Nilsson assume comando da federação sueca

O antigo árbitro internacional Karl-Erik Nilsson é o sucessor de Lars-Åke Lagrell como presidente da Federação Sueca de Futebol e mostra-se entusiasmado com o desafio.

Karl-Erik Nilsson é o novo presidente da federação sueca
Karl-Erik Nilsson é o novo presidente da federação sueca ©Bildbyrån

Karl-Erik Nilsson, antigo árbitro FIFA, foi eleito como novo presidente da Federação Sueca de Futebol (SvFF) e antecipa um ano cheio de trabalho. "O EURO 2012, os Jogos Olímpicos e o novo estádio nacional são apenas alguns dos projectos entusiasmantes a acontecer", afirmou.

Nilsson, de 54 anos, sucede a Lars-Åke Lagrell, que deixou o cargo ao fim de 21 anos ao leme da federação sueca, e vê o desafio com bons olhos. "Toda a minha vida estive ligado ao futebol e tenho experiência em vários níveis de liderança. Mal posso esperar por começar", revelou.

O antigo árbitro internacional trabalhou como professor até entrar para a política, acabando por ser eleito presidente da câmara municipal da cidade onde nasceu, Emmaboda, de 1995 a 2006, ano em que abandonou a política activa.

O seu primeiro encontro arbitrado no campeonato sueco aconteceu em 1992 e, apenas dois anos volvidos, recebeu as insígnias da FIFA e começou a apitar jogos internacionais. Ao fim de 150 partidas na Liga sueca e 100 internacionais, retirou-se em Julho de 2002.

Actualmente também é presidente da associação de futebol da região de Bohuslan, na Suécia, e membro da direcção do IK Oddevold, cargos que manterá.

Em 2009, destacou-se pelo modo como usou as suas aptidões de liderança e os seus conhecimentos de futebol enquanto director do Campeonato da Europa de Sub-21.

O torneio chamou mais de 160 mil pessoas durante os 15 jogos e a selecção sueca deu enormes esperanças aos adeptos locais, só perdendo nas meias-finais após uma emotiva eliminação nas grandes penalidades, contra a Inglaterra. A experiência de 2009 abriu o apetite do novo presidente da SvFF: "Espero que possamos acolher mais eventos internacionais na Suécia. Precisamos de estar presentes nos principais palcos internacionais", considerou.

A selecção sueca é uma das participantes no UEFA EURO 2012, a decorrer a partir de Junho na Polónia e na Ucrânia.