UEFA de luto pela morte do Presidente Honorário Lennart Johansson

Será respeitado um momento de silêncio nos jogos da UEFA desta semana para assinalar a morte de Lennart Johansson, antigo Presidente da UEFA.

Lennart Johansson foi Presidente da UEFA de 1990 a 2007
Lennart Johansson foi Presidente da UEFA de 1990 a 2007 ©UEFA.com

A UEFA e o mundo do futebol estão de luto pela morte, aos 89 anos, de Lennart Johansson, o sueco que foi Presidente da UEFA durante 17 anos, de 1990 a 2007.

Durante o seu mandato, a face do futebol europeu mudou por completo, tanto em termos desportivos como comerciais. A própria UEFA evoluiu de um organismo meramente administrativo, num subúrbio de Berna, capital da Suíça, para uma empresa de negócios moderna, com sede na Casa do Futebol Europeu, em Nyon, nas margens do Lago Genebra, na parte ocidental da nação helvética.

Lennart Johansson nasceu a 5 de Novembro de 1929, em Bromma, subúrbio de Estocolmo. Depois de inicialmente ter ganho experiência administrativa ao serviço do AIK Solna, clube ao qual sempre esteve ligado, Johansson foi subindo na hierarquia da Federação Sueca de Futebol (SvFF), entidade em que exerceu o cargo de presidente entre 1984 e 1991.

Construindo uma reputação de líder forte e capaz, Johannson foi eleito como quinto Presidente da história da UEFA no Congresso da UEFA realizado em Malta em 1990.

Durante a presidência de Johansson foi criada a UEFA Champions League, no início da década de 1990, que se transformou na mais prestigiada competição europeia de clubes, evento desportivo e comercial de excelência com os melhores jogadores do planeta e seguida por milhões de adeptos do futebol.

O futebol de selecções também se desenvolveu e a fase final do Campeonato da Europa da UEFA transformou-se num dos eventos desportivos mais populares do calendário desportivo, a par do Campeonato do Mundo da FIFA e dos Jogos Olímpicos, tendo o número de participantes na prova aumentado de oito para 16 durante a sua presidência.

Johansson foi nomeado Presidente Honorário da UEFA por Michel Platini, seu sucessor, no Congresso de Düsseldorf, em Janeiro de 2007, e continuou a mostrar enorme interesse pelos assuntos da UEFA e do futebol europeu, fazendo questão de participar nas reuniões do Comité Executivo da UEFA.

O seu amor pelo futebol foi eterno. "O jogo continua imprevisível", afirmou. “Por vezes choramos, outras ficamos felizes. São estas coisas que o tornam num desporto tão bom e estou muito orgulhoso por ter contribuído para o sucesso do futebol na Europa.”

“Sei que todas as decisões que tomei, independentemente das pessoas estarem ou não de acordo com elas, foram tomadas a pensar no bem do futebol.”

O Presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, afirmou: "A UEFA e o futebol europeu estão profundamente tristes com a morte de Lennart Johansson e gostaria de expressar as minhas sinceras condolências à família e pessoas mais queridas, assim como à Federação Sueca de Futebol, pela sua perda.”

"Era um apaixonado e um servidor do futebol, que colocou esta paixão no centro da sua vida. Será sempre recordado como um líder visionário e como o arquitecto da UEFA Champions League. O futebol mundial estará sempre grato por tudo o que conseguiu para o nosso belo jogo."

Por uma questão de respeito e para prestar homenagem a um grande líder, será respeitado um momento de silêncio em todos os jogos desta semana da UEFA Nations League, da Qualificação Europeia e do EURO Sub-21.

Topo