"Hat-trick" de Van Wolfswinkel anima Sporting

Três golos de Ricky van Wolfswinkel, o último dos quais nos descontos, permitiram ao Sporting vencer fora o Braga por 3-2 e voltar a sonhar com a UEFA Europa League.

Ricky van Wolfswinkel marcou os três golos do Sporting em Braga
Ricky van Wolfswinkel marcou os três golos do Sporting em Braga ©AFP/Getty Images

O Sporting Clube de Portugal ficou mais perto do acesso à UEFA Europa League ao vencer no terreno do SC Braga por 3-2, enquanto o CD Nacional subiu ao sétimo lugar mercê da vitória sobre o Vitória SC por 2-1.

O Braga tinha oportunidade de reaver o terceiro posto depois do triunfo do FC Paços de Ferreira na sexta-feira, mas três golos de Ricky van Wolfswinkel permitiram aos "leões" deixarem o Minho vitoriosos, num encontro em que até jogaram os últimos 20 minutos reduzidos a dez elementos, por expulsão de Joãozinho.

O Sporting esteve sempre na frente do marcador e Van Wolfswinkel inaugurou a contenda logo aos oito minutos, de cabeça, na sequência de cruzamento da direita de André Martins. A equipa de José Peseiro igualou aos 25, num forte remate de Elderson de fora da área com o pé esquerdo, só que quatro minutos volvidos o ponta-de-lança oriundo da Holanda respondeu da mesma forma dentro da grande área, antes de Carlão (36) levar a partida empatada para intervalo ao desviar de cabeça um cruzamento da direita de Baiano.

O segundo cartão amarelo visto pelo lateral-esquerdo Joãzinho, aos 70 minutos, deixou o Sporting em inferioridade numérica e, apesar da pressão do adversário e numa altura em que se adivinhava a divisão de pontos, Van Wolfswinkel, aos dois minutos dos descontos, novamente de cabeça e após cruzamento de Cédric Soares, deu os três pontos ao Sporting, agora a três da quinta posição, a última de acesso à UEFA Europa League, pertença do CS Marítimo.

No outro desafio da 24ª jornada disputado esta segunda-feira, na Madeira, o Nacional ultrapassou o Guimarães e o Rio Ave FC ao operar a reviravolta diante do primeiro. Amido Baldé (17) adiantou os visitantes, de cabeça e na sequência de um livre, antes de Claudemir empatar de grande penalidade (32) a castigar falta do guarda-redes Douglas sobre Mario Rondón. À entrada do minuto 90, um remate na passada de Mateus concluiu o triunfo do conjunto de Manuel Machado diante do agora décimo classificado.