Última actualização 26/02/2021 14:08CET
UEFA EURO: Escócia - República Checa Dossiers de imprensa

UEFA EURO - Época 2019/21Dossiers de imprensa

EscóciaEscóciaHampden Park - Glasgowsegunda-feira, 14 de Junho de 2021
15.00CET (14.00 Hora local)
Grupo D - Jornada 1
Rep. ChecaRepública Checa
ImprimirX
Imprimir todas as secções
Escolher uma secção
Parceiros oficiais do UEFA EURO 2020
  • Alipay
  • Booking.com
  • Coca-Cola
  • FedEx
  • Heineken
  • Hisense
  • Socar
  • Takeaway
  • TikTok
  • Vivo
  • Volkswagen
/insideuefa/mediaservices/presskits/uefaeuro/season=2020/round=2001024/day=1/session=4/match=2024452/library/_sidebar.html

Retrospectiva Apenas esta secção

O primeiro jogo da Escócia na fase final do EURO em 25 anos coloca-a frente a uma equipa da República Checa que esteve sempre presente na competição no mesmo período de tempo.

• Enquanto os escoceses fazem apenas a sua terceira participação no EURO, e a primeira desde 1996, a República Checa viaja para Hampden Park para iniciar a sua sétima participação consecutiva no EURO, depois de se ter estreado na competição na sua edição de 1996.

• Finalista vencido nessa primeira ocasião, três das seis anteriores presenças dos checos no EURO terminaram na fase a eliminar, ao passo que a Escócia nunca passou da fase de grupos inicial.

Encontros anteriores
• As equipas têm sido adversárias regulares nos últimos anos, tendo-se defrontado duas vezes na UEFA Nations League, no Outono de 2020. A Escócia venceu os dois jogos, recuperando de desvantagem no primeiro deles ao vencer por 2-1 no Ander Stadium, em Olomouc, a 7 de Setembro de 2020; Jakub Pešek colocou os donos da casa em vantagem, aos 12 minutos, mas tentos de Lyndon Dykes (27) - o primeiro pela Escócia - e de Ryan Christie (52) deram o triunfo aos visitantes, com o golo da vitória a surgir de grande penalidade depois de falta de Tomáš Malinský sobre Andy Robertson.

• O escocês Ryan Fraser marcou aos seis minutos o único golo da partida disputada em Hampden Park, a 14 de Outubro de 2020.

• A vitória por 1-0 num particular disputado em Praga, a 24 de Março de 2016, graças ao tento de Ikechi Anya, significa que a Escócia venceu os últimos três jogos contra a República Checa e está invicta há quatro, desde a derrota por 1-0 na qualificação para o UEFA EURO 2012, em Praga, a 8 de Outubro de 2010.

• O sequente empate 2-2 em Hampden Park, a 3 de Setembro de 2011, preservou a invencibilidade dos checos nos seus quatro jogos do EURO contra a Escócia (V2 E2). Três dos quatro golos daquele jogo aconteceram nos últimos 12 minutos da partida, com Jaroslav Plašil (78) a empatar a contenda, depois de Kenny Miller ter marcado o primeiro da noite no minuto 45. Michal Kadlec deu um ponto aos visitantes, ao converter uma grande penalidade aos 90, oito minutos depois de Darren Fletcher ter feito o 2-1 para a Escócia.

• Os checos venceram por 2-1 em Celtic Park e 3-2 em Praga na qualificação para o UEFA EURO 2000.

• Este é o primeiro encontro entre as equipas em fases finais de Campeonatos do Mundo ou do EURO.

Factos do EURO: Escócia 
• A Escócia qualificou-se para duas finais do EURO, em 1992 e 1996. Em ambas, não conseguiu ultrapassar a fase de grupos, embora tenha vencido um dos três jogos em ambos os torneios.

• Este é o primeiro grande torneio da Escócia desde o Campeonato do Mundo de 1998 em França.

• A Escócia nunca passou da primeira fase em nenhuma das ocasiões em que disputou o EURO ou nas oito particopações em Campeonatos do Mundo, embora a de 1998 tenha sido apenas a quarta vez nesses dez torneios em que não conseguiu vencer um jogo.

• O registo da Escócia em fases finais do EURO é de V2 E1 D3.

• Os escoceses começaram a sua qualificação rumo ao UEFA EURO 2020 sob o comando de Alex McLeish, perdendo por 3-0 no Cazaquistão antes de uma vitória por 2-0 na visita a San Marino. Steve Clarke sucedeu a McLeish em Maio de 2019, com a Escócia a terminar em terceiro lugar no Grupo I, atrás da Bélgica e da Rússia, tendo somado 15 pontos nos dez jogos disputados (V5 D5).

• A Escócia qualificou-se para o "play-off" do EURO depois de terminar em primeiro lugar no seu grupo da UEFA Nations League de 2018/19, somando nove pontos em quatro jogos sob o comando de McLeish, à frente de Israel e da Albânia.

• Israel foi novamente o adversário na meia-final do play-off, com a equipa de Clarke a converter todos os cinco penalties e vencer 5-4, após 120 minutos sem golos em Hampden Park.

• Os penalties foram também necessários para decidir a final do play-off, com o encontro da Escócia na Sérvia a terminar 1-1, com a equipa da casa a empatar a partida em cima do minuto 90, depois de Ryan Christie ter colocado os visitantes na frente do marcador. Mais uma vez, a Escócia converteu todos os cinco disparos dos 11 metros, com David Marshall a defender a última grande penalidade da Sérvia, batida por Aleksandar Mitrović, e garantir assim um lugar na fase final.

• A Escócia está invicta nos últimos cinco jogos do EURO (V3 E2), tendo perdido os quatro anteriores.

• O registo da Escócia em Hampden Park é de V135 E63 D60. Está invicta nos últimos seis jogos ali disputados (V4 E2), desde a derrota por 4-0 na qualificação ante a Bélgica, a 9 de Setembro de 2019, o quinto desaire em oito jogos no recinto (V3).

Factos do EURO: República Checa
• A República Checa qualificou-se para todas as fases finais do EURO desde a separação da Checoslováquia, em 1993.

• Venceu a competição como parte da Checoslováquia, em 1976, e chegou à final na sua primeira presença como República Checa, em 1996, sendo batida pela Alemanha.

• A República Checa também atingiu as meias-finais do UEFA EURO 2004 e os quartos-de-final, oito anos depois.

• Em 2016, os checos terminaram em último lugar no grupo, com um ponto conquistado em três jogos. Às derrotas ante Espanha (0-1) e Turquia (0-2) juntaram um empate 2-2 pelo meio contra a Croácia, partida em que checos recuperaram de desvantagem de dois golos. Foi a única vez que evitaram a derrota - ou chegaram ao golo - nos últimos quatro jogos de fases finais do EURO.

• Os comandados de Jaroslav Šilhavý qualificaram-se para o UEFA EURO 2020 como segundo classificado do Grupo A, atrás da Inglaterra, que venceu por 2-1 em Praga depois de perder por 5-0 em Wembley, na primeira jornada. Essa foi uma das três derrotas que os checos sofreram na fase de qualificação, embora as cinco vitórias somadas tenham garantido que terminassem com 15 pontos, mais quatro que o terceiro, o Kosovo.

• A República Checa/Checoslováquia disputou seis jogos em Hampden Park (E1 D5). O empate por 2-2 frente à Escócia, em Setembro de 2011, foi a única vez que evitou a derrota.

• Os checos também venceram por 2-1 em Celtic Park, num jogo de qualificação para o UEFA EURO 2000, o seu único triunfo na Escócia. A Checoslováquia perdeu por 5-0 em Ibrox, num particular jogado em 1937, sendo que o seu registo em Glasgow - e na Escócia - como Checoslováquia/República Checa é de V1 E1 D6.

Ligações e curiosidades
• O suplente Ladislav Krejčí marcou o último golo do Sparta Praha na vitória por 4-1 sobre o Celtic, em Glasgow, na fase de grupos da UEFA Europa League, a 5 de Novembro de 2020, tendo Leigh Griffiths marcado para os da casa. Adam Karabec e o substituto Bořek Dočkal também alinharam pelo Sparta, com Ondřej Čelůstka a ser suplente não utilizado; Callum McGregor e Ryan Christie começaram pelo Celtic, com Greg Taylor a não sair do banco.

• O Sparta também saiu vitorioso no jogo de volta, ao ganhar 4-1 em Praga, a 26 de novembro, com Lukáš Juliš, ainda sem qualquer internacionalização, a marcar duas vezes no encontro, depois de ter feito um "hat-trick" no jogo de Celtic Park. Krejčí e Dočkal começaram pelo Sparta, McGregor e Christie fizeram o mesmo pelo Celtic, com Taylor a ficar no banco.

• Robert Snodgrass foi colega no West Ham de Tomas Souček, de Janeiro de 2020 a Janeiro de 2021, com Vladimír Coufal a juntar-se a ambos no emblema inglês em Outubro.

• Libor Sionko, director-geral da selecção nacional da República Checa, marcou três golos em 18 jogos no campeonato pelo Rangers, em 2006/07.

https://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2020/matches/round=2001024/match=2024452/prematch/background/index.html#factos+escocia+republica+checa

2021-02-26T13:08:19:365

Factos e números das equipas Apenas esta secção

Recordes no Campeonato da Europa da UEFA: República Checa

História
2016 – fase de grupos
2012 – quartos-de-final
2008 – fase de grupos
2004 – meias-finais
2000 – fase de grupos
1996 – finalista vencida
1992 – não se qualificou (como Checoslováquia)
1988 – não se qualificou (como Checoslováquia)
1984 – não se qualificou (como Checoslováquia)
1980 – terceiro lugar (como Checoslováquia)
1976 – vencedora (como Checoslováquia)
1972 – não se qualificou (como Checoslováquia)
1968 – não se qualificou (como Checoslováquia)
1964 – não se qualificou (como Checoslováquia)
1960– terceiro lugar (como Checoslováquia)

Vitória na fase final
3-0: República Checa - Dinamarca, 27/06/04

Derrota na fase final
4-1: Rússia - República Checa, 08/06/12
0-3: Checoslováquia - URRS, 06/07/60

Vitória na qualificação
7-0: República Checa - San Marino, 07/10/06

Derrota na qualificação
5-0: 
Inglaterra - República Checa, 22/03/19

Jogos na fase final
14: Karel Poborský
14: Petr Čech
12: Pavel Nedvěd
11: Vladimír Šmicer
11: Jaroslav Plašil
10: Jan Koller
10: Milan Baroš
10: Tomáš Rosický

Golos na fase final
5: Milan Baroš
4: Vladimír Šmicer
3: Jan Koller
3: Zdenek Nehoda

Total de jogos
50: Petr Čech
41: Tomáš Rosický
37:
 Jaroslav Plašil
35: Jan Koller
34: Karel Poborský
31: Milan Baroš
31: Pavel Nedvěd
31: Jiří Němec
30: Pavel Kuka
25: Patrik Berger 
25: Tomáš Galásek 
25: Marek Jankulovski 
25: Vladimír Šmicer

Total de golos
21: Jan Koller
12: Patrik Berger
12: Milan Baroš
9: Vladimír Šmicer
9: Zdeněk Nehoda (pela Checoslováquia) 
7: Marián Masný (pela Checoslováquia) 
7: Antonín Panenka (pela Checoslováquia) 
7: Ladislav Vízek (pela Checoslováquia

https://pt.uefa.com/uefaeuro-2020/news/newsid=704953.html#recordes+campeonato+europa+republica+checa

2021-02-2T11:09:37:013

Legenda

:: Encontros anteriores

Golos marcados/sofridos: O total de golos inclui o resultado de decisões disciplinares (por exemplo: derrota num jogo quando é determinado resultado de 3-0). O total de golos não inclui os marcados durante desempates por grandes penalidades após um jogo ter terminado empatado.

:: Plantel

Qual.: Total de jogos/golos apenas na Qualificação Europeia para o UEFA EURO 2020.
FF: Total de jogos/golos apenas na fase final do UEFA EURO 2020.
Global: Total de jogos/golos na selecção.
DN: Data de nascimento
Idade: Baseada na data da última actualização do dossier de imprensa
D: Informação disciplinar (*: falha jogo seguinte se admoestado, S: Suspenso)

:: Factos das equipas

Fase final do EURO: O Campeonato da Europa foi disputado por quatro equipas em 1960, 1964, 1968, 1972 e 1976 (quando a ronda preliminar e os quartos-de-final eram considerados parte da qualificação).

A partir de 1980 a prova expandiu-se para uma fase final com oito equipas, num formato mantido em 1984, 1988 e 1992, antes de ser aumentar para 16 equipas em 1996. O UEFA EURO 2016 foi o primeiro torneio a ser disputado com 24 equipas na fase final.

Fase de qualificação para o Campeonato do Mundo: A secção dedicada aos factos da equipa exibe todos os países participantes na história do EURO e do Mundial. No entanto, por favor tenha em conta que Israel (de 1950 a 1994) e o Cazaquistão (de 1998 a 2002) participaram na fase de qualificação do Mundial sem serem membros da UEFA.

Registos de países inactivos
Várias federações-membro da UEFA foram afectadas pela dissolução ou divisão de federações-membro. Para efeitos estatísticos, os registos destes países inactivos foram alocados a outras federações: dessa forma, todos os jogos da União Soviética são atribuídos à Rússia; todos os jogos da República Federal da Alemanha – embora não os da República Democrática da Alemanha – são atribuídos à Alemanha; todos os jogos da Jugoslávia e da Sérvia e Montenegro são atribuídos à Sérvia; todos os jogos da Checoslováquia são atribuídos tanto à República Checa como à Eslováquia.

Jogos interrompidos/anulados
Para efeitos estatísticos, quando um jogo começou e depois foi abandonado e mais tarde anulado conta-se o resultado que se verificava na altura em que foi interrompido. Jogos que nunca tenham chegado a começar e foram cancelados ou anulados não são incluídos nas estatísticas gerais.

Competições

Outras abreviaturas

  • (a.p.): Após prolongamento
  • pen: Grandes penalidades
  • Nr: Número
  • ag: Autogolo
  • ag: Jogo decidido por golos marcados fora
  • P: Penalty
  • tot: Resultado das duas mãos
  • J: Jogos disputados
  • J: Jogos
  • Pos.: Posição
  • Comp.: Competição
  • Pts: Pontos
  • E: Empates
  • V: Expulso (cartão vermelho directo)
  • DN: Data de nascimento
  • Res: Resultado
  • Prolong.: Prolongamento
  • gp: Jogo decidido através do "Golo de Prata"
  • GS: Golos sofridos
  • c: Jogo decidido por moeda ao ar
  • GM: Golos marcados
  • V: Vitórias
  • go: Jogo decidido através do "golo de ouro"
  • CA: Cartão amarelo
  • D: Derrotas
  • DA: Expulso (duplo cartão amarelo)
  • Nac.: Nacionalidade
  • N/A: Não se aplica
  • Cláusula de desresponsabilização: Apesar de a UEFA ter o máximo cuidado com a informação contida neste documento na altura da sua publicação, nenhuma representação ou garantia (incluindo responsabilidade de terceiros), expressa ou implícita, é feita em relação à exactidão e fiabilidade do mesmo. Como tal, a UEFA não assume qualquer responsabilidade pela utilização ou interpretação da informação nele contida. Mais informação sobre o regulamento das competições poderá ser encontrada no UEFA.com.