Última actualização 06/07/2020 09:16CET
UEFA Champions League: FC Barcelona - SSC Napoli Dossiers de imprensa

UEFA Champions League - Época 2019/20Dossiers de imprensa

FC BarcelonaFC Barcelona (Primeira mão: 1-1) Camp Nou - Barcelonaquarta-feira, 18 de Março de 2020
21.00CET (21.00 Hora local)
Oitavos-de-final, segunda mão
SSC NapoliSSC Napoli
ImprimirX
Imprimir todas as secções
Escolher uma secção
PATROCINADORES OFICIAIS DA UEFA CHAMPIONS LEAGUE
  • Nissan
  • PlayStation
  • Gazprom
  • PepsiCo
  • Banco Santander
  • Mastercard
  • Hotels.com
  • Heineken
/insideuefa/mediaservices/presskits/uefachampionsleague/season=2020/round=2001141/day=8/session=4/match=2027129/library/_sidebar.html
?chapters=4

Treinadores Apenas esta secção

Ernesto Valverde

Data de nascimento: 9 de Fevereiro de 1964
Nacionalidade: Espanhola
Carreira como jogador: Alavés, Espanhol, Barcelona, Athletic, Maiorca
Carreira como treinador: Athletic (duas vezes), Espanhol, Olympiacos (duas vezes), Villarreal, Valência, Barcelona

• Conhecido como "txingurri (formiga operária)" nos tempos de jogador, Valverde marcou 44 golos em 170 jogos durante seis anos no Athletic, período que incluiu a sua única internacionalização por Espanha. Ajudou o Espanhol a conquistar o terceiro lugar no campeonato em 1987 e a alcançar a final da Taça UEFA no ano seguinte, perdida no desempate por grandes penalidades frente ao Leverkusen, antes de passar dois anos no Barcelona entre 1988 e 1990, pelo qual fez 22 desafios.

• Iniciou a carreira de treinador nos escalões jovens do Athletic, antes de assumir o comando da equipa principal do clube basco em 2003/04, garantindo o apuramento para a Taça UEFA na primeira época em que ocupou o cargo. Valverde voltou a sair derrotado nos penalties de uma final da Taça UEFA, em 2007, desta vez como treinador do Espanhol, num jogo em que Sevilha conquistar o troféu, em Glasgow.

• Na primeira experiência fora de Espanha, Valverde conduziu o Olympiacos à "dobradinha" na Grécia em 2008/09, antes de  assinar um contrato de uma época com Villarreal, em Junho de 2009. Foi despedido em Janeiro do ano seguinte, numa altura em que o "submarino amarelo" navegava no décimo lugar da classificação.

• Regressou ao Olympiacos em Agosto de 2010 com um contrato de dois anos, tendo na primeira época sido novamente campeão da Grécia. Conquistou a "dobradinha" nacional na campanha seguinte, mas deixou o clube e assumiu os destinos do Valência em Dezembro de 2012. Voltou ao Athletic em Junho de 2013 e levou-o ao quarto lugar da Liga espanhola logo na primeira temporada, conquistando a SuperTaça de Espanha de 2015 com um triunfo por 5-1 sobre o Barcelona, clube no qual sucedeu a Luis Enrique em Maio de 2017.

• Conquistou a "dobradinha" na sua primeira temporada ao leme da formação "blaugrana" e somou apenas uma derrota na caminhada rumo ao título na Liga espanhola, que manteve na época seguinte, em 2018/19. Contudo, o Barça foi afastado nas meias-finais da UEFA Champions Leaguee perdeu a final da Taça de Espanha.

https://pt.uefa.com/news/newsid=1671054.html#ernesto+valverde

2020-03-17T02:02:14:892

Carlo Ancelotti

Data de nascimento: 10 de Junho de 1959
Nacionalidade: Italiana
Carreira como jogador: Parma, Roma, AC Milan
Carreira como treinador: Reggiana, Parma, Juventus, AC Milan, Chelsea, Paris Saint-Germain, Real Madrid, Bayern München, Nápoles

• Um dos sete homens a terem erguido a Taça dos Clubes Campeões Europeus como jogador e treinador e o segundo técnico, depois de Bob Paisley, a conquistar o troféu em três ocasiões, enquanto jogador Ancelotti foi um médio combativo que ajudou a Roma a conquistar o título da Serie A em 1983 e quatro Taças de Itália, antes de ingressar no Milan em 1986, pelo qual conquistou mais dois campeonatos, assim como dois títulos de campeão europeu consecutivos, em 1989 e 1990.

• Iniciou a carreira de treinador em 1995 na Reggiana, onde alcançou a promoção à Serie B, antes de passar duas épocas no Parma. Substituiu Marcello Lippi na Juventus em Fevereiro de 1999 e regressou a San Siro como treinador do Milan em 2001. Nas oito temporadas passadas à frente dos milaneses levou o clube de regresso ao topo e conquistou a UEFA Champions League em 2003 e 2007, mas perdeu a final de 2005, nas grandes penalidades, diante do Liverpool FC, depois de ter estado a vencer por 3-0. O Milan ganhou também o título da Serie A, a Taça de Itália e o Mundial de Clubes em 2007.

• Demitiu-se a 31 de Maio de 2009 e foi nomeado treinador do Chelsea no dia seguinte. A primeira temporada em Londres terminou com a conquista da primeira "dobradinha" da história do clube. Despedido no final da segunda época, Ancelotti assumiu o comando técnico do PSG em Dezembro de 2011, conduzindo-o à conquista do seu primeiro campeonato nos últimos 19 anos, em 2012/13, na segunda temporada em que esteve no clube.

• Rumou ao Real Madrid, onde ganhou a Taça de Espanha e a décima Taça dos Clubes Campeões Europeus dos "merengues" na época de estreia, tornando-se apenas no quinto treinador a vencer a prova por dois clubes. Depois o Real Madrid ganhou SuperTaça Europeia da UEFA, na quarta vez em que Ancelotti ergueu esse troféu como jogador ou treinador, antes de ser demitido no final de 2014/15.

• Em Dezembro desse ano foi anunciado como treinador do Bayern, assumindo o comando da equipa no Verão de 2016 e conquistando a Bundesliga logo na primeira época. Tornou-se também nessa temporada no primeiro treinador a orientar sete clubes diferentes na UEFA Champions League. Despedido em Setembro de 2017, regressou a Itália para orientar o Nápoles no início da época seguinte, terminando em segundo lugar na sua temporada de estreia.

https://pt.uefa.com/news/newsid=844099.html#carlo+ancelotti

2020-03-17T02:02:14:892

Legenda

:: ESTATÍSTICAS DE SEMPRE
As estatísticas dos clubes em prova nas competições da UEFA.

Competições de clubes da UEFA:
Estas são as estatísticas consideradas válidas para comunicar oficialmente os registos das competições de clubes da UEFA definidas como Taça dos Campeões Europeus, UEFA Champions League, UEFA Europa League, Taça dos Vencedores das Taças, SuperTaça Europeia, Taça Intertoto e Taça Intercontinental. A Taça das Cidades com Feira e a SuperTaça Europeia de 1972 não são consideradas como competições da UEFA, não existindo também qualquer referência ao Mundial de Clubes, organizado pela FIFA.

Árbitros

UCL: Número total de jogos dirigidos na UEFA Champions League a partir da época 1992/93, apenas da fase de grupos até á final. Os jogos nos quais o juiz desempenhou funções de quarto árbitro não estão contemplados nestas estatísticas. Estes são os registos considerados válidos para apurar os recordes oficiais das competições.

UEFA: Números de jogos dirigidos nas competições europeias. Os jogos nos quais o juiz desempenhou funções de quarto árbitro não estão contemplados nestas estatísticas. Estes são os registos considerados válidos para apurar os recordes oficiais das competições.

Competições

Clubes
  • UCL: Liga dos Campeões
  • ECCC: Taça dos Clubes Campeões Europeus
  • UEL: UEFA Europa League
  • UCUP: Taça UEFA
  • UCWC: Taça dos Vencedores de Taças
  • SCUP: SuperTaça Europeia
  • UIC: Taça Intertoto
  • ICF: Taça das Cidades com Feira
Selecções
  • EURO: Campeonato Europeu da UEFA
  • Mundial: Campeonato do Mundo
  • CONFCUP: Taça das Confederações da FIFA
  • Part: Encontros particulares
  • Part U21: Jogos particulares Sub-21
  • U21: Campeonato da Europa de Sub-21
  • SUB17: Europeu de Sub-17
  • SUB16: Europeu de Sub-16
  • SUB19: Europeu de Sub-19
  • SUB18: Europeu de Sub-18
  • WWC: FIFA Women's World Cup
  • EUROFEM: Campeonato da Europa Feminino

Fases da competição

  • F: Final
  • FG: Fase de grupos
  • 1ª Gr.: 1ª fase de grupos
  • 2ª Gr.: 2ª fase de grupos
  • 3ª PE: 3ª pré-eliminatória
  • 1ªE: Primeira eliminatória
  • 2ªE: 2ª eliminatória
  • 3ªE: Terceira eliminatória
  • 4ªE: Quarta eliminatória
  • Prelim.: Fase preliminar
  • MF: Meias-finais
  • QF: Quartos-de-final
  • QF: Oitavos-de-final
  • Pré-el.: Pré-eliminatória
  • 16A: 16 avos-de-final
  • 1ªPE: Primeira pré-eliminatória
  • : primeira mão
  • 2ªPE: Segunda pré-eliminatória
  • : segunda mão
  • FF: Fase final
  • POff: Play-off
  • RE: Ronda Elite
  • Rep.: Repetição
  • POff 3º: Play-off - 3º lugar
  • PO - FF: "Play-off" para a fase final
  • FG-FF: Fase de grupos - fase final

Outras abreviaturas

  • (a.p.): Após prolongamento
  • pen: Grandes penalidades
  • Nr: Número
  • ag: Autogolo
  • ag: Jogo decidido por golos marcados fora
  • P: Penalty
  • tot: Resultado das duas mãos
  • J: Jogos disputados
  • J: Jogos
  • Pos.: Posição
  • Comp.: Competição
  • Pts: Pontos
  • E: Empates
  • V: Expulso (cartão vermelho directo)
  • DN: Data de nascimento
  • Res: Resultado
  • Prolong.: Prolongamento
  • gp: Jogo decidido através do "Golo de Prata"
  • GS: Golos sofridos
  • c: Jogo decidido por moeda ao ar
  • GM: Golos marcados
  • V: Vitórias
  • go: Jogo decidido através do "golo de ouro"
  • CA: Cartão amarelo
  • D: Derrotas
  • DA: Expulso (duplo cartão amarelo)
  • Nac.: Nacionalidade
  • N/A: Não se aplica
  • fc: Jogo perdido por falta de comparência

Estatísticas

  • -: Indica um jogador substituído
  • +: Indica um jogador recém-entrado
  • *: Indica um jogador expulso
  • +/-: Indica um jogador recém-entrado e substituído

Plantel

  • D: Informação disciplinar
  • *: Falha jogo seguinte se admoestado
  • S: Suspenso
  • UCLQ: Número de presenças na actual edição da UEFA Champions League apenas nas rondas de qualificação e "play-off"
  • UCL: Número total de presenças na UEFA Champions League desde a fase de grupos e até à actual jornada
  • UCL: Número total de presenças na UEFA Champions League desde a temporada 1992/93, referente apenas aos jogos compreendidos entre a fase de grupos e a final
  • UEFA: Número total de presenças em todas as competições de clubes da UEFA, incluindo todas as rondas de qualificação
  • Cláusula de desresponsabilização: Apesar de a UEFA ter o máximo cuidado com a informação contida neste documento na altura da sua publicação, nenhuma representação ou garantia (incluindo responsabilidade de terceiros), expressa ou implícita, é feita em relação à exactidão e fiabilidade do mesmo. Como tal, a UEFA não assume qualquer responsabilidade pela utilização ou interpretação da informação nele contida. Mais informação sobre o regulamento das competições poderá ser encontrada no UEFA.com.