Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Foco na luta contra a viciação de resultados

O grupo de trabalho da UEFA sobre viciação de resultados reuniu-se em Barcelona e recebeu com agrado vários desenvolvimentos recentes na luta contra o fenómeno.

Participantes na reunião de Barcelona
Participantes na reunião de Barcelona ©UEFA

A segunda reunião do grupo de trabalho da UEFA sobre viciação de resultados, realizada em Barcelona, reforçou a determinação global para eliminar este fenómeno negativo da modalidade.

Este último intercâmbio oficial juntou agentes de integridade da UEFA e procuradores de Estados e federações nacionais, polícia e agentes de prevenção criminal, bem como peritos em apostas e jogos de sorte, oriundos de numerosos países. É um encontro que sucede ao evento realizado na sessão inaugural na Casa do Futebol Europeu, em Nyon, no passado mês de Abril.

O objectivo do grupo de trabalho é, entre outros, construir um enquadramento e estratégia para a luta futura contra a viciação de resultados, e o encontro de Barcelona recebeu com agrado vários desenvolvimentos recentes que fortaleceram esta campanha.

Em Abril, a UEFA e a agência policial da União Europeia, Europol, assinaram um memorando de entendimento com o objectivo de reforçar a luta contra a viciação de resultados no futebol europeu. Sob a égide deste memorando, a Europol e a UEFA comprometeram-se a colaborar em actividades conjuntas e em implementar projectos relevantes, bem como partilhar informação sobre casos suspeitos de viciação de resultados e os métodos usados por indivíduos ou organizações criminosas na manipulação jogos. A Europol dá também assistência especializada e aconselhamento à UEFA e suas 54 federações-membro sobre organização criminal contemporânea na área da viciação de resultados.

A reunião de Barcelona saudou também a nova convenção do Conselho da Europa sobre manipulação de competições desportivas, considerando-a um marco importante na campanha contra a viciação de resultados. Os ministros do Desporto da União Europeia reuniram-se em Macolin, Suíça, em Setembro, para assinarem a convenção. A família do futebol europeu sublinhou o seu total empenho em banir o que o Presidente da UEFA, Michel Platini, descreveu como "uma triste e grave realidade".

A relação entre as autoridades do futebol, autoridades governamentais e organismos de aplicação das leis é vista pela UEFA como um componente crucial na batalha contra a viciação de resultados. O grupo de trabalho concordou que a relação entre organismos desportivos e de aplicação da lei necessitam de confiança mútua, e que as relações têm de ser construídas ao longo do tempo a nível nacional e internacional.

Medidas concretas de cooperação e fortalecimento de confiança incluem diversos eventos de formação; os organismos desportivos são formados em valências de investigação e os organismos de aplicação da lei são orientados por entre questões de viciação de resultados e mercados de apostas. O grupo de trabalho sugeriu desenvolver ainda mais processos concretos sobre como as diferentes partes interessadas devem trabalhar em conjunto, em particular tendo em vista a nova convenção do Conselho da Europa.

Os participantes em Barcelona realçaram a necessidade de os governos locais introduzirem legislação que permita a partilha de informação além-fronteiras na luta contra a viciação de resultados. Alguns relataram também que recentes modificações das legislações locais em certos países deram aos procuradores muito mais possibilidades de lidar com casos de manipulação de jogos.

O grupo de trabalho irá encontrar-se anualmente, com a próxima reunião agendada para o Outono de 2015.

Topo