Última actualização 07/12/2019 13:39CET
UEFA Champions League: FC Internazionale Milano - Borussia Dortmund Dossiers de imprensa

UEFA Champions League - Época 2019/20Dossiers de imprensa

FC Internazionale MilanoFC Internazionale MilanoStadio San Siro - Milãoquarta-feira, 23 de Outubro de 2019
21.00CET (21.00 Hora local)
Grupo F - Jornada 3
Borussia DortmundBorussia Dortmund
ImprimirX
Imprimir todas as secções
Escolher uma secção
PATROCINADORES OFICIAIS DA UEFA CHAMPIONS LEAGUE
  • Nissan
  • PlayStation
  • Gazprom
  • PepsiCo
  • Banco Santander
  • Mastercard
  • Hotels.com
  • Heineken
/insideuefa/mediaservices/presskits/uefachampionsleague/season=2020/round=2001140/day=3/session=2/match=2027059/library/_sidebar.html
?chapters=4

Treinadores Apenas esta secção

Peter Bosz

Data de nascimento: 21 de Novembro de 1963
Nacionalidade: Holandês
Carreira como jogador: SBV Vitesse, AGOVV Apeldoorn, RKC Waalwijk, SC Toulon, Feyenoord, JEF United Chiba (duas vezes), FC Hansa Rostock, NAC Breda
Carreira como treinador: AGOVV Apeldoorn, BV De Graafschap, Heracles Almelo (duas vezes), SBV Vitesse, Maccabi Tel-Aviv FC, AFC Ajax, Borussia Dortmund, Bayer Leverkusen

• Depois de passagens de três anos pelo Vitesse, pelo RKC e pelos franceses do Toulon, Bosz, o médio viu a sua carreira arrancar verdadeiramente ao mudar-se para o Feyenoord, em 1991; ao serviço da turma de Roterdão conquistou um título de campeão holandês, em 1992/93, e três Taças da Holanda, somando pelo meio oito internacionalizações pela selecção principal do seu país. Deixou o Feyenoord ao fim de cinco temporadas, tendo de seguida duas bem-sucedidas passagens pelo JEF United, do Japão, com uma passagem pelo Hansa, na Bundesliga, pelo meio.

• Pendurou as chuteiras em 1999, com 36 anos, e regressou à sua cidade natal para iniciar a sua carreira de treinador no Apeldoorn, clube ao leme do qual conquistou o campeonato nacional amador em 2002. Orientou, depois, o De Graafschap e o Heracles – emblema que guiou à subida ao escalão principal em 2005 – antes de ser apresentado como director-técnico do Feyenoord, em 2006.

• Regressou às funções de treinador principal e ao Heracles em 2010, garantindo a manutenção no escalão principal com uma classificação tranquila a meio da tabela; saiu do comando técnico do clube em 2013 e assumiu o leme do Vitesse durante três anos. Israel e o Maccabi chamaram por ele em Janeiro de 2016, trabalhando sob as ordens do também holandês Jordi Cruyff, director desportivo da turma israelita.

• Ao fim de seis meses em Israel, contudo, Bosz regressou à Holanda, para treinar o Ajax. Ao comando de uma equipa jovem, apresentando uma mentalidade ofensiva e princípios de jogo baseados nas ideias do lendário Johan Cruyff, levou a turma de Amesterdão ao segundo lugar da Liga holandesa e à final da UEFA Europa League.

• Nomeado treinador do Dortmund em Junho de 2017, permaneceu apenas seis meses no cargo; assumiu o comando do Leverkusen 12 meses mais tarde, guiando o "Die Werkself" até ao quarto lugar da Bundesliga na temporada 2018/19.

https://pt.uefa.com/news/newsid=2487199.html#peter+bosz

2019-09-16T10:50:56:897

Legenda

:: ESTATÍSTICAS DE SEMPRE
As estatísticas dos clubes em prova nas competições da UEFA.

Competições de clubes da UEFA:
Estas são as estatísticas consideradas válidas para comunicar oficialmente os registos das competições de clubes da UEFA definidas como Taça dos Campeões Europeus, UEFA Champions League, UEFA Europa League, Taça dos Vencedores das Taças, SuperTaça Europeia, Taça Intertoto e Taça Intercontinental. A Taça das Cidades com Feira e a SuperTaça Europeia de 1972 não são consideradas como competições da UEFA, não existindo também qualquer referência ao Mundial de Clubes, organizado pela FIFA.

Árbitros

UCL: Número total de jogos dirigidos na UEFA Champions League a partir da época 1992/93, apenas da fase de grupos até á final. Os jogos nos quais o juiz desempenhou funções de quarto árbitro não estão contemplados nestas estatísticas. Estes são os registos considerados válidos para apurar os recordes oficiais das competições.

UEFA: Números de jogos dirigidos nas competições europeias. Os jogos nos quais o juiz desempenhou funções de quarto árbitro não estão contemplados nestas estatísticas. Estes são os registos considerados válidos para apurar os recordes oficiais das competições.

Competições

Clubes
  • UCL: Liga dos Campeões
  • ECCC: Taça dos Clubes Campeões Europeus
  • UEL: UEFA Europa League
  • UCUP: Taça UEFA
  • UCWC: Taça dos Vencedores de Taças
  • SCUP: SuperTaça Europeia
  • UIC: Taça Intertoto
  • ICF: Taça das Cidades com Feira
Selecções
  • EURO: Campeonato Europeu da UEFA
  • Mundial: Campeonato do Mundo
  • CONFCUP: Taça das Confederações da FIFA
  • Part: Encontros particulares
  • Part U21: Jogos particulares Sub-21
  • U21: Campeonato da Europa de Sub-21
  • SUB17: Europeu de Sub-17
  • SUB16: Europeu de Sub-16
  • SUB19: Europeu de Sub-19
  • SUB18: Europeu de Sub-18
  • WWC: FIFA Women's World Cup
  • EUROFEM: Campeonato da Europa Feminino

Fases da competição

  • F: Final
  • FG: Fase de grupos
  • 1ª Gr.: 1ª fase de grupos
  • 2ª Gr.: 2ª fase de grupos
  • 3ª PE: 3ª pré-eliminatória
  • 1ªE: Primeira eliminatória
  • 2ªE: 2ª eliminatória
  • 3ªE: Terceira eliminatória
  • 4ªE: Quarta eliminatória
  • Prelim.: Fase preliminar
  • MF: Meias-finais
  • QF: Quartos-de-final
  • QF: Oitavos-de-final
  • Pré-el.: Pré-eliminatória
  • 16A: 16 avos-de-final
  • 1ªPE: Primeira pré-eliminatória
  • : primeira mão
  • 2ªPE: Segunda pré-eliminatória
  • : segunda mão
  • FF: Fase final
  • POff: Play-off
  • RE: Ronda Elite
  • Rep.: Repetição
  • POff 3º: Play-off - 3º lugar
  • PO - FF: "Play-off" para a fase final
  • FG-FF: Fase de grupos - fase final

Outras abreviaturas

  • (a.p.): Após prolongamento
  • pen: Grandes penalidades
  • Nr: Número
  • ag: Autogolo
  • ag: Jogo decidido por golos marcados fora
  • P: Penalty
  • tot: Resultado das duas mãos
  • J: Jogos disputados
  • J: Jogos
  • Pos.: Posição
  • Comp.: Competição
  • Pts: Pontos
  • E: Empates
  • V: Expulso (cartão vermelho directo)
  • DN: Data de nascimento
  • Res: Resultado
  • Prolong.: Prolongamento
  • gp: Jogo decidido através do "Golo de Prata"
  • GS: Golos sofridos
  • c: Jogo decidido por moeda ao ar
  • GM: Golos marcados
  • V: Vitórias
  • go: Jogo decidido através do "golo de ouro"
  • CA: Cartão amarelo
  • D: Derrotas
  • DA: Expulso (duplo cartão amarelo)
  • Nac.: Nacionalidade
  • N/A: Não se aplica
  • fc: Jogo perdido por falta de comparência

Estatísticas

  • -: Indica um jogador substituído
  • +: Indica um jogador recém-entrado
  • *: Indica um jogador expulso
  • +/-: Indica um jogador recém-entrado e substituído

Plantel

  • D: Informação disciplinar
  • *: Falha jogo seguinte se admoestado
  • S: Suspenso
  • UCLQ: Número de presenças na actual edição da UEFA Champions League apenas nas rondas de qualificação e "play-off"
  • UCL: Número total de presenças na UEFA Champions League desde a fase de grupos e até à actual jornada
  • UCL: Número total de presenças na UEFA Champions League desde a temporada 1992/93, referente apenas aos jogos compreendidos entre a fase de grupos e a final
  • UEFA: Número total de presenças em todas as competições de clubes da UEFA, incluindo todas as rondas de qualificação
  • Cláusula de desresponsabilização: Apesar de a UEFA ter o máximo cuidado com a informação contida neste documento na altura da sua publicação, nenhuma representação ou garantia (incluindo responsabilidade de terceiros), expressa ou implícita, é feita em relação à exactidão e fiabilidade do mesmo. Como tal, a UEFA não assume qualquer responsabilidade pela utilização ou interpretação da informação nele contida. Mais informação sobre o regulamento das competições poderá ser encontrada no UEFA.com.