O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Federações melhoram formação de treinadores

Azerbaijão e Bielorrússia aderiram à licença Pro da Convenção de Treinadores e comprovaram o compromisso das federações de contribuir para a formação de treinadores na Europa.

Dany Ryser (à direita), que é membro do Painel Jira da UEFA, conduz uma sessão de formação de treinadores no Azerbaijão
Dany Ryser (à direita), que é membro do Painel Jira da UEFA, conduz uma sessão de formação de treinadores no Azerbaijão ©AFFA

O excelente trabalho que está a ser realizado no âmbito da formação de treinadores no seio das federações nacionais membros da UEFA continua a dar frutos, com o Azerbaijão e a Bielorrússia a serem os últimos países a aderirem à licença Pro da Convenção de Treinadores da UEFA.

Estas adesões comprovam o compromisso das federações de contribuirem para a formação de treinadores em toda a Europa. O ditado faz cada vez mais sentido, pois bons treinadores irão contribuir para formar bons jogadores e, desta forma, ajudar a melhorar o nível dos treinadores e do futebol em todo o continente.

A Convenção de Treinadores da UEFA foi criada pelo organismo responsável pelo futebol europeu em 1997 e todas as federações membros da UEFA assinaram a convenção até 2008, num dos seus três níveis de formação: Pro, A e B.

"A ratificação da licença Pro pelo Azerbaijão deixa-nos muito orgulhosos", afirmou Bernhard Lippert, diretor técnico da Federação de Futebol do Azerbaijão e seleccionador nacional de Sub-21. "Agradecemos à UEFA pelo apoio excepcional que nos concedeu, especialmente a Dany Ryser, membro do Painel Jira, e Erich Rutemoeller, instrutor técnico da UEFA. Vamos tentar corresponder à confiança que demonstraram em nós e intensificar ainda mais as nossas atividades na formação de treinadores. Não posso deixar de agradecer a todos os funcionários federativos que contribuíram para esta importante melhoria".

Mikhail Vergeenko, diretor técnico da Federação Bielorrussa de Futebol, acrescentou: "Queremos agradecer o apoio dos tutores da UEFA - Piotr Maranda, Erich Rutemöller, Zdeněk Sivek, Dany Ryser e Packie Bonner – e dos serviços de formação de futebol pela ajuda dada na organização dos cursos, assim como o apoio dado neste processo de ratificação. Foi necessário muito trabalho para atingir este objectivo. Estamos convencidos de que a formação de treinadores para a Licença Pro da UEFA vai contribuir para o desenvolvimento do futebol na Bielorrússia. Estamos a planear lançar um novo curso para a licença Pro no próximo ano".

O objectivo da convenção, entre outras coisas, é definir uma fasquia que as federações nacionais terão de atingir, com o objectivo de proteger a profissão de treinador e de facilitar a livre circulação de técnicos qualificados na Europa, em conformidade com a legislação europeia. A UEFA também promove o intercâmbio na formação de treinadores e incentiva as 53 federações membros a partilharem conhecimentos técnicos em prol do futebol europeu. 

A convenção define critérios mínimos para os três níveis de formação. As federações membros da UEFA podem aderir à convenção se atingirem esses padrões. Actualmente, existem mais de 162 mil treinadores possuidores de licenças reconhecidas pela UEFA.

O painel Jira da UEFA é composto por treinadores experientes e contribui para a aplicação e implementação da Convenção de Treinadores da UEFA. Apoia também o trabalho do Comité de Desenvolvimento e Assistência Técnica e, mais especificamente, aconselha a UEFA, as 53 federações membros, clubes e terceiros em matérias relacionadas com a formação de treinadores.