Presidente da UEFA visita Geórgia

Michel Platini viu ao vivo os desenvolvimentos das infra-estruturas futebolísticas na Geórgia, onde esteve reunido com algumas das mais importantes figuras do país.

Domenti Sichinava, presidente da GFF, troca com Michel Platini um galhardete alusivo à visita do presidente da UEFA à Geórgia
Domenti Sichinava, presidente da GFF, troca com Michel Platini um galhardete alusivo à visita do presidente da UEFA à Geórgia ©Badri Ketiladze

O presidente da UEFA, Michel Platini, viu ao vivo os desenvolvimentos das infra-estruturas futebolísticas na Geórgia, onde se deslocou para se reunir com algumas das mais importantes figuras do país, entre elas o próprio primeiro-ministro, Nika Gilauri.

À chegada a Tbilisi, capital daquela nação do Cáucaso, Platini teve oportunidade de constatar os melhoramentos que estão a ser levados a cabo nas instalações desportivas locais, visitando a remodelada sede da Federação de Futebol da Geórgia (GFF), o centro de treinos de Basa e os recintos das duas principais equipas da cidade - o Estádio Nacional Boris Paichadze e o Estádio Mikheil Meskhi.

Para além dos encontros com os dirigentes da GFF, o presidente da UEFA reuniu-se ainda com alguns dos líderes políticos da Geórgia, entre eles o primeiro-ministro, Nika Gilauri, o ministro do Desporto, Lado Vardzelashvili, e o presidente da Câmara de Tbilisi, Gigi Ugulava. As conversas permitiram a Platini um conhecimento mais profundo do desejo das autoridades locais em desenvolverem as infra-estruturas ligadas ao futebol existentes no país, como o próprio presidente da UEFA explicou.

Em conferência de imprensa, Michel Platini afirmou: "Sabia que a GFF desejava receber torneios organizados pela UEFA, mas apenas com esta visita percebi a dimensão desse desejo. Estou igualmente satisfeito por constatar que a GFF tem uma forte e próxima ligação com o governo e autoridades locais. Fizemos chegar ao presidente da Câmara uma lista de requisitos necessários para fazer de Tbilisi candidata a receber um evento da UEFA".

Platini acrescentou ainda que as alterações nas listas de acesso às competições de clubes da UEFA oferecem, agora, às federações de menor dimensão, como a da Geórgia, uma maior possibilidade de se verem representadas na fase de grupos da UEFA Champions League.

O presidente da GFF, Domenti Sichinava, referiu que a visita de Michel Platini - a sua segunda ao país - assinalou mais um passo em frente para a Geórgia enquanto país de futebol. "O presidente da UEFA expressou a sua vontade de cooperar connosco e ajudar nas reformas que estamos a desenvolver. Para além disso, teve oportunidade de perceber a velocidade a que o futebol geórgio está a mudar", salientou. "Queremos, num futuro próximo, colocar o Estádio Mikheil Meskhi ao nível dos padrões de exigência da UEFA".

O presidente da UEFA deixou, de seguida, a Geórgia para rumar à República da Moldávia, mais precisamente à capital do país, Chisinau, onde irá participar nas cerimónias de celebração do centenário da Federação Moldava de Futebol (FMF).

Topo