Treinadores dos clubes debatem temas importantes

Os treinadores europeus de topo passaram os últimos dois dias em Nyon em conversações com a UEFA sobre o desenvolvimento do futebol e das competições europeias, bem como matérias que afectam o seu trabalho diário.

O Fórum de Treinadores de Elite da UEFA 2013
O Fórum de Treinadores de Elite da UEFA 2013 ©UEFA

O 15º Fórum de Treinadores de Clubes de Elite da UEFA proporcionou uma oportunidade para alguns dos principais técnicos do futebol europeu discutirem as questões importantes relacionadas com o seu trabalho.

Esta foi a visão de Rafael Benítez, um dos 16 treinadores presentes no fórum de dois dias na sede da UEFA, em Nyon, e que foi presidido pelo antigo treinador do Manchester United FC, Sir Alex Ferguson, através de vídeo conferência em Inglaterra, e que contou também com a presença do Presidente da UEFA, Michel Platini.

Reflectindo sobre a troca de ideias que surgiram, o treinador do SSC Napoli, Benítez, disse em conferência de imprensa: "Discutimos uma série de coisas sobre as tendências técnicas do futebol. Debatemos sobre a Champions League e Europa League, o 'fair-play' financeiro, as transferências e o calendário internacional, uma série de temas que, para nós treinadores, são muito importantes e afectam o nosso trabalho diário".

Uma das principais preocupações foi o período de transferências, com muitos dos presentes a defender que o mesmo não deve continuar aberto assim que a temporada se inicie. A explicação surgiu pela voz de André Villas-Boas, treinador do Tottenham Hotspur FC: "A janela de transferências foi algo que mereceu muita atenção dos treinadores, que defendem o seu encerramento um pouco mais cedo".

Tal como Benítez e Villas-Boas reflectiram, houve diferentes considerações levantadas sobre este assunto, como foi o facto do início das temporadas nacionais de clubes em diferentes datas e as equipas que preferem esperar até ao final da fase de qualificação para a UEFA Champions League para iniciar as suas contratações.

O encontro anual dos treinadores permitiu um debate fascinante e que na quarta-feira abordou as notáveis tendências em campo. Estas incluíram o aumento do número de golos marcados, por jogo, na UEFA Champions League e em alguns dos principais campeonatos a nível europeu, bem como o aumento dos golos na sequência de cruzamentos atrasados, o que acentua a importância dos jogadores que conseguem chegar à linha de fundo.  
 
Houve também um debate em torno da regra dos golos marcados fora e o seu lugar no futebol moderno. Como foi dito por Sir Alex aos treinadores: “Sentimos que as questões levantadas hoje são importantes para a estrutura e o progresso da Champions League e da Europa League."

O programa de quinta-feira focou-se mais no negócio do futebol, com os treinadores a debater o calendário internacional, o 'fair play' financeiro, o período de transferências e os terceiros detentores de passe dos jogadores. Pierluigi Collina, chefe da arbitragem da UEFA, fez uma apresentação sobre as alterações às regras do fora-de-jogo que entraram em vigor esta época, oferecendo vídeos com exemplos para ilustrar como devem os árbitros interpretar as situações, tendo ainda sublinhado a importância dos árbitros assistentes adicionais implantada nas competições de clubes da UEFA, focando a sua atenção no que acontece dentro da grande área.

Estiveram presentes em Nyon os seguintes treinadores: Laurent Blanc (Paris Saint-Germain FC), Arsène Wenger (Arsenal FC), Neil Lennon (Celtic FC), Antonio Conte (Juventus), Manuel Pellegrini (Manchester City FC), Paulo Fonseca (FC Porto), Carlo Ancelotti (Real Madrid CF), Jens Keller (FC Schalke 04), Mircea Lucescu (FC Shakhtar Donetsk), Miroslav Djukić (Valencia CF), Murat Yakin (FC Basel 1893), Jorge Jesus (SL Benfica), Rafael Benítez (SSC Napoli), Vladimir Petković (SS Lazio), Kurban Berdyev (FC Rubin Kazan) e André Villas-Boas (Tottenham Hotspur FC).