Prémios da UEFA para jogadores

Os vencedores dos prémios anuais da UEFA para Melhor Guarda-redes, Defesa, Médio e Avançado, na Champions League, e de Melhor Jogador, na UEFA Europa League.

Frenkie de Jong e Lionel Messi recebem os prémios na cerimónia em 2019 ©Getty Images

Desde 2017, a UEFA entrega cinco prémios para os jogadores, visando reconhecer os melhores desempenhos nas competições europeias de clubes em cada temporada. Estes galardões são entregues juntamente com os prémios de Melhor Jogador e Jogadora do Ano da UEFA, numa cerimónia realizada no em Agosto.

Melhor Guarda-redes da Época na UEFA Champions League

2018/19: Alisson Becker (Liverpool e Brasil)
2017/18: Keylor Navas (Real Madrid e Costa Rica)
2016/17: Gianluigi Buffon (Juventus e Itália)

Melhor Defesa da Época na UEFA Champions League

2018/19: Virgil van Dijk (Liverpool e Países Baixos)
2017/18: Sergio Ramos (Real Madrid e Espanha)
2016/17: Sergio Ramos (Real Madrid e Espanha)

Melhor Médio da Época na UEFA Champions League

2018/19: Frenkie de Jong (Ajax e Países Baixos)
2017/18: Luka Modrić (Real Madrid e Croácia)
2016/17: Luka Modrić (Real Madrid e Croácia)

Melhor Avançado da Época na UEFA Champions League

2018/19: Lionel Messi (Barcelona e Argentina)
2017/18: Cristiano Ronaldo (Real Madrid e Portugal)
2016/17: Cristiano Ronaldo (Real Madrid e Portugal)

Melhor Jogador da Época na UEFA Europa League

2018/19: Eden Hazard (Chelsea e Bélgica)
2017/18: Antoine Griezmann (Atlético Madrid e França)
2016/17: Paul Pogba (Manchester United e França)

Outros prémios

Os cinco novos prémios referentes a uma competição específica complementam os já existentes prémios de Melhor Jogador do Ano da UEFA e Melhor Jogadora do Ano da UEFA. Estes dois prémios destinam-se a todos os futebolistas que jogaram na Europa e têm por base o desempenho ao longo da época anterior em todas as competições, quer nacionais, quer internacionais, seja a nível de clubes ou de selecções.

Como funciona a votação

O júri é composto pelos treinadores de clubes relevantes presentes na fase de grupos da UEFA Champions League e da UEFA Europa League e por 55 jornalistas do grupo European Sports Media (ESM), em representação de cada uma das 55 federações-membro da UEFA. Os treinadores não podem votar em futebolistas das suas próprias equipas.