O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Benfica revalida título de campeão

"Sonhámos e trabalhámos para ser bicampeões", disse Jorge Jesus após o Benfica selar a conquista do 34º título na Liga portuguesa a uma jornada do fim.

Liga portuguesa: Título decidido ©AFP/Getty Images

O SL Benfica sagrou-se bicampeão de Portugal e conquistou o 34º título, a uma jornada do fim, após o nulo no terreno do Vitória SC e o empate 1-1 do FC Porto em casa do CF Os Belenenses.

À procura de vencer pela primeira vez dois campeonatos seguidos em 31 anos (desde 1983/84 sob o comando de Sven-Goran Erikson), o Benfica – com três pontos de vantagem e vantagem no confronto directo – precisava de ganhar ou igualar o resultado do Porto para festejar neste domingo e começou muito forte a partida frente ao Guimarães, quinto classificado.

Acertou duas vezes nos ferros nos 13 minutos iniciais, primeiro num remate de cabeça de Jonas (3) que embateu com estrondo na trave e e depois quando o guarda-redes dos vimaranenses, Douglas, desviou para o poste a tentativa de Maxi Pereira. O conjunto de Jorge Jesus dominou largamente a etapa de abertura, mas desperdiçou muitas oportunidades para chegar ao intervalo a vencer.

Entretanto, no outro jogo, em Lisboa, o 21º tento de Jackson Martínez pelo Porto na presente edição da Liga portuguesa refreou os ânimos das "águias" e antecipou uma segunda metade tensa diante do Guimarães. E com o Benfica a não conseguir marcar, coube a Tiago Caeiro, do Belenenses, espoletar os festejos do vizinho da capital, quando assinou o golo do empate do Belenenses, frente ao Porto, a cinco minutos do fim.

"Sonhámos e trabalhámos para ser bicampeões mesmo sabendo que este plantel podia não ter a qualidade de outros anos", afirmou Jesus. "Os jogadores e os adeptos estão de parabéns, toda a estrutura de futebol está de parabéns."

O capitão do Benfica, Luisão, passou a ser o jogador estrangeiro com mais campeonatos ganhos no clube (quatro, mais um do que Maxi) e acrescentou que este "é um título muito importante". Antigo vencedor da UEFA Champions League e quatro vezes campeão de Itália ao serviço do FC Internazionale Milano, o experiente guarda-redes Júlio César, de 35 anos, não escondeu a emoção ao falar sobre o renascer da carreira após a desilusão vivida pelo anfitrião Brasil no Campeonato do Mundo de 2014: "É um muito gratificante chegar ao Benfica e ser campeão logo no primeiro ano."

De resto, Adrien Silva bisou na reviravolta vitoriosa do Sporting Clube de Portugal, em casa, sobre o SC Braga, por 4-1, num jogo entre o terceiro e quarto classificados, respectivamente, enquanto o Gil Vicente FC perdeu no terreno do despromovido FC Penafiel por 2-1 e teve o mesmo destino. As únicas alterações à classificação na penúltima jornada foram as trocas de posição entre CS Marítimo (8º) e Rio Ave FC (9º) na sequência da goleada de 4-0 do primeiro e do Vitória FC, que ultrapassou o FC Arouca ao bater o adversário por 2-1.