O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Reacção da UEFA à última declaração da A22 Sports

Representantes de topo do futebol europeu, jogadores, clubes, ligas e adeptos participaram na reunião de hoje.

UEFA

A A22 Sports Management publicou hoje um relato da sua visita à sede da UEFA, em Nyon. A UEFA está actualmente a verificar a gravação para aferir se se trata do mesmo encontro. 

Os “outros executivos” a que se referem não eram burocratas sem rosto, mas representantes seniores de todo o futebol europeu, jogadores, clubes, ligas e adeptos, pessoas que vivem e respiram futebol todos os dias. Deixar de reconhecer isso é desrespeitoso.

Se há algo a reter a partir de hoje, deve ser que todo o futebol europeu se opõe ao seu plano ganancioso, como foi claramente reportado no nosso comunicado aos media. O futebol europeu tem demonstrado constantemente a sua abertura à mudança mas a mesma deve ser em benefício de todos e não apenas de alguns clubes.

A A22 queria diálogo, por isso concedemos duas horas e meia com todas as partes interessadas no jogo e cada um rejeitou a sua abordagem. Como disse a Football Supporters’ Association, o Reino Unido teve tantos primeiros-ministros nos últimos dois meses quantos apoiantes dos seus planos.

Alegam não representar os três clubes restantes. Recusam-se em definir qual é a sua suposta nova abordagem, afirmando que procuram o diálogo. Contudo, quando apresentada essa oportunidade, não têm nada a dizer.

A hora do verdadeiro diálogo é amanhã, quando a Convenção sobre o Futuro do Futebol Europeu se reunir novamente aqui, em Nyon. Federações nacionais, clubes, ligas, treinadores, jogadores, adeptos, agentes e administradores vão reunir-se para discutir os problemas reais que o futebol enfrenta, não para perder tempo a entregar a banqueiros e executivos de marketing as ideias que colocam em risco o futuro do desporto mais popular em todo o mundo.