Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Presidente da UEFA saúda centenário da Federação eslovena

Aleksander Čeferin, antigo presidente da NZS, assinala as conquistas passadas e presentes do futebol esloveno.

Aleksander Čeferin participou num debate à distância integrado nas comemorações do centenário da Federação eslovena
Aleksander Čeferin participou num debate à distância integrado nas comemorações do centenário da Federação eslovena ©NZS

O Presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, ajudou a Federação de Futebol da Eslovénia (NZS) a celebrar o seu centenário ao participar numa videoconferência online para discutir o "belo jogo".

Čeferin, ex-presidente da NZS, juntou-se na ocasião ao seu sucessor, Radenko Mijatović, bem como a Rudi Zavrl, presidente honorário e primeiro presidente da federação. No início de Abril, Borut Pahor, presidente da Eslovénia, concedeu à NZS a Ordem de Mérito Excepcional em reconhecimento do seu papel no avanço da prosperidade e do progresso da nação.

Ao transmitir em directo o debate, a federação conseguiu assinalar o seu 100º aniversário cumprindo as restrições de distância social relacionadas à COVID-19.

No entanto, o confinamento em curso forçou a NZS a adiar até final do ano os planos de inauguração de uma exposição fotográfica sobre a sua história, bem como um documentário de televisão e uma gala.

A pandemia causou também o cancelamento de um jogo amigável contra Portugal, campeão europeu em 2016, previsto para o final de Maio.

Em boas mãos

"Cem anos é um aniversário importante no qual todos temos orgulho", disse Aleksander Čeferin. "O meu primeiro papel no futebol foi o de adepto. Critiquei quando a selecção perdeu um jogo importante. Depois tornei-me presidente da federação nacional e percebi então a minha ignorância sobre o futebol, de como as minhas críticas eram sem sentido."

O Comité Executivo da UEFA visitou o centro nacional de futebol da Eslovénia em Setembro de 2019
O Comité Executivo da UEFA visitou o centro nacional de futebol da Eslovénia em Setembro de 2019©NZS

"Como Presidente da UEFA, vejo o futebol agora de uma perspectiva completamente nova, mas continuo apaixonado por ele e pela selecção da Eslovénia. Acompanho o progresso do futebol na Eslovénia e estou feliz por estar em boas mãos. Por isso, não tenho dúvidas de que o futuro é brilhante para a Federação eslovena e o futebol do país. Pode haver rivalidades em campo, mas fora dele o futebol deve estar unido para que seja bem-sucedido."

O presidente do NZS, Radenko Mijatović, acrescentou: "É um sentimento especial estar na liderança da federação durante o centenário. Muito provavelmente, o meu antecessor estaria no meu lugar agora se não estivesse à frente da UEFA, que dirige com sucesso. Mas estar aqui neste momento é uma honra especial e um prazer."

Desde que conquistou a independência há menos de 30 anos, a Eslovénia - país de pouco mais de dois milhões de habitantes - prosperou de maneira consistente no futebol. À qualificação para o UEFA EURO 2000 seguiu-se a participação no Campeonato do Mundo da FIFA de 2002 e 2010, e a selecção conta com jogadores com experiência ao mais alto nível nas principais ligas europeias.

Investir no futuro do futebol da Eslovénia

Aleksander Čeferin ajudou a lançar a iniciativa Futebol nas Escolas da UEFA, em Ljubljana
Aleksander Čeferin ajudou a lançar a iniciativa Futebol nas Escolas da UEFA, em Ljubljana©NZS

O financiamento da UEFA ajudou a Eslovénia a estabelecer as bases estruturais para o sucesso a longo prazo, incluindo um investimento de €44 milhões no futebol de "raízes", dos quais 11 milhões apoiam a iniciativa Futebol nas Escolas da UEFA em Ljubljana - um plano de quatro anos para desenvolver o futebol escolar.

Seis equipas escolares compostas por rapazes e raparigas - duas da Eslovénia e uma de países vizinhos como Áustria, Croácia, Hungria e Itália - participaram no evento de lançamento deste último, com a presença do Presidente da UEFA, em Setembro passado.

Centro nacional de futebol

Em 2016, a NZS abriu um novo centro nacional de futebol em Brdo, no sopé dos Alpes - um projecto de €8,5 milhões, 90 por cento financiado pelo programa de assistência HatTrick da UEFA e pelo projeto Goal da FIFA.

Situadas apenas a 200 metros da sede da NZS, as instalações para treinar, da última geração, fornecem a todas as selecções nacionais da Eslovénia condições perfeitas para se prepararem para os jogos.

O impressionante centro nacional de futebol da Eslovénia
O impressionante centro nacional de futebol da Eslovénia©NZS

O centro também recebe partidas de clubes locais e futebol jovem, além de dezenas de eventos e sessões de treino para treinadores e árbitros durante todo o ano. Os clubes estrangeiros podem igualmente alugar o centro de treinos para realizar estágios.

Topo