O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Pasching nega “dobradinha” ao Áustria Viena

Daniel Sobkova apontou o único golo no Ernst-Happel-Stadion, em Viena, e permitiu ao Pasching conseguir um surpreendente triunfo sobre o campeão Áustria Viena na final da Taça.

O Pasching tinha deixado pelo caminho o Rapid de Viena e o Salzburgo nos quartos-de-final e nas meias-finais, respectivamente
O Pasching tinha deixado pelo caminho o Rapid de Viena e o Salzburgo nos quartos-de-final e nas meias-finais, respectivamente ©GEPA

O FC Pasching, da terceira divisão, conseguiu um surpreendente triunfo por 1-0 sobre o campeão FK Austria Wien na final da Taça da Áustria.

Os 16.500 espectadores que estiveram no Ernst-Happel-Stadion, em Viena, viram Daniel Sobkova apontar o golo decisivo no início do segundo tempo e impedir que o clube da capital de fazer a “dobradinha”. Ivan Kovacec avançou pelo flanco esquerdo e fez um cruzamento perfeito para Sobkova, que cabeceou e levou a bola a passar por entre as pernas do guarda-redes Heinz Lindner.

O jogo começou a um ritmo elevado, apesar da chuva intensa e da temperatura baixa. Alexander Gorgon marcou um livre aos quatro minutos e obrigou o guarda-redes do Pasching, Hans-Peter Berger, a desviar para a trave. No canto subsequente, Alexander Grünwald rematou de primeira, mas demasiado por alto. A equipa do terceiro escalão não baixou os braços e Sobkova criou perigo, antes de Lindner defender um remate à queima-roupa de Kovacec.

Gorgon acertou no poste com um remate de longa distância no final do primeiro tempo e o Pasching foi mais feliz quando Sobkova marcou dois minutos após o reinício. O Áustria de Viena parecia em estado de choque, mas recuperou e cercou a baliza de Berger na meia-hora final. O guarda-redes negou o golo a Tomas Šimkovic e a Tomáš Jun com defesas por instinto, mas foi Philipp Hosiner que desperdiçou a melhor oportunidade, quando rematou por cima a sete minutos do final.