Dínamo multado por cânticos racistas

O Dínamo Zagreb foi multado e obrigado a fechar parte do seu estádio durante o próximo jogo europeu, devido aos cânticos racistas dos seus adeptos durante um recente desafio de qualificação.

Stadion Maksimir, a casa do Dínamo Zagreb
Stadion Maksimir, a casa do Dínamo Zagreb ©Getty Images

O campeão croata, GNK Dinamo Zagreb, foi multado em 25.000 euros e ordenado a fechar a secção Leste do seu estádio no próximo jogo caseiro nas competições europeias, devido a cânticos racistas dos seus adeptos num recente encontro de qualificação da UEFA Champions League.

O Comité de Controlo e Disciplina da UEFA puniu o clube segundo o novo artigo 14 dos Regulamentos Disciplinares sobre racismo, outra conduta discriminatória e propaganda, após incidentes ocorridos durante a vitória caseira do Dínamo sobre os luxemburgueses do CS Fola Esch, por 1-0, a 23 de Julho, relativa à segunda pré-eliminatória da UEFA Champions League.

A luta contra o racismo é uma prioridade de topo para a UEFA. O organismo europeu tem uma política de tolerância zero em relação ao racismo e discriminação, não só no relvado mas também nas bancadas. Todas as formas de comportamento racista são consideradas delitos graves aos regulamentos disciplinares e serão punidas com as sanções mais severas.

O Dínamo defronta o FC Sheriff na terceira pré-eliminatória, com a segunda mão agendada para terça-feira, dia 30 de Julho.

Topo