"Vamos estar a postos para o torneio": preparativos dos estádios do EURO

Os estádios serão o ponto central da experiência do UEFA EURO 2020 e o segundo "workshop" de operadores de estádios, em Nyon, foi mais um passo importante na preparação para o evento.

Participantes no "workshop" em Nyon
Participantes no "workshop" em Nyon ©UEFA

Quando faltam apenas seis meses para a fase final do UEFA EURO 2020, o segundo "workshop" de operadores de estádios decorreu na Casa do Futebol Europeu, em Nyon, nos dias 10 e 11 de Dezembro.

Além dos participantes no primeiro "workshop" - representantes de estádios e funcionários da LOS (estrutura organizadora local) das 12 cidades-anfitriãs - os 12 responsáveis de estádios recentemente nomeados e os 12 operacionais técnicos dos estádios participaram no último encontro.

"Os estádios são as peças centrais de toda a experiência no EURO", disse Sharon Burkhalter-Lau, directora de operações da UEFA Events SA, na introdução do 'workshop', destacando ainda mais a importância dos 12 estádios que vão receber os jogos.

"Há algum tempo que trabalhamos em suposições. Agora podemos ser muito mais objectivos no nosso planeamento, porque hoje sabemos quais são 20 das 24 equipas qualificadas e também dois terços das partidas da fase de grupos", acrescentou, antes de terminar a sua apresentação com uma declaração motivacional: "Vamos estar a postos para o torneio - vamos trabalhar na prontidão do evento, para que possamos estar a toda velocidade no primeiro jogo!"

Andreas Schär, chefe de operações dos estádios, explicou o ciclo de vida do projecto, que em breve entrará na fase do 'último quilómetro' com a quinta e última visita de trabalho a partir de Janeiro. O objectivo das visitas é fechar todos os pontos em aberto, além de falar sobre o evento propriamente dito. A partir de Maio as pessoas começarão a trabalhar no local.

O segundo "workshop" também deu a oportunidade a vários projectos do EURO 2020 para actualizar as suas actividades.

Topo