UEFA aprova decisão sobre o Dínamo

O Tribunal Arbitral do Desporto confirmou as sanções aplicadas pela UEFA ao Dínamo de Zagreb devido aos comportamentos evidenciados pelos adeptos daquele clube.

O TAS confirmou as sanções aplicadas pela UEFA ao Dínamo
O TAS confirmou as sanções aplicadas pela UEFA ao Dínamo ©UEFA

A UEFA vê com bons olhos a decisão do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) que confirma as sanções impostas pelos órgãos disciplinares da UEFA ao GNK Dinamo Zagreb no que diz respeito ao comportamento discriminatório por parte dos adeptos do clube durante a edição de 2013/14 da UEFA Champions League.

Como resultado de cânticos discriminatórios entoados em dois dos seus jogos em casa na UEFA Champions League 2013/14, a formação croata viu-se, primeiro, obrigada a encerrar a secção Este do seu estádio e, depois, a disputar uma partida à porta fechada – tendo esta última sanção sido acompanhada por uma multa no valor de 50 mil euros. Ambas as decisões foram, agora, confirmadas pelo TAS.

A luta contra o racismo constitui uma das principais prioridades da UEFA. O órgão máximo do futebol europeu apresenta uma política de tolerância-zero para com o racismo ou qualquer outra forma de discriminação dentro das quatro linhas ou nas bancadas. Todos os comportamentos racistas são considerados como ofensas graves aos regulamentos disciplinares e punidos com severas sanções. No seguimento da entrada em vigor dos novos regulamentos disciplinares, a 1 de Junho de 2013, a luta contra as condutas racistas tornou-se ainda mais intensa, resultando em mais sanções para dissuadir tais comportamentos.

Topo