Londres recebe final do UEFA EURO 2020

O Comité Executivo da UEFA seleccionou as 13 cidades que vão acolher os jogos da fase final do UEFA EURO 2020.

046 – Treze países recebem jogos por toda a Europa

O Comité Executivo da UEFA seleccionou esta sexta-feira, em Genebra, as 13 cidades anfitriãs que vão ser palco dos jogos do UEFA EURO 2020, dentro de seis anos, quando a competição celebrar o 60º aniversário.

As meias-finais e a final do UEFA EURO 2020 vão ser disputadas no Wembley Stadium, em Londres, Inglaterra.

Azerbaijão/Baku, Alemanha/Munique, Itália/Roma, Rússia/São Petersburgo vão receber três jogos da fase de grupos e um encontro dos quartos-de-final.

Bélgica/Bruxelas, Dinamarca/Copenhaga, Hungria/Budapeste, Holanda/Amesterdão, República da Irlanda/Dublin, Roménia/Bucareste, Escócia/Glasgow e Espanha/Bilbau vão ser palco de três jogos da  fase de grupos e um desafio dos oitavos-de-final.

O Presidente da UEFA, Michel Platini, comentou o processo de candidatura:

"Gostaria de agradecer a todos os participantes pelo empenho e dedicação que colocaram nas suas candidaturas."

"O UEFA EURO 2020 vai ser um momento histórico, com os jogos da nossa principal competição de selecções a serem disputados nos quatro cantos do nosso continente."

"Por isso, é verdadeiramente um EURO para a Europa, onde os adeptos vão ter a oportunidade única de participar num Campeonato da Europa de futebol à porta de casa."

O processo de votação foi dividido em quatro fases distintas, começando com a selecção da federação que irá acolher as meias-finais e a final. A escolha do Wembley Stadium foi feita por aclamação, depois de Munique retirar a sua candidatura antes da votação.

A segunda fase da votação compreendeu a eleição das quatro cidades que vão receber um encontro dos quartos-de-final e três jogos da fase de grupos. Todos os candidatos que cumpriram os requisitos estabelecidos, ou seja, ter um estádio com capacidade mínima de 60.000 lugares, foram classificadas pelos membros do Comité Executivo da UEFA segundo a sua ordem de preferência, com a primeira escolha a receber quatro pontos, a segunda três, a terceira dois pontos e a quarta um ponto. Foram depois somados todos os pontos resultantes da votação dos membros do Comité Executivo e o resultado foi o seguinte, com os quatro candidatos com o maior número de pontos a serem seleccionados:

Alemanha/Munique: 38 pontos

Azerbaijão/Baku: 37 pontos

Rússia/São Petersburgo: 29 pontos

Itália/Roma: 20 pontos

Bélgica/Bruxelas: 11 pontos

País de Gales/Cardiff: 3 pontos

Hungria/Budapeste: 2 pontos

A terceira fase de votação determinou as federações/cidades que vão receber um encontro dos oitavos-de-final e três jogos da fase de grupos, numa zona geográfica que ainda não tivesse sido seleccionada nas duas primeiras fases. Para esta votação, os membros do Comité Executivo tiveram de votar num dos locais de uma zona geográfica específica. A candidatura com mais votos foi a seleccionada.

As seis zonas geográficas, como foram definidas pelos membros do Comité Executivo da UEFA cujas federações não eram candidatas, eram:

Zona 1 Noroeste de Inglaterra, República da Irlanda, Escócia, País de Gales

Zona 2 Escandinávia Dinamarca, Suécia

Zona 3 Leste Azerbaijão, Bielorrússia, Rússia

Zona 4 Centro-Leste Bulgária, ARJ da Macedónia, Hungria, Roménia

Zona 5 Centro Bélgica, Alemanha, Holanda

Zona 6 Sul-Mediterrâneo Itália, Israel, Espanha

Como foi considerado que as candidaturas da Bielorrússia/Minsk, Bulgária/Sófia, ARJ da Macedónia/Skopje e Israel/Jerusalém não cumpriam os requisitos definidos pela administração da UEFA, estas candidaturas não participaram em todas as fases de selecção para as quais, de outra forma, teriam sido candidatas, de acordo com o artigo 1.3 do anexo dos regulamentos de candidatura.

A primeira votação, em relação à Zona 2, produziu o seguinte resultado:

Dinamarca/Copenhaga: 13 votos

Suécia/Estocolmo: 3 votos

O procedimento foi então repetido para a Zona 4, e produziu o seguinte resultado:

Roménia/Bucareste: 12 votos

Hungria/Budapeste: 3 votos

A quarta fase de votação determinou as seis restantes federações /cidades que vão receber um jogo dos oitavos-de-final e três jogos da fase de grupos. Aqui, mais uma vez, as federações restantes foram classificados por ordem de preferência, com a primeira a receber 6 pontos, a segunda 5 pontos, a terceira 4 pontos e assim sucessivamente.

A votação para esta fase final produziu o seguinte resultado:

Holanda/Amesterdão: 58 pontos

República da Irlanda/Dublin: 55 pontos

Espanha/Bilbau: 50 pontos

Hungria/Budapeste: 48 pontos

Bélgica/Bruxelas: 43 pontos

Escócia/Glasgow: 22 pontos

País de Gales/Cardiff: 21 pontos

Suécia/Estocolmo: 18 pontos

Topo