Última actualização 05/02/2021 00:29CET
UEFA EURO: Holanda - Ucrânia Dossiers de imprensa

UEFA EURO - Época 2019/21Dossiers de imprensa

HolandaHolandaJohan Cruijff ArenA - Amesterdãodomingo, 13 de Junho de 2021
21.00CET (21.00 Hora local)
Grupo C - Jornada 1
UcrâniaUcrânia
ImprimirX
Imprimir todas as secções
Escolher uma secção
Parceiros oficiais do UEFA EURO 2020
  • Alipay
  • Booking.com
  • Coca-Cola
  • FedEx
  • Heineken
  • Hisense
  • Socar
  • Takeaway
  • TikTok
  • Vivo
  • Volkswagen
/insideuefa/mediaservices/presskits/uefaeuro/season=2020/round=2001024/day=1/session=3/match=2024441/library/_sidebar.html

Retrospectiva Apenas esta secção

Os Países Baixos querem repetir o resultado da única ocasião anterior em que receberam a Ucrânia quando as duas equipas medirem forças, em Amesterdão, na primeira jornada do Grupo C do UEFA EURO 2020. 

• Enquanto os holandeses estão de regresso a uma fase final depois de terem falhado a qualificação em 2016, a Ucrânia está no EURO pela terceira vez no total e de forma consecutiva.

• Esta é a décima campanha dos Países Baixos no EURO, campeões em 1988.

Confrontos anteriores
• Este é o primeiro encontro oficial entre as equipas, pois os dois jogos anteriores foram particulares.

• As duas equipas defrontaram-se em Roterdão a 24 de Maio de 2008, com os golos de Dirk Kuyt (24), Klaas-Jan Huntelaar (38) e Ryan Babel (64) a permitirem ao conjunto de Marco van Basten vencer por 3-0, no De Kuip, a selecção da Ucrânia dirigda por Oleksiy Mykhailychenko. Van Basten e Mykhailychenko estiveram em lados opostos na final do EURO '88: o holandês marcou um memorável golo com um remate de primeira no triunfo por 2-0 sobre a União Soviética.

• Os seleccionadores não eram os mesmos quando os dois países se reencontraram para mais um encontro particular no Donbass Arena, em Donetsk, a 11 de Agosto de 2010. Os visitantes, dirigidos por Bert van Marwijk, disputaram o primeiro desafio depois da derrota com Espanha na final do Campeonato do Mundo e ganharam vantagem aos 73 minutos com um golo de Jeremain Lens. Oleksandr Aliyev empatou dois minutos depois para a Ucrânia, que nesse encontro foi dirigida pela última vez por Myron Markevich.

• O seleccionador da Ucrânia, Andriy Shevchenko, alinhou nos dois jogos. Andriy Pyatov e Yevhen Konoplyanka jogaram os 90 minutos no empate em Donetsk.

Factos do EURO: Países Baixos
• Os Países Baixos participaram em nove fases finais anteriores de Campeonatos da Europa, mas falharam o UEFA EURO 2016, a primeira vez que ficaram de fora de um EURO desde 1984.

• Campeões da Europa em 1988  o único troféu internacional importante que conquistaram –, os Países Baixos terminaram o Campeonato da Europa de 1976 no terceiro lugar e também chegaram às meias-finais em 1992, em 2000, como co-anfitriões, e em 2004. A última vez que ultrapassaram a fase de grupos foi em 2008, quando foram eliminados pela Rússia no prolongamento dos quartos-de-final.

• Na última campanha no EURO, em 2012, a equipa treinada por Bert van Marwijk ficou no último lugar de um grupo em que estavam Portugal, Alemanha e Dinamarca, somando quatro derrotas consecutivas em fases finais.

• A selecção laranja terminou o grupo de qualificação para o UEFA EURO 2016 no quarto lugar, atrás de República Checa, Islândia e Turquia.

• Esta é a primeira vez que os Países Baixos participam num Campeonato da Europa ou num Campeonato do Mundo desde que ficaram em terceiro lugar no Mundial de 2014 no Brasil.

• No entanto, os holandeses atingiam a final da primeira edição da UEFA Nations League, batendo a Inglaterra por 3-1 após o prolongamento nas meias-finais, mas não evitaram o triunfo de Portugal, por 1-0, na final.

• A equipa de Ronald Koeman terminou em segundo, atrás da Alemanha, no Grupo C de qualificação para o UEFA EURO 2020, com 19 pontos em oito jogos (6V 1E 1D).

• Memphis Depay fez oito assistências na qualificação, mais do que qualquer outro jogador. O atacante também marcou seis golos, pelo que teve participação directa em 58 por cento dos 24 golos dos Países Baixos.

• Depois de apontar dez golos nas primeiras 53 internacionalizações, Georginio Wijnaldum marcou oito golos em sete jogos na qualificação e foi o melhor marcador dos Países Baixos.

• O registo dos Países Baixos em Amsterdão era de 54V 25E 32D. No Johan Cruijff ArenA, o registo é de 37V 18E 12D, tendo vencido três dos últimos quatro jogos no estádio, mas apenas cinco dos últimos 14 (1E 8D). Na qualificação para o UEFA EURO 2020, os Países Baixos perderam por 3-2 com a Alemanha em Amsterdão, o local onde golearam a Estónia por 5-0.

Factos do EURO: Ucrânia
• A Ucrânia só se estreou na fase final de um Campeonato da Europa da UEFA quando co-organizou a edição de 2012 com a Polónia, sendo que esta será a terceira participação consecutiva da Ucrânia em fases finais.

• A Ucrânia perdeu cinco dos seis jogos disputados no EURO, com a excepção a ser o triunfo por 2-1 sobre a Suécia no primeiro jogo no UEFA EURO 2012. Shevchenko, que agora é o seleccionador, marcou os dois golos em Kiev, os únicos da Ucrânia em fases finais do EURO.

• A equipa treinada por Mykhailo Fomenko terminou no último lugar do Grupo C no UEFA EURO 2016, tendo sido derrotada pela Alemanha, Irlanda do Norte (ambos por 0-2) e também pela Polónia (0-1).

• A equipa de Shevchenko terminou no primeiro lugar do Grupo B na qualificação para o UEFA EURO 2020, com 20 pontos em oito jogos, mais três que Portugal, o detentor do título.

• A Ucrânia terminou a qualificação imbatível, somando seis vitórias e dois empates. Foi uma das cinco selecções que não perdeu qualquer jogo no apuramento para o UEFA EURO 2020, a par de Bélgica, Itália  que venceram todos os jogos  Espanha e Dinamarca.

• É a primeira vez que a Ucrânia se qualifica directamente para o EURO; depois de ser co-anfitriã do 2012, levou a melhor sobre a Eslovénia no “play-off" para se qualificar em 2016.

• Este é o primeiro jogo da Ucrânia em Amesterdão e apenas o segundo nos Países Baixos depois do desaire de 2008 em Roterdão.

Liçações e curiosidades
• Jogou nos Países Baixos:
Oleksandr Zinchenko (PSV Eindhoven 2016/17 (empréstimo))

• Jogaram juntos:
Marten de Roon, Hans Hateboer e Ruslan Malinovskyi (Atalanta 2019–)
Marco Bizot e Ruslan Malinovskyi (Genk 2016/17)
Davy Pröpper, Jeroen Zoet, Luuk de Jong, Steven Bergwijn e Oleksandr Zinchenko (PSV Eindhoven 2016/17)

• Donny van de Beek marcou no Johan Cruijff ArenA no triunfo do Ajax, por 3-1, sobre o Dínamo Kiev na primeira mão do "playoff" da UEFA Champions League de 2018/19. Daley Blind, Matthijs de Ligt e Frenkie de Jong também jogaram os 90 minutos nesse desafio e no nulo na Ucrânia; Mykyta Burda, Serhiy Sydorchuk, Vitaliy Buyalskiy, Viktor Tsygankov, Artem Besedin e o suplente Volodymyr Shepelev alinharam pelo Dínamo em Amesterdão.

• Steven Berghuis marcou a Pyatov em Roterdão, na derrota do Feyenoord por 2-1 com o Shakhtar Donetsk na fase de grupos da UEFA Champions League de 2017/18. Marlos marcou dois golos que foram decisivos para o triunfo do Shakhtar, por 3-1, em Kharkiv.

• Um golo de Konoplyanka, no período de compensação do jogo em Amesterdão, na derrota do Dnipro por 2-1 com o Ajax, na segunda mão dos oitavos-de-final da UEFA Europa League de 2014/15 permitiu a qualificação dos ucranianos devido aos golos marcados fora.

• Malinovskyi marcou foi golos na derrota do Zorya Luhansk, por 4-3, no reduto do Feyenoord, na segunda mão do "play-off" da UEFA Europa League de 2014/15.

• Depay contribuiu com um golo para o triunfo do PSV, por 2-0, no terreno do Chornomorets Odesa na fase de grupos da UEFA Europa League de 2013/14.

• Konoplyanka marcou o golo do triunfo do Dnipro, por 2-1, em casa do PSV na fase de grupos da UEFA Europa League de 2012/13.

• Um auto-golo de Luuk de Jong ajudou o Dínamo a vencer por 3-1 em casa do Borussia Mönchengladbach na primeira mão do "play-off" da UEFA Champions League de 2012/13.

• De Roon fazia parte da equipa da Atalanta que foi ganhar por 3-0 a casa do Shakhtar na sexta jornada da UEFA Champions League de 2019/20, resultado que permitiu a passagem dos italianos aos oitavos-de-final à custa do adversário.

https://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2020/matches/round=2001024/match=2024441/prematch/background/index.html#factos+paises+baixos+ucrania

2021-02-4T23:29:35:666

Factos e números das equipas Apenas esta secção

Recordes no Campeonato da Europa da UEFA: Países Baixos

História
2016 – não se qualificou
2012 – fase de grupos
2008 – quartos-de-final
2004 – meias-finais
2000 – meias-finais
1996 – quartos-de-final
1992 – meias-finais
1988 – vencedora
1984 – não se qualificou
1980 – fase de grupos
1976 – terceiro lugar
1972 – não se qualificou
1968 – não se qualificou
1964 – oitavos-de-final
1960 – não participou

Vitória na fase final
6-1: Países Baixos - Jugoslávia, 25/06/00

Derrota na fase final
1-4: Países Baixos - Inglaterra, 18/06/96

Vitória na qualificação
11-0: Países Baixos - San Marino, 02/09/11

Derrota na qualificação
4-1: Polónia - Países Baixos, 10/09/75
3-0: Turquia - Países Baixos, 06/09/15

Jogos na fase final
16: Edwin van der Sar
13: Phillip Cocu
13: Dennis Bergkamp
12: Edgar Davids
11: Giovanni van Bronckhorst

Golos na fase final
6: Patrick Kluivert
6: Ruud van Nistelrooy
5: Marco van Basten
4: Dennis Bergkamp

Total de jogos
38: Wesley Sneijder
37: 
Edwin van der Sar
32: Rafael van der Vaart
31: Frank de Boer
39: Ruud Gullit 
29: Clarence Seedorf
28: Robin van Persie
27: Aron Winter 
26: Joris Mathijsen

Total de golos
19: Klaas-Jan Huntelaar
16:
 Marco van Basten
16: Robin van Persie
15: Ruud van Nistelrooy
13: Patrick Kluivert
12: Johan Cruyff
11: Ruud Gullit
11: Georginio Wijnaldum 
10: Wesley Sneijder

https://pt.uefa.com/uefaeuro-2020/news/newsid=2047751.html#recordes+campeonato+europa+paises+baixos

2021-02-2T11:02:51:809

Recordes no Campeonato da Europa da UEFA: Ucrânia

História
2016 – fase de grupos
2012 – fase de grupos
2008 – não se qualificou
2004 – não se qualificou
2000 – não se qualificou
1996 – não se qualificou

Vitória na fase final
2-1:
Ucrânia - Suécia, 11/06/12

Derrota na fase final
0-2:
três vezes, mais recentemente no Ucrânia - Irlanda do Norte, 16/06/16

Vitória na qualificação
5-0:
duas vezes, mais recentemente frente à Sérvia, 07/06/19

Derrota na qualificação
4-0:
Croácia - Ucrânia, 25/03/95

Jogos na fase final
6: Yevhen Khacheridi
6: Yevhen Konoplyanka
6: Andriy Pyatov
6: Andriy Yarmolenko
4
: Anatoliy Tymoshchuk

Golos na fase final
2: Andriy Shevchenko

Total de jogos
29:
 Andriy Pyatov 
29: Andriy Shevchenko 
28: Anatoliy Tymoshchuk 
25: Olexandr Shovkovskiy 
24: Oleg Luzhny 
23: Yevhen Konoplyanka 
22: Andriy Yarmolenko 
21: Andriy Voronin 
19: Oleh Gusev 
19: Andriy Gusin

Total de golos
12: 
Andriy Shevchenko
7: 
Andriy Yarmolenko
5: 
Tymerlan Huseynov
5: 
Serhiy Rebrov
4: 
Oleh Gusev
4:
 Yevhen Konoplyanka 
4: Roman Yaremchuk

https://pt.uefa.com/european-qualifiers/news/newsid=2048783.html#recordes+campeonato+europa+ucrania

2021-02-2T11:02:51:809

Legenda

:: Encontros anteriores

Golos marcados/sofridos: O total de golos inclui o resultado de decisões disciplinares (por exemplo: derrota num jogo quando é determinado resultado de 3-0). O total de golos não inclui os marcados durante desempates por grandes penalidades após um jogo ter terminado empatado.

:: Plantel

Qual.: Total de jogos/golos apenas na Qualificação Europeia para o UEFA EURO 2020.
FF: Total de jogos/golos apenas na fase final do UEFA EURO 2020.
Global: Total de jogos/golos na selecção.
DN: Data de nascimento
Idade: Baseada na data da última actualização do dossier de imprensa
D: Informação disciplinar (*: falha jogo seguinte se admoestado, S: Suspenso)

:: Factos das equipas

Fase final do EURO: O Campeonato da Europa foi disputado por quatro equipas em 1960, 1964, 1968, 1972 e 1976 (quando a ronda preliminar e os quartos-de-final eram considerados parte da qualificação).

A partir de 1980 a prova expandiu-se para uma fase final com oito equipas, num formato mantido em 1984, 1988 e 1992, antes de ser aumentar para 16 equipas em 1996. O UEFA EURO 2016 foi o primeiro torneio a ser disputado com 24 equipas na fase final.

Fase de qualificação para o Campeonato do Mundo: A secção dedicada aos factos da equipa exibe todos os países participantes na história do EURO e do Mundial. No entanto, por favor tenha em conta que Israel (de 1950 a 1994) e o Cazaquistão (de 1998 a 2002) participaram na fase de qualificação do Mundial sem serem membros da UEFA.

Registos de países inactivos
Várias federações-membro da UEFA foram afectadas pela dissolução ou divisão de federações-membro. Para efeitos estatísticos, os registos destes países inactivos foram alocados a outras federações: dessa forma, todos os jogos da União Soviética são atribuídos à Rússia; todos os jogos da República Federal da Alemanha – embora não os da República Democrática da Alemanha – são atribuídos à Alemanha; todos os jogos da Jugoslávia e da Sérvia e Montenegro são atribuídos à Sérvia; todos os jogos da Checoslováquia são atribuídos tanto à República Checa como à Eslováquia.

Jogos interrompidos/anulados
Para efeitos estatísticos, quando um jogo começou e depois foi abandonado e mais tarde anulado conta-se o resultado que se verificava na altura em que foi interrompido. Jogos que nunca tenham chegado a começar e foram cancelados ou anulados não são incluídos nas estatísticas gerais.

Competições

Outras abreviaturas

  • (a.p.): Após prolongamento
  • pen: Grandes penalidades
  • Nr: Número
  • ag: Autogolo
  • ag: Jogo decidido por golos marcados fora
  • P: Penalty
  • tot: Resultado das duas mãos
  • J: Jogos disputados
  • J: Jogos
  • Pos.: Posição
  • Comp.: Competição
  • Pts: Pontos
  • E: Empates
  • V: Expulso (cartão vermelho directo)
  • DN: Data de nascimento
  • Res: Resultado
  • Prolong.: Prolongamento
  • gp: Jogo decidido através do "Golo de Prata"
  • GS: Golos sofridos
  • c: Jogo decidido por moeda ao ar
  • GM: Golos marcados
  • V: Vitórias
  • go: Jogo decidido através do "golo de ouro"
  • CA: Cartão amarelo
  • D: Derrotas
  • DA: Expulso (duplo cartão amarelo)
  • Nac.: Nacionalidade
  • N/A: Não se aplica
  • Cláusula de desresponsabilização: Apesar de a UEFA ter o máximo cuidado com a informação contida neste documento na altura da sua publicação, nenhuma representação ou garantia (incluindo responsabilidade de terceiros), expressa ou implícita, é feita em relação à exactidão e fiabilidade do mesmo. Como tal, a UEFA não assume qualquer responsabilidade pela utilização ou interpretação da informação nele contida. Mais informação sobre o regulamento das competições poderá ser encontrada no UEFA.com.