UEFA apresenta a equipa de embaixadores do UEFA EURO 2020

O balão do Troféu Henri Delaunay vai voar pelos céus da Europa no arranque da qualificação para o UEFA EURO 2020.

Embaixadores do UEFA EURO 2020
Embaixadores do UEFA EURO 2020 ©Sportsfile
O balão da Taça Henri Delaunay vai viajar pela Europa assim que a qualificação do UEFA EURO 2020 arrancar
O balão da Taça Henri Delaunay vai viajar pela Europa assim que a qualificação do UEFA EURO 2020 arrancar©Sportsfile

A UEFA anunciou o equipa inicial de embaixadores do UEFA EURO 2020 que vão ter a missão de promover a fase final da prova, que vai ser disputada em 12 cidades europeias entre 12 de Junho e 12 de Julho de 2020, de forma a celebrar o 60º aniversário da competição.

Trinta e quatro jogadores lendários que marcaram a história do Campeonato da Europa foram representados por Peter Schmeichel, vencedor do UEFA EURO '92, David Trezeguet, que venceu o UEFA EURO 2000, e Luís Figo, finalista do UEFA EURO 2004, na cerimónia de apresentação que decorreu na Casa do Futebol Europeu, em Nyon, na Suíça, de onde um balão com a forma do Troféu Henri Delaunay levantou voo numa viagem única pela Europa.

David Trezeguet marcou o golo da vitória da França na final do UEFA EURO 2000
David Trezeguet marcou o golo da vitória da França na final do UEFA EURO 2000©UEFA.com

"Estou orgulhoso pelo facto de lendas do EURO como Peter Schmeichel, David Trezeguet e Luís Figo, estarem envolvidas activamente na promoção dos 60 anos do Campeonato da Europa da UEFA", afirmou o Presidente da UEFA, Aleksander Čeferin. “Como finalistas do EURO, todos eles contribuíram para criar algumas das memórias mais emblemáticas da história desta grande competição e aguardamos com entusiamo a sua participação no apoio ao UEFA EURO 2020, um evento que vai estar, como nunca, próximo dos adeptos do futebol".

Peter Schmeichel foi fundamental no triunfo da Dinamarca no EURO '92
Peter Schmeichel foi fundamental no triunfo da Dinamarca no EURO '92©UEFA.com

"Estou muito contente por fazer parte de um grupo restrito de embaixadores", afirmou David Trezeguet, o antigo internacional francês que marcou o "golo de ouro" no prolongamento na final com Itália e deu ao seu país o título no UEFA EURO 2000, “especialmente porque estar vai ser o maior EURO de sempre. Oito capitais, e com 11 dos 12 estádios a terem capacidade para mais de 50.000 espectadores, mostram que nunca existiu um EURO desta dimensão. Espero que cada uma das cidades anfitriãs traga o seu sabor local a este evento global. Para mim, o UEFA EURO 2020 vai muito para além do futebol. Será uma verdadeira festa em 12 locais magníficos, a melhor forma de comemorar os 60 anos desta grande competição”.

Luís Figo, finalista em 2004, é um dos embaixadores do UEFA EURO 2020
Luís Figo, finalista em 2004, é um dos embaixadores do UEFA EURO 2020©UEFA.com

"O triunfo no EURO '92 colocou o futebol dinamarquês no mapa", destacou Peter Schmeichel, o antigo guarda-redes que foi decisivo no triunfo do seu país depois da Dinamarca ter sido chamada à última hora para disputar a prova. “Tudo correu na fase final na Suécia em 1992, agora é a vez da actual geração de jogadores dinamarqueses. Estes jogadores, tal como os jogadores de outros onze países europeus, vão ter oportunidade de disputar a fase final do EURO perante os seus adeptos no próximo ano. Antes disso ainda vão ter de garantir a qualificação, mas esta oportunidade é uma enorme motivação e uma grande honra para eles - mas mais importante do que isso, o formato da competição vai permitir que muitos adeptos tenham o EURO à sua porta em 2020. É uma oportunidade a não falhar”.

O caminho para o UEFA EURO 2020 começa com a Qualificação Europeia, que arranca na quinta-feira, 21 de Março de 2019. Pela primeira vez, as 55 federações membros da UEFA terão de disputar o apuramento, já que nenhuma equipa tem lugar garantido na fase final. As 12 cidades anfitriãs do UEFA EURO 2020 são: Amsterdão, Baku, Bilbau, Bucareste, Budapeste, Copenhaga, Dublin, Glasgow, Londres, Munique, Roma e São Petersburgo.

Equipa de embaixadores do UEFA EURO 2020 (21 de Março de 2019)
CZE: Karel Poborský, finalista do EURO ’96
CZE: Vladimír Šmicer, finalista do EURO ’96
DEN: Brian Laudrup, vencedor do EURO ’92
DEN: Peter Schmeichel, vencedor do EURO ’92
ENG: Steve McManaman, semifinalista do EURO ’96
ENG: Michael Owen, presente nos quartos-de-final do UEFA EURO 2004
ENG: Alan Shearer, semifinalista do EURO ’96
ESP: Xabi Alonso, vencedor do UEFA EURO 2008 e do UEFA EURO 2012
ESP: Gaizka Mendieta, presente nos quartos-de-final do UEFA EURO 2000
ESP: Carles Puyol, vencedor do UEFA EURO 2008
ESP Xavi Hernández, vencedor do UEFA EURO 2008 e do UEFA EURO 2012
FRA: Marcel Desailly, vencedor do UEFA EURO 2000
FRA: Youri Djorkaeff, vencedor do UEFA EURO 2000
FRA: Thierry Henry, vencedor do UEFA EURO 2000
FRA: Christian Karembeu, vencedor do UEFA EURO 2000
FRA: Robert Pirès, vencedor do UEFA EURO 2000
FRA: David Trezeguet, vencedor do UEFA EURO 2000
GER: Jürgen Klinsmann, vencedor do EURO ’96
GER: Lothar Matthäus, vencedor do EURO ’96
GRE: Angelos Charisteas, vencedor do UEFA EURO 2004
GRE: Antonios Nikopolidis, vencedor do UEFA EURO 2004
ITA: Alessandro Del Piero, finalista do UEFA EURO 2000
ITA: Gianluca Zambrotta, finalista do UEFA EURO 2000*
NED: Ruud Gullit, vencedor do EURO ‘88
NED: Patrick Kluivert, semifinalista do UEFA EURO 2000 e do UEFA EURO 2004
NED: Clarence Seedorf, semifinalista do UEFA EURO 2000 e do UEFA EURO 2004
POR: Vitor Baía, semifinalista do UEFA EURO 2000
POR: Ricardo Carvalho, vencedor do UEFA EURO 2016
POR: Deco, UEFA finalista do EURO 2004
POR: Luís Figo, finalista do EURO 2004
POR: Nuno Gomes, finalista do EURO 2004
POR: Maniche, finalista do EURO 2004
RUS: Andrey Arshavin, semifinalista do UEFA EURO 2008
SWE: Henrik Larsson, presente nos quartos-de-final doUEFA EURO 2004
*Suspenso na final

Topo