Relatório da UEFA destaca caminhada do futebol europeu para a rentabilidade

A UEFA publicou o seu décimo relatório de referência do licenciamento de clubes no futebol europeu, uma visão geral de 700 clubes de primeira divisão que destaca lucros e receitas recordes, e mostra tendências de dez anos.

O relatório de benchmarking do licenciamento de clubes da UEFA fornece informações importantes
O relatório de benchmarking do licenciamento de clubes da UEFA fornece informações importantes ©UEFA.com

A UEFA publicou a décima edição do seu relatório anual de referência do licenciamento de clubes sobre o futebol europeu, denominado em inglês "The European Club Footballing Landscape". Além de focar-se no ano financeiro de 2017, a décima edição analisa igualmente as principais tendências dos últimos dez anos.

O relatório fornece a visão geral mais abrangente e transparente já publicada do estado financeiro do futebol europeu. Tanto os dados de 2017, como as tendências detalhadas de dez anos, apresentam um quadro positivo. Pela primeira vez, todos os 700 clubes do escalão principal geraram juntos um lucro líquido no ano financeiro de 2017. Esses lucros líquidos de 615 milhões de euros - lucros após transferências, actividades não-operacionais, financiamento, impostos e desinvestimento - reflectem seis anos consecutivos de melhorias desde a introdução do "fair play" financeiro.

Olhando para os últimos dez anos, o relatório apresenta uma narrativa clara de duas partes distintas: os anos pós-recessão e pré-regulação de 2008-2011, e o período desde 2012, quando foi introduzida a regulamentação financeira da UEFA e, subsequentemente, um conjunto de regulamentos nacionais. Os custos em espiral dos clubes, principalmente os salários, causaram perdas de 600 milhões de euros em 2008 para 1700 milhões de euros em 2011. No entanto, as perdas foram reduzidas a cada ano desde a introdução do "fair play financeiro", e transformaram-se finalmente em lucro líquido em 2017.

No prefácio do relatório, o Presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, afirmou: “Este relatório mostra os muitos sucessos do futebol europeu. Mostra que as tendências positivas de receita, investimento e lucro identificadas no relatório do ano passado continuam. A saúde subjacente do futebol europeu de clubes é destacada, com os 700 clubes da primeira divisão juntos a gerarem o primeiro lucro da história em toda a tabela. Assim, não é de admirar que o interesse pelo futebol europeu esteja a espalhar-se pelo mundo, como demonstram os muitos milhões de activações nas redes sociais e as inúmeras aquisições de clubes por investidores estrangeiros.”

Descarregue o relatório completo aqui (em inglês)

Topo