Intercâmbio importante na formação de treinadores

O programa de intercâmbio de candidatos à licença UEFA Pro continua esta Primavera com seminários criados para ajudarem as federações nesta área fundamental da modalidade.

Candidatos a treinadores num seminário recente em Nyon
Candidatos a treinadores num seminário recente em Nyon ©UEFA

Um inovador programa de intercâmbio de estudantes candidatos à licença UEFA Pro continua a actividade na Primavera, neste seu primeiro ano, com a realização de dois seminários, a terem lugar na Casa do Futebol Europeu, em Nyon.

Os participantes em cada curso virão de três ou quatro federações europeias e são conduzidos pelos respectivos directores da área de formação. A UEFA nomeia tutores/formadores de treinadores experientes para trabalharem com o director-técnico da UEFA e os serviços educativos de futebol da UEFA nos eventos, estando os membros do Painel Jira da UEFA também envolvidos activamente com os apresentadores convidados.

De 22 a 25 de Abril, estudantes do Azerbaijão, Estónia, Rússia e País de Gales vão estar em Nyon, a que se seguirão, de 7 a 10 de Maio, as delegações da Bélgica, da Antiga República Jugoslava da Macedónia, República da Irlanda e Suíça. Grupos de discussão, fóruns, análises de jogos da UEFA Champions League e debates com treinadores profissionais vão estar na agenda.

Estes vão ser os terceiros e quartos eventos da primeira temporada depois de dois encontros piloto no Verão passado, com mais dois seminários a estarem planeados para o Outono. As federações receberam com agrado o intercâmbio de ideias com os seus colegas de outros países onde se procuraram padrões comuns no contexto internacional. "Procuramos aqui encorajar os treinadores em formação a expandirem os seus horizontes", disse o director técnico da UEFA Andy Roxburgh. "O nosso objectivo é dar ajudar às federações nesta área fundamental que é a formação de treinadores."

Os treinadores recebem muito aconselhamento nestes seminários. "O mais importante é nunca pararem de fazer perguntas", disse Roxburgh. "Recebem informação, melhoram os relacionamentos, ajudam-nos a melhorar, a motivar as pessoas, estimula o pensamento e constrói confiança."

As discussões giram, por exemplo, em como é que um treinador tem de lidar com uma situação de crise, da força mental necessária para lidar com situações de pressão e as competências humanas como a honestidade, a boa comunicação, a paixão e a atitude positiva que são necessárias. Numa sessão de comunicação, o treinador é confrontado com uma "situação de flash interview" semelhante a um encontro da UEFA Champions League.

Topo