O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Intercâmbio de estudantes a arrancar

A segunda época do programa de intercâmbio de formação de treinadores da UEFA começa esta semana, com estudantes de Croácia, Holanda, Sérvia e Eslovénia a deslocarem-se até à Casa do Futebol Europeu.

Estudantes das federações do Azerbaijão, Estónia, Rússia e País de Gales deslocaram-se a Nyon em Abril
Estudantes das federações do Azerbaijão, Estónia, Rússia e País de Gales deslocaram-se a Nyon em Abril ©UEFA

O inovador programa de intercâmbio de formação de treinadores da UEFA recomeça este Outono, com estudantes oriundos de Croácia, Holanda, Sérvia e Eslovénia a deslocaram-se até à Casa do Futebol Europeu esta semana.

O curso é a sessão de abertura da segunda época do programa. A ideia é proporcionar aos estudantes da licença Pro a oportunidade de terem intercâmbio internacional e acesso à UEFA, aos seus tutores e a material educativo. O curso provou ser um sucesso inequívoco, com as federações e os participantes a receberem com agrado a possibilidade de recolher e trocar experiências e pontos de vista.

Os participantes de cada curso representam três ou quatro federações europeias e são guiados pelos respectivos directores da formação de treinadores. A UEFA nomeia tutores/formadores de treinadores experientes para trabalharem com os serviços educativos de futebol da UEFA em cada evento, tendo os membros do Painel Jira da UEFA igualmente presença activa, ao lado dos oradores convidados.

O curso oferece discussão e debate, troca de pontos de vista e sessões de treino práticas no Estádio Colovray, oposto à sede da UEFA, em Nyon. Os tópicos específicos cobrem, entre outras coisas, a forma como os treinadores enfrentam situações de crise, força mental sob pressão e as várias qualidades humanas necessárias para lidar com a comunicação social, expectativas dos adeptos e jogadores.

Uma sessão media dá aos participantes a oportunidade de testarem as suas capacidades numa situação de "flash interview", tal como se vê na televisão após um jogo da UEFA Champions League, bem como mostrar-lhes como interagir, e reagir, com imprensa escrita, rádio e televisão.