Robert Lewandowski e Pernille Harder eleitos Jogadores do Ano da UEFA

Primeiros prémios destinados ao treinador do futebol masculino e feminino para Flick e Vasseur

Robert Lewandowski com o troféu
Robert Lewandowski com o troféu UEFA via Getty Images

Jogador do Ano da UEFA

Robert Lewandowski, avançado do FC Bayern München, foi eleito Jogador do Ano da UEFA de 2019/20. O anúncio foi feito no sorteio da fase de grupos da UEFA Champions League de 2020/21, realizado hoje, em Genebra, na Suíça. O avançado polaco, que foi decisivo na conquista pelo seu clube do sexto título europeu na época passada, ganhou este prémio pela primeira vez.

O júri foi composto pelos 80 treinadores dos clubes que participaram na fase de grupos da UEFA Champions League e da UEFA Europa League de 2019/20, juntamente com 55 jornalistas escolhidos pelo grupo European Sports Media (ESM) de cada uma das federações-membro da UEFA. O resultado final teve como base a pontuação total resultante da votação de treinadores e jornalistas.

Robert Lewandowski somou um total de 477 pontos, com o médio belga do Manchester City FC, Kevin De Bruyne (90 pontos), e o guarda-redes alemão Manuel Neuer, do FC Bayern München (66 pontos), a ficarem no segundo e terceiro lugares, respectivamente.

Lewandowksi, de 32 anos, afirmou ao receber o prémio:

“Receber este prémio é uma sensação incrível. Trabalhar tanto e depois conquistar este troféu é muito especial. Tenho de agradecer aos meus colegas de equipas, a todos os funcionários e aos treinadores porque trabalham muito para me prepararem para os jogos. Também tenho de estar grati à minha família, que me apoia muito e isso é fundamental”.

“Quando era jovem sempre sonhei em jogar nos maiores estádios e nos maiores clubes do mundo. Estar aqui no palco é a concretização de um sonho. Estou muito grato, orgulhoso e feliz”.

Jogadora do Ano da UEFA

Pernille Harder foi eleita Jogadora do Ano da UEFA de 2019/20 na mesma cerimónia em Genebra. A atacante dinamarquesa ganhou este prémio pela segunda vez após ter sido distinguida em 2018.

A antiga avançada do VfL Wolfsburg, que actualmente está ao serviço do Chelsea FC Women, obteve um total de 92 pontos numa votação especial reservada a jornalistas e treinadores. Wendie Renard, defesa do Olympique Lyonnais e da selecção de França, ficou em segundo lugar com 81 pontos, enquanto o terceiro posto, com 28 pontos, coube à internacional inglesa Lucy Bronze, que também já alinhou no Olympique Lyonnais e joga actualmente no Manchester City Women FC.

O júri foi formado pelos treinadores dos oito clubes que participaram na fase final da UEFA Women’s Champions League de 2019/20, em Espanha, juntamente com os treinadores das 12 equipas mais bem classificadas no mais recente “ranking” de selecções nacionais femininas da UEFA. Também fizeram parte do painel 20 jornalistas especializados em futebol feminino, escolhidos pelo grupo ESM. O resultado final teve como base a pontuação total obtida na votação de treinadores e jornalistas.

Numa mensagem gravada em vídeo, Harder disse:

“Estou muito honrada por receber este prémio. É um dos prémios individuais mais prestigiados que uma jogadora pode conquistar no futebol, por isso estou muito feliz e orgulhosa."

“A eleição como jogadora do ano da UEFA mostra que o trabalho árduo e todos os sacrifícios que fiz ao longo destes anos valeram a pena."

“Queria agradecer a algumas pessoas: ao meu antigo clube, o Wolfsburgo, e a todas as colegas na equipa que me ajudaram a ganhar este prémio. O futebol é um desporto colectivo e sem elas eu não teria conseguido esta distinção."

“Estou ansiosa pela próxima época e por jogar na UEFA Women's Champions League pelo meu novo clube, o Chelsea. É um clube incrível e estou muito orgulhosa por estar aqui. Estou ansiosa por conquistar mais títulos com as minhas novas colegas de equipa.”

Na mesma cerimónia, pela primeira vez, a UEFA também premiou os treinadores que mais se distinguiram na época anterior.

--- --- ---

Treinador do Ano da UEFA do futebol masculino

Na primeira edição do prémio, Hans-Dieter Flick foi distinguido como Treinador do Ano da UEFA do futebol masculino de 2019/20. O treinador alemão, que levou o FC Bayern München à conquista do sexto título europeu na época passada, obteve um total de 476 pontos numa votação especial de jornalistas e treinadores. O técnico do Liverpool FC, Jürgen Klopp, foi segundo com 212 pontos, enquanto outro alemão, Julian Nagelsmann*, do RB Leipzig, ficou em terceiro com 76 pontos.

O júri foi composto por 80 treinadores dos clubes que participaram na fase de grupos da UEFA Champions League e da UEFA Europa League de 2019/20, juntamente com 55 jornalistas representantes de cada uma das 55 federações-membro da UEFA escolhidos pelo grupo European Sports Media (ESM).

*Os treinadores Julian Nagelsmann (RB Leipzig) e Thomas Tuchel (Paris Saint-Germain) obtiveram o mesmo número de pontos (76), mas o técnico do Leipzig ficou em terceiro por ter recebido maior número de pontuações máximas na votação de treinadores e jornalistas.

Flick, de 55 anos, afirmou durante a entrega do prémio:

”É uma grande honra ser o treinador do ano na Europa. Sem o apoio da minha equipa técnica, nunca teria conseguido. Apoiaram-me na preparação táctica e em tudo o resto de forma a que pudesse concentrar-me na equipa e nos jogadores”.

“Tem sido um ano louco com o confinamento mas, aos poucos, habituamo-nos à nova normalidade, pensar jogo em jogo e entrar em campo para ganhar em todas as frentes, com a Bundesliga, a Taça da Alemanha e depois a Champions League em Lisboa. Foi uma sensação fantástica, um sonho que se tornou realidade. Quando olho para as fotografias revido grandes emoções”.

“Há muitos e grandes momentos a recordar deste ano, pudemos ver a forma como a equipa evoluiu. Os jogadores mostraram uma mentalidade incrível. Tínhamos vencedores em todas as posições. Toda a equipa fez um excelente trabalho ao pensar num jogo de cada vez. Melhoraram muito e mostraram acreditar nas suas capacidades”.

Treinador do Ano da UEFA do futebol feminino

Na edição inaugural do prémio, Jean-Luc Vasseur foi eleito Treinador do Ano da UEFA do futebol feminino de 2019/20. O técnico francês, que na época passada conduziu o Olympique Lyonnais ao sétimo título europeu e quinto consecutivo, registos recorde, conseguiu um total de 122 pontos na votação especial de jornalistas e treinadores. O treinador do VfL Wolfsburg, Stephan Lerch (Alemanha), ficou em segundo com 78 pontos, enquanto o técnico do FC Barcelona, Lluís Cortés (Espanha), foi o terceiro com 36 pontos.

O júri foi composto pelos treinadores dos oito clubes que participaram na fase final da UEFA Women's Champions League de 2019/20, juntamente com os treinadores das 12 equipas mais bem classificadas no mais recente “ranking” de selecções nacionais femininas da UEFA. Vinte jornalistas especializados em futebol feminino, escolhidos pelo grupo ESM, também fizeram parte do júri.

Numa mensagem gravada em vídeo, Vasseur, de 51 anos, disse:

“Tem sido um grande desafio comandar uma equipa com esta qualidade, pois o clube teve de se manter ao mais alto nível na Europa. Quanto mais difíceis forem os desafios, mais terei de os enfrentar para continuar a evoluir."

“Gostaria de agradecer às minhas jogadoras, porque são verdadeiras campeãs; é extraordinário treiná-las todos os dias. Agradeço também às equipas técnica e médica, pois sem o seu apoio não estaríamos na posição que estamos hoje.”

“E, claro, gostaria de agradecer à direcção do clube e ao nosso presidente, Jean-Michel Aulas, pela confiança que demonstrou nesta equipa e por a ter ajudado a atingir o nível mais alto possível.”

Os prémios de Jogador e Treinador do Ano da UEFA distinguem os melhores jogadores e treinadores do futebol masculino e feminino, independentemente da sua nacionalidade, que tenham jogado ou treinado numa equipa de futebol no território de uma federação-membro da UEFA. Os prémios são baseados no desempenho de atletas e treinadores durante a época de 2019/20 em todas as competições, tanto nacionais como internacionais, ao nível de clubes e de selecções nacionais.

--- --- ---

Jogadores da Época da UEFA Champions League

Quatro jogadores receberam os prémios por posição da UEFA Champions League de 2019/20 durante o sorteio da fase de grupos da UEFA Champions League de 2020/21.

O júri destes prémios foi composto pelos treinadores dos 32 clubes que participaram na fase de grupos da UEFA Champions League de 2019/20, juntamente com 55 jornalistas escolhidos pelo grupo ESM. O resultado final teve como base a pontuação total obtida na votação de treinadores e jornalistas.

Manuel Neuer (Alemanha, FC Bayern München) foi eleito Guarda-redes da Época da UEFA Champions League, com um total de 376 pontos, e terminou à frente de Jan Oblak (Eslovénia, Club Atlético de Madrid), que somou 92 pontos, e de Keylor Navas (Costa Rica, Paris Saint-Germain), que obteve 89 pontos.

Joshua Kimmich (Alemanha, FC Bayern München) foi distinguido como Defesa da Época da UEFA Champions League com um total de 161 pontos. Levou a melhor sobre os colegas de equipa Alphonso Davies (Canadá, FC Bayern München), segundo colocado com 138 pontos, e David Alaba (Áustria, FC Bayern München) que foi terceiro com 119 pontos.

Kevin De Bruyne (Bélgica, Manchester City FC) foi votado Médio da Época da UEFA Champions League com um total de 171 pontos, enquanto Thiago Alcantara (Espanha, FC Bayern München, agora no Liverpool FC) obteve 169 pontos e terminou em segundo, com Thomas Müller (Alemanha, FC Bayern München) a ficar em terceiro com 78 pontos.

Robert Lewandowski (Polónia, FC Bayern München) foi eleito o Avançado da Época da UEFA Champions League, obtendo um total de 361 pontos. Kylian Mbappé (França, Paris Saint-Germain) foi o segundo com 72 pontos, deixando o colega de equipa Neymar (Brasil, Paris Saint-Germain) em terceiro com 62 pontos.

--- --- ---

Jogadoras da Época da UEFA Women’s Champions League

Na mesma cerimónia, quatro jogadoras receberam os primeiros prémios por posição da UEFA Women's Champions League.

O júri destes prémios foi composto pelos treinadores dos oito clubes que participaram na fase final da UEFA Women's Champions League de 2019/20 em Espanha, juntamente com 20 jornalistas especializados no futebol feminino seleccionados pelo grupo ESM. O resultado final teve como base a pontuação total obtida na votação de treinadores e jornalistas.

Sarah Bouhaddi (França, Olympique Lyonnais) foi eleita Guarda-Redes da Época da UEFA Women's Champions League, somando um total de 100 pontos e terminando à frente de Christiane Endler (Chile, Paris Saint-Germain), que somou 60 pontos, e Sandra Paños (Espanha, FC Barcelona), que conseguiu 39 pontos.

Wendie Renard (França, Olympique Lyonnais) foi distinguida como Defesa da Época da UEFA Women's Champions League com um total de 102 pontos. Lucy Bronze (Inglaterra, Olympique Lyonnais, atualmente no Manchester City Women FC) terminou em segunda com 85 pontos e Lena Goeßling (Alemanha, VfL Wolfsburg) ficou em terceira com 9 pontos.

Dzsenifer Marozsán (Alemanha, Olympique Lyonnais) foi coroada como Centrocampista da Época da UEFA Women's Champions League, com um total de 66 pontos, enquanto Alexandra Popp (Alemanha, VfL Wolfsburg) obteve 30 pontos e ficou em segunda e Sara Björk Gunnarsdóttir (Islândia, Olympique Lyonnais, antiga jogadora do VfL Wolfsburg) arrecadou o terceiro posto, com 19 pontos.

Pernille Harder (Dinamarca, VfL Wolfsburg, agora no Chelsea FC Women) foi eleita a Avançada da Época UEFA Women's Champions League com um total de 93 pontos. Delphine Cascarino (França, Olympique Lyonnais) foi segunda com 32 pontos e Vivianne Miedema (Holanda, Arsenal Women FC) ficou em terceiro com 31 pontos.

Finalmente, durante a cerimónia de entrega de prémios, Didier Drogba, lenda do futebol da Costa do Marfim, foi agraciado com o Prémio Presidente da UEFA de 2020 pelo Presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, em reconhecimento pela sua carreira notável e pelos serviços prestados ao futebol dentro e fora de campo.