Embaixadoras para o futebol feminino apresentadas em Paris

O empenho da UEFA no desenvolvimento contínuo do futebol feminino ficou sublinhado esta segunda-feira com a apresentação de cinco novas embaixadoras da causa, em Paris.

UEFA.org takes a look at the five ambassadors for women’s football development, aiming to inspire players across Europe in their new roles.

Camille Abily, Lotta Schelin, Laura Georges e Verónica Boquete juntam-se à antiga internacional alemã Steffi Jones no lote de embaixadoras para trabalharem com a UEFA na tentativa de educar e inspirar futuras estrelas em toda a Europa através do Programa para o Desenvolvimento do Futebol Feminino da UEFA, tendo o quinteto sido apresentado esta segunda-feira, em Paris.

O Presidente da UEFA, Michel Platini, afirmou: "A qualidade do futebol feminino tem crescido de forma exponencial ao longo da última década e a UEFA encontra-se totalmente empenhada em desenvolver ainda mais as competições femininas tanto a nível interno como a nível europeu. O Programa para o Desenvolvimento do Futebol Feminino tem constituído uma forma de trabalharmos em conjunto com as federações que integram a UEFA de forma a oferecer melhores infra-estruturas para que mais mulheres de todas as idades se envolvam na modalidade e desfrutem do desporto que tanto gostam. O recurso a embaixadoras com tanta experiência na área só poderá trazer benefícios à próxima geração de futebolistas femininas."

Karen Espelund, presidente do Comité de Futebol Feminino da UEFA, afirmou: "O crescimento da vertente feminina da modalidade significa que as jovens têm agora um número cada vez maior de jogadoras de topo para seguir como modelos e nós podemos trabalhar com a sua popularidade para trazer ainda mais mulheres ao futebol europeu. A sua visão do futebol, aliada ao seu conhecimento e à sua experiência, pode ter um efeito extremamente importante no desenvolvimento deste nosso desporto."

As embaixadoras irão agora participar em vários torneios de desenvolvimento e outros eventos patrocinados pela UEFA um pouco por toda a Europa, de forma a partilharem o seu conhecimento e experiência com as mais jovens e, assim, oferecerem-lhe as ferramentas necessárias para estas crescerem enquanto futebolistas.

Boquete quer fazer a diferença
Boquete quer fazer a diferença

Jones, três vezes vencedora do Campeonato da Europa Feminino de Futebol da UEFA, referiu: "Nas minhas visitas como embaixadora junto de projectos de futebol para mulheres e jovens em toda a Europa tenho ficado surpreendida com a paixão que elas têm pela modalidade. É importante dizer-lhes para terem confiança e ver que o futebol constitui uma experiência única para a vida de todas elas. Sinto-me extremamente honrada por ser uma embaixadora da UEFA." Recorde, aqui, algumas dessas visitas passadas que inspiraram o desenvolvimento do futebol feminino.

"Sem dúvida, tudo isto irá motivar as futuras gerações e isso é bastante importante", destacou a internacional espanhola Boquete. "As raparigas que estão agora a desenvolver-se na modalidade querem ser como nós e necessitam de pontos de referência femininos pelo que é muito interessante terem-nos como embaixadoras. É entusiasmante saber que podemos fazer a diferença no futuro do futebol feminino."

Topo