na arbitragem da UEFA. Nas sessões técnicas, os participantes vão assistir a apresentações de membros do Comité de Arbitragem da UEFA e participar em sessões de vídeo em que terão oportunidade de analisar jogadas de desafios das competições europeias compiladas especificamente para este curso.

Árbitros do sexo masculino e feminino vão participar no curso avançado entre segunda a quinta-feira. São 22 homens e 16 mulheres da categoria de elite, 15 árbitros do sexo masculino e cinco do sexo feminino da categoria de desenvolvimento, 16 homens da primeira categoria e três de segunda. Entre os árbitros femininos estão as nove escolhidas para dirigir os jogos do UEFA Women’s EURO 2013 que este Verão vai ser disputado na Suécia.

No dia da chegada, será seleccionado um lote de árbitros para passarem por uma triagem de prevenção de lesões. "Os jogos a eliminar da UEFA Champions League e da UEFA Europa League estão prestes a começar e todos precisam de estar bem preparados, pelo que [os árbitros] vão receber instruções dos membros do Comité de Arbitragem da UEFA através da análise de gravações de jogos", salientou Collina. "Como é hábito, todos os árbitros serão submetidos a um programa muito intenso, que é muito importante para a sua preparação".